Ir para o conteúdo principal

Sexta-Feira, 22 de Dezembro de 2017

Potins desta sexta-feira



• Receita ou Polícia?

Esta, preciosa, é da “rádio-corredor” do Conselho Federal da OAB. O dono de uma mega construtora quer acabar com a sua rotina de complicações financeiras e vai à Receita Federal em busca de esclarecimentos para possíveis soluções.

- Sou empreiteiro, comprei um deputado e um senador e os revendi com lucro. Devo declarar? – pergunta o argentário cidadão.

O fiscal olha fundo para o visitante, puxa fôlego e sugere:

- Em vez de optar pela declaração, o senhor deve escolher a delação. Procure a... Federal. Isto é, a Polícia; não a Receita.

 A modelo desnuda

Três anos após receber um telefonema (grampeado) de Alberto Youssef, avisando-a que ele “havia caído na Operação Lava Jato”, a linda modelo Taiana de Souza Camargo entrou na mira da maior investigação contra a corrupção no País.

Ex-amante do doleiro, Taiana foi indiciada pela Polícia Federal esta semana, por lavagem ou ocultação de bens, direitos e valores.

Em janeiro de 2015, ela exibiu seus dotes à revista Playboy. A chamada de capa foi “Taiana mostra tudo o que sabe”. Agora, agentes do combate ao crime querem conhecer mais.

 A dúvida

Onde será que Marcela vai, quando ela diz ao marido Michel que “está indo conferir os preços no supermercado” ?

E-mails para a redação: 123@espacovital.com.br

Condenação de R$ 1 milhão

A Construtora Andrade Gutierrez deve pagar R$ 1 milhão como reparação por danos coletivos, além de estar proibida de descumprir embargos e interdições do Ministério do Trabalho em qualquer obra que execute no território brasileiro. Será aplicada multa de R$ 200 mil a cada descumprimento das determinações.

A decisão é da 1ª Turma do TRT da 4ª Região (RS), que manteve sentença da juíza Daniela Meister Pereira, da 6ª Vara do Trabalho de Porto Alegre. O relator foi o desembargador Fabiano Holz Beserra.

O Ministério Público do Trabalho, autor da ação civil pública, por meio da procuradora Aline Zerwes Bottari Brasil, afirmou ter recebido denúncia quanto a irregularidades na obra de colocação da cobertura do Estádio Beira Rio, em dezembro de 2013. A denúncia referia-se à falta de equipamentos de proteção adequados para o trabalho em altura. No mesmo período, auditores do Ministério do Trabalho, durante ações fiscais, determinaram o embargo da obra, até que as irregularidades fossem resolvidas.

Entretanto, a empresa descumpriu a ordem de embargo em pelo menos dois dias do mês de janeiro de 2014, o que gerou autos de infração dos fiscais do trabalho. A obra fazia parte dos preparativos para a Copa do Mundo no Brasil.

Ao fixar a condenação com abrangência para todas as obras realizadas pela Construtora Andrade Gutierrez no território brasileiro, o julgado pontuou que, após inúmeras controvérsias na jurisprudência, o TST definiu, na sua Orientação Jurisprudencial nº 130 que, em caso de dano nacional, a competência para julgamento é concorrente entre as Varas do Trabalho das sedes dos TRTs, e que a primeira Vara do Trabalho que julgar o caso também deverá julgar outras ações que versem sobre o mesmo assunto, embora advindas de outros locais. (Proc. nº 0021076-41.2014.5.04.0006).


Comentários

Banner publicitário

Notícias Relacionadas

Chargista Duke

Potins desta sexta-feira

 

Potins desta sexta-feira

 Confiram qual foi a “frase do ano” na Justiça brasileira!
 Advogados que enriqueceram defendendo réus da “Lava Jato” ajudam a forrar o cofre da Receita Federal: R$ 3,9 bi em 10 meses.
 GPS Judiciário: CNJ promete verificar em 2018 o que fazem os magistrados que se licenciam (com remuneração...) para cursos de especialização.
 Cresce o número de enteados nas famílias brasileiras.
 Ação de Silvio Santos contra o “Pânico” da Band fica para 2018.
 A ressaca financeira da Odebrecht.
• Um pedido a Papai Noel: que “aquele” ministro do STF se aposente!...

Potins desta terça-feira

• Luiza Brunet espera, logo após o recesso, pela sentença que poderá lhe dar metade dos bens que o bilionário Lírio Parisotto comprou ao longo dos cinco anos de relacionamento.
• Planos de saúde obrigados a custear - em hospitais ou clínicas especializadas - a internação de pacientes com obesidade mórbida.
• Intimação para “andamento vertical” do processo.
• Puxa-saquismo político: o que dar de presente ao deputado de sua confiança?
• Gastos com locação de veículos na Justiça Federal sobem 16.000%.
• Recado do TST para magistrados trabalhistas.
• Os 100 dias de prisão dos irmãos Batista.
• Sérgio Cabral: o anfitrião no presídio de Benfica.
• Data do julgamento de Lula coincide com o Dia do Aposentado.

Potins desta terça-feira

• O anel de R$ 800 mil que foi a porta de entrada para ganhar uma concorrência.
• Por 83 x 50 votos, Duro vence Liselena na eleição do TJRS.
• Lula arrola 59 testemunhas de defesa, em outra ação penal.
• Para acessar a internet, digite a senha: “Fora Temer”.
• Salários e auxílio-moradia garantidos para que deputados que estão presos no Rio.

Potins desta terça-feira

• Possibilidade de prorrogação do prazo de prisão para forçar pagamento de dívida alimentar.
• Senadores ampliam (40%) gastos com jatinhos.
• Papai Noel vai trazer liberdade para Nestor Cerveró, Fernando Baiano e Pedro Barusco.
• Investigação ética da ministra Luislinda Valois – aquela que acha que .R$ 33,7 mil é pouco “para comer, beber, vestir-se e maquiar-se”?
• As lentas ações contra conselheiros de Tribunais de Contas.
• STF julgará recurso de Wesley Batista: ele quer ser desvinculado das ações penais contra o mano Joesley.
• Ameaças de morte levam presidente da Oi a se demitir

Potins desta sexta-feira

• Seguradoras lançam seguro-garantia para recorrer na Justiça do Trabalho.
• A validade de arras de 53% na compra de imóvel.
• Número de milionários no Brasil aumentará 81% em cinco anos.
• “Black-Friday” brasileira de 2018 será no feriadão de 7 de setembro.

Potins desta terça-feira

• Ministro do STF diz que o Direito Penal brasileiro é incapaz de impedir a criminalidade.
• CNJ definirá como proteger juízes que sofrem ameaças.
• Sérgio Moro vai palestrar para diretores e gerentes da Petrobras.
• Em poucas semanas, Temer terá nomeado dois ministros para o TST.
• O Peru de Guerreiro nas redes sociais.