Ir para o conteúdo principal

Sexta-Feira, 22 setembro de 2017

A importância da caneta



Pérola catalogada pelo leitor José Alberto Dietrich , em suas atentas andanças jurídicas pela comarca de Cascavel (PR).

Ao devolver um mandado de citação efetivamente cumprido, o oficial de justiça certificou assim:

"Dou fé que compareci no local indicado, no distrito de Três Barras, e citei o Sr. ´Fulano de Tal´, o qual ficou bem ciente de todos os termos do mandado e não se recusou a exarar o ciente, que porém não foi possível porque ninguém tinha uma caneta na hora. O referido é verdade e dou fé".

Ninguém contestou a certidão.

O réu – citado sem assinar – lealmente contestou a ação.


Comentários

Banner publicitário

Notícias Relacionadas

O “jus sperniandi

Expressão de falso latinismo alude ao espernear de uma criança, inconformada com uma ordem de seus pais. E juiz gaúcho não manda tarjar palavras inconvenientes em petição porque , “no processo eletrônico é inviável riscar uma expressão dos autos”.

"In tontum"

Equívoco advocatício. Petição para que a ação seja julgada procedente"IN TONTUM"...