Ir para o conteúdo principal

Edição de sexta-feira , 25 de maio de 2018.

Potins desta terça-feira



· Páginas da vida

Pena cumprida. Depois de 36 anos preso, o ex-cirurgião plástico Hosmany Ramos ganhou a liberdade na semana passada. Condenado por roubo, sequestro e homicídio, saiu da penitenciária em Mirandópolis (SP) pela porta da frente e está no interior paulista. No cárcere, escreveu sua autobiografia, que a Geração Editorial vai publicar. Em 2017 ele pretende voltar à Medicina; vai passar agora uma temporada na Noruega, onde reside um filho.

Osmane Ramos (esse é seu efetivo nome), 69 de idade, após se formar em Medicina, passou a assinar como "Hosmany". Durante os anos 70 ganhou prestígio na área médica, atendia em dois consultórios próprios e era assistente de Ivo Pitanguy. Levava uma vida de luxo em Copacabana. Nem ele sabe dizer o que o levou à vida de crimes, mas começou a traficar drogas internacionalmente, inclusive com voos agendados de seu avião particular.

Seu romance com a jornalista e atriz Marisa Raja Gabaglia (que morreu aos 60 anos, em 2003), foi retratado por ela em um livro chamado ´Amor Bandido´. Em 1981 foi condenado a 53 anos de prisão por roubo de aviões, contrabando de automóveis e pelo assassinato de seu piloto pessoal e de um estelionatário.

· Tempos bicudos

“Mercado da Vizinhança” é um estudo do Instituto GFK: resume como empresários do varejo sobrevivem nesses tempos bicudos. Em síntese: marcas menos nobres substituem produtos líderes. Foram ouvidos 400 proprietários de janeiro a março; e monitoradas 16 categorias de produtos de consumo básico.

As grandes indústrias perderam em áreas como arroz, amaciante, detergente em pó e leite longa vida. E sobrevivem em segmentos tipo absorvente higiênico, açúcar e iogurte.

· Bênção política

Um bispo pelo outro. Caso Marcelo Crivella seja eleito prefeito carioca no segundo turno, o paulista Eduardo Benedito Lopes, 52 anos, assumirá de vez sua vaga no Senado. Ele também é bispo licenciado — por pressuposto — da Universal.

Eduardo, a exemplo de Crivella, foi ministro da Pesca de Dilma. Ambos mudaram de lado na véspera do impeachment.

· Farpas entre ministros

Respondendo a uma fala de Ricardo Lewandowski, em aula, de que o impeachment de Dilma fora “um tropeço na democracia”, o ministro Gilmar Mendes rebateu com força.

"Eu acho que o único tropeço que houve foi aquele do fatiamento da votação do afastamento, no qual penso que teve contribuição decisiva do presidente do Supremo" – alfinetou o presidente do Tribunal Superior Eleitoral.

· Onde passar o Natal?

O tempo em que Marcelo Odebrecht ficará ainda preso em Curitiba: este é um ponto importante que emperra, atualmente, o fechamento do acordo de delação premiada dele. Os procuradores federais insistem: Marcelo tem que ficar mais um ano e meio preso - o que completaria um total de três anos de regime fechado.

Os advogados da Odebrecht querem que o patrão deixe Curitiba em dezembro. A tempo de passar o Natal com a família, no Rio de Janeiro.

· Tartaruga medicamentosa 

O jornal O Estado de S. Paulo contou no domingo a história de Alcirene de Oliveira, uma das duas pacientes que levaram ao Supremo Tribunal Federal a discussão sobre a obrigação de o Estado fornecer medicamentos fora da lista do Sistema Único de Saúde. Por problemas de tireoide, ela precisa de um remédio que custa mais de R$ 2 mil por mês.

Aposentada por causa da doença, ela entrou com ação judicial em 2008, para obrigar o Estado de Minas a fornecer a medicação. A medicação foi entregue até janeiro de 2009. Depois, Alcirene não pôde mais fazer uso do remédio. Oito anos depois do início da demanda, o caso está no Supremo, onde aguarda o voto-vista do ministro Teori Zavascki.


Comentários

Banner publicitário

Notícias Relacionadas

Potins desta terça-feira

 Maior jornal da Inglaterra diz que “Sérgio Moro é “o homem que encerrou cinco séculos de impunidade no Brasil”.

 Governo acaba de criar mais um elefante branco: o SUSP, irmão do SUS.

•  STF vota na quinta-feira (24) proposta de nova súmula vinculante.

 Quando a “utilidade política” prevalece sobre a utilidade pública...

 Embaixadas para Temer, Moreira e Padilha – se Alkmin for Presidente da República. Mas ele nega.

• População com 60 de idade, ou mais, estará superando os moços de 16 a 24 anos, nas eleições de outubro.

 Impasse no TST para tentar orientar decisões uniformes em ações trabalhistas.

 Prorrogação do benefício de salário-maternidade, em decorrência de parto prematuro.

Novo slogan de Temer vira piada nas redes sociais

• A importância da vírgula: o presidente diz que “o Brasil voltou, 20 anos em dois”.

• Mas há quem ironize: “o Brasil voltou 20 anos em dois”.

 Uma busca e apreensão – por engano – na casa do secretário adjunto do CF-OAB.

 A prescrição que agrada banqueiros.

 Gilmar Mendes prevê uma avalanche processual nos foros e tribunais, Brasil afora.

 Quanto é dois mais dois?

• Uma análise de Joaquim Barbosa sobre o sistema político brasileiro.

Potins desta sexta-feira

• Presença estranha deixa magistradas assustadas em importante reunião na Universidade de Harvard.

•  Governo brasileiro exclui entidades da lista de convidados para a reunião anual da Organização Internacional do Trabalho.

•  Temer torce pela vitória de Henrique Meirelles: quer ser ministro da Justiça a partir de 2 de janeiro.

•  Empresas envolvidas em desastres ambientais só pagaram 3,4% das multas ambientais, que totalizam R$ 785 milhões.

•  Quem são os políticos, empresários e magistrados alfinetados nos voos comerciais brasileiros.

• O largo par de headphones que faz Luiz Fux não ser incomodado quando voa de Brasília ao Rio, e vice-versa.

Potins desta terça-feira

• Nova súmula do STJ publicada: prazo para seguro de vida cobrir suicídio

 Decisão da 2ª Seção do tribunal também cancelou a Súmula nº 61

 O aumento do tesão financeiro dos donos de motéis.

 Filha de Eduardo Cunha concorrerá a deputada federal como herdeira política do pai.

 A queda da arrecadação das maiores centrais sindicais do país.

 Impasse entre herdeiros da travesti Rogéria, falecida em 2017.

Potins desta terça-feira

 Advogado revela novo ponto de domínio dos flanelinhas em Porto Alegre.

• Eleições para a OAB-RS serão na última semana de novembro, no Gigantinho.

 Novas banheiras de hidromassagem para deputados federais.

 Fale com “Mister Bud”: ele anuncia os benefícios e malefícios da maconha.

• Mais da metade dos 640 mil orelhões espalhados pelo Brasil não são utilizados um minuto sequer.

• Qual o ministro preferido de Temer? Dou-lhe um, dou-lhe dois, dou-lhe três...

 Cinco procedimentos no CNJ contra desembargadora que ofendeu a falecida vereadora Marielle e pessoas com síndrome de Down.

Potins desta terça-feira

• FAB confirma ocorrência de diálogos ofensivos a Lula, durante voo de Congonhas a Curitiba.

• Advogado do ex-presidente pede apuração do “atentado”.

• Jorge Luis Dall´Agnol será o próximo presidente do TRE-RS.

• O enterro legislativo da Medida Provisória nº 808.

• Interessante decisão do TST em ação envolvendo demissão durante a vigência de contrato temporário.