Ir para o conteúdo principal

Edição de sexta-feira, 23 de fevereiro de 2018.

O marketing da corrupção e a lentidão judicial

Arte de Camila Adamoli, sobre caricatura de Paixão, chargista da Gazeta do Povo (PR).

Imagem da Matéria

 Uma fraude que lesou o Banrisul em 2009 ainda não tem sentença. E o processo está parado numa vara criminal de Porto Alegre.

Advogado gaúcho, esposa e filhos são reintegrados, por decisão judicial, à Igreja Assembleia de Deus.

 Indeferidos 47 dos 49 pedidos de Eduardo Cunha, em ação em que o MPF pede 386 anos de prisão ao notório ex-deputado.

 Confirmada condenação de Joaquim Barbosa, por mandar jornalista “chafurdar no lixo”.