Ir para o conteúdo principal

Terça-Feira, 21 de Novembro de 2017

O devedor que é “o juiz dos juízes”



Reprodução de processo judicial

Imagem da Matéria

A “cédula” de Solveni foi entregue pelo devedor ao oficial de justiça...

Teor de uma certidão lavrada, há poucas semanas, por oficial de justiça da comarca de Buritis (MG), após tentar fazer a citação de um devedor de tarifas de energia elétrica, cobradas pela CEMIG:

Certifico e dou fé, que em cumprimento ao r. mandado retro, dirigi-me à residência do devedor, a quem deixei de citar, tendo em vista que o mesmo apresentou fortes sinais de demência, alegando que ele é ´o juiz dos juízes´ e ´o senhor de todos os planetas´ e que a CEMIG é que deve para ele.

A seguir falou ser o ´Doutor Força´ do planeta Homesplay e entregou-me uma cédula de suposta moeda chamada Solveni, no valor de 300 mil para que fosse entregue ao juiz para pagar a empresa de credora. Devolvo o mandado a cartório e aguardo novas instruções”.

O juiz mandou intimar a credora para que se manifeste.


Comentários

Banner publicitário

Notícias Relacionadas

O “jus sperniandi

Expressão de falso latinismo alude ao espernear de uma criança, inconformada com uma ordem de seus pais. E juiz gaúcho não manda tarjar palavras inconvenientes em petição porque , “no processo eletrônico é inviável riscar uma expressão dos autos”.

A importância da caneta

Ao cumprir diligência citatória, oficial de justiça deixa de colher a assinatura do réu porque “ninguém tinha caneta na hora”.

"In tontum"

Equívoco advocatício. Petição para que a ação seja julgada procedente"IN TONTUM"...