Ir para o conteúdo principal

Terça-feira, 25 de Abril de 2017

Fratura peniana



A 13ª Câmara Cível do TJ do Rio negou a indenização pedida por um homem vítima de fratura peniana numa relação extraconjugal.

O cidadão procurou o hospital - que é réu na ação cível - e pediu sigilo na cirurgia, pois é casado e... pastor evangélico.
 
Mas a pulada de cerca veio à tona numa carta anônima enviada à sua igreja. Segundo o pastor, o linguarudo foi um funcionário do hospital.

Comentários

Banner publicitário

Notícias Relacionadas