Ir para o conteúdo principal

Sexta -feira, 18 Agosto de 2017

Pérolas da semana passada



Pérolas
* “Menos democracia, às vezes, é melhor para organizar uma Copa do Mundo”.

(Jerôme Valcke, secretário-geral da Fifa, comparando os preparativos do Brasil aos da Rússia, sede da Copa de 2018).
......................................

* “Acredito que a caxirola faz parte não só do futebol, mas da imensa capacidade do nosso país de fazer um instrumento muito mais bonito que a vuvuzela”.


(Dilma Rousseff, ao lançar a caxirola - instrumento musical criado para fazer barulho nos jogos da Copa, papel cumprido em 2010 pela vuvuzela).
......................................

* “O serviço é bem tranquilo”.

(Garçom do Senado, descrevendo seu trabalho. Ele e seis colegas foram nomeados assessores parlamentares. Recebem entre R$ 7.300 e R$ 14.600. Segundo o presidente do Senado, Renan Calheiros, a situação dos garçons é regular).
......................................

* “Os anões não podem ser discriminados. Eles são pessoas assim como nós, os adultos”.

(Britto Jr., apresentador de tevê. Ele se desculpou em seguida).
......................................

* “Eu não estou nem aí”.

(Neymar, atacante da seleção brasileira, depois de ser vaiado no amistoso contra o Chile).
......................................

* "Joel Santana já se ofereceu a Lula: ´Conte comigo se precisar traduzir para o inglês as suas colunas do New York Times"


(Tutty Vasques, colunista do Estadão, fazendo troça com a notícia de que o ex-presidente terá coluna mensal publicada pelo jornal dos EUA).

Comentários

Banner publicitário

Notícias Relacionadas

O “jus sperniandi

Expressão de falso latinismo alude ao espernear de uma criança, inconformada com uma ordem de seus pais. E juiz gaúcho não manda tarjar palavras inconvenientes em petição porque , “no processo eletrônico é inviável riscar uma expressão dos autos”.

A importância da caneta

Ao cumprir diligência citatória, oficial de justiça deixa de colher a assinatura do réu porque “ninguém tinha caneta na hora”.

"In tontum"

Equívoco advocatício. Petição para que a ação seja julgada procedente"IN TONTUM"...