O advogado, a juĂ­za e o galo eficaz


É época de uma grande feira de tecnologia agropecuária e agroindustrial. Um advogado (também exitoso fazendeiro e ágil criador e exportador de galinhas) está junto ao balcão do sensato bar do hotel cinco estrelas, empunhando uma taça de champanhe.

De repente, vê aproximar-se uma juíza – conhecida dele - que denotava felicidade.

Cumprimentam-se e, cavalheiresca e respeitosamente, o advogado oferece uma taça à dama, justificando:

- Hoje é um dia especial para mim como criador, por isso estou comemorando.

- Para mim também é um dia especial. Vou celebrar também, pois meu marido e eu vínhamos tentando ter um filho e, há menos de uma hora, a minha ginecologista confirmou que estou grávida – diz a jovem magistrada, acedendo.

- Coincidência! – exclama o advogado. Sou criador de galinhas e elas não eram férteis. Mas passaram a pôr ovos fertilizados.

- Parabéns, doutor! E como foi que suas galinhas ficaram férteis? – questiona a dama.

- Eu usei galos diferentes – informa o advogado.

A juíza sorri, aceita brindar e reticente arremata:

- Que coincidência!...