Ir para o conteúdo principal

Edição de sexta-feira , 25 de maio de 2018.

Potins desta terça-feira



Contra maus olhados

O padre paulista José Eduardo foi a Brasília, benzeu o Alvorada e a residência oficial da Câmara contra os maus espíritos.

Agora o sacerdote está sendo convidado para exorcizar algumas outras residências de Brasília, contra as presenças de agentes da PF. Mas esse tipo de trabalho, o padre José se recusa a fazer.

 Temer não vê novela?

O colunista Jorge Bastos Moreno, de O Globo, conta que depois do discurso em que o Michel Temer disse, mais ou menos, que “as mulheres são boas para verificar flutuações de preços no supermercado”, Temer foi consolado pelo notório Moreira Franco.

O recado angorá: “Michel, nós somos do tempo antigo, você mais do que eu, quando mulher saía de casa para casar, cuidar de marido e filhos. Hoje, Michel, a mulher quer sair de casa para trabalhar, construir sua vida de acordo com seus próprios valores e opções. Você não vê novela?”

 Sonhos de Gilmar

O ministro Gilmar Mendes – tido agora pela ´rádio-corredor´ do CF-OAB como uma espécie de conselheiro-geral da República - está ameaçando trocar definitivamente Brasília por Lisboa, onde tem um apartamento.

Mas é ameaça de mentirinha, pois ainda tem uma carreira longa pela frente no STF. Seus amigos dizem que ele só deixa o país depois de governar Mato Grosso, seu Estado. Mas ele está de olho também em outra coisa.

  Por que será?

Diz também a ´rádio-corredor ´do Conselho Federal da OAB que “os políticos nominados na última lista do Janot que se arriscarem a disputar as eleições em 2018 não irão às ruas pedir voto”.

Vão, sim, pedir foro privilegiado.

  Frases da semana

• “Não se combate violência com amor, se combate com porrada. Não vai ser com política de direitos humanos que vamos resolver a violência”.
(Deputado Jair Bolsonaro, do PSC-RJ, em entrevista à Folha de S. Paulo).

• “Nessa guerra, não são os políticos que costumam morrer – embora alguns estejam presos. Eles dão crias, ressuscitam, fazem conchavos, comem, riem e bebem juntos, criam leis para obrigar você a pagar a campanha deles. Criam leis para aumentar sua própria remuneração”.
(Jornalista Ruth de Aquino, da revista Época).

  “Empresa dos sonhos”?

Apesar de tudo o que já se sabe da Odebrecht, é impressionante o resultado da pesquisa anual realizada pela Cia. de Talentos a respeito das "empresas dos sonhos" dos universitários e recém-formados. Ouvidos 63.998 jovens, a Odebrecht alcançou o posto de a sexta companhia mais desejada para um posto de trabalho.

À frente dela estão Google, Petrobras, ONU, Pricewaterhouse Coopers Auditores e Ambev.

 O engano de Maluf

Cara-de-pau habitual, Paulo Maluf (PP-SP) propagou no Twitter, na quarta-feira (15), que não só não está na Lava Jato e na lista de Janot, como também não esteve no mensalão. Enganou-se em parte.

Um dia depois de tal ´malufada´ boquirrotice , o ministro Edson Fachin nomeou os advogados Ticiano Figueiredo e Pedro Velloso – que defendem Eduardo Cunha – como advogados dativos de Maluf numa ação penal proposta pela PGR de Rodrigo Janot.

O processo anda (?) lentamente no STF desde 2006. Nele, Maluf é acusado de lavagem de dinheiro, oriunda de propinas.

•  Modelo canadense ensinando em Porto Alegre

Como o Canadá, um dos países mais seguros do mundo, lida com crimes de maior potencial ofensivo? É o que o especialista Aaron Lyons contará em palestra, às 19h desta terça-feira (21), na Escola da Ajuris (Rua Celeste Gobatto nº 229, Porto Alegre). Há mais de dez anos, ele lidera processos de restauração e seminários de treinamento na justiça criminal e em ambientes educacionais no Canadá e EUA. O evento é gratuito e o fornecimento de certificado aos interessados custará R$ 15.

Adepto das técnicas da justiça restaurativa, Lyons trabalhou extensivamente com jovens e adultos enfrentando questões de envolvimento com gangues, sem-teto, violência familiar, abuso de substâncias e trauma psicológico.

O evento terá a participação do cônsul da Área Política do Consulado Geral do Canadá em São Paulo, Colin Shonk. A atividade contará com o trabalho do tradutor Oscar Berg.

A jornada tem como slogan “Unindo o Rio Grande Pela Construção da Paz”. Para mais informações, clique aqui.

Detalhe: no Canadá, a criminalidade está em declínio sucessivo desde 1991.


Comentários

Banner publicitário

Notícias Relacionadas

Potins desta terça-feira

 Maior jornal da Inglaterra diz que “Sérgio Moro é “o homem que encerrou cinco séculos de impunidade no Brasil”.

 Governo acaba de criar mais um elefante branco: o SUSP, irmão do SUS.

•  STF vota na quinta-feira (24) proposta de nova súmula vinculante.

 Quando a “utilidade política” prevalece sobre a utilidade pública...

 Embaixadas para Temer, Moreira e Padilha – se Alkmin for Presidente da República. Mas ele nega.

• População com 60 de idade, ou mais, estará superando os moços de 16 a 24 anos, nas eleições de outubro.

 Impasse no TST para tentar orientar decisões uniformes em ações trabalhistas.

 Prorrogação do benefício de salário-maternidade, em decorrência de parto prematuro.

Novo slogan de Temer vira piada nas redes sociais

• A importância da vírgula: o presidente diz que “o Brasil voltou, 20 anos em dois”.

• Mas há quem ironize: “o Brasil voltou 20 anos em dois”.

 Uma busca e apreensão – por engano – na casa do secretário adjunto do CF-OAB.

 A prescrição que agrada banqueiros.

 Gilmar Mendes prevê uma avalanche processual nos foros e tribunais, Brasil afora.

 Quanto é dois mais dois?

• Uma análise de Joaquim Barbosa sobre o sistema político brasileiro.

Potins desta sexta-feira

• Presença estranha deixa magistradas assustadas em importante reunião na Universidade de Harvard.

•  Governo brasileiro exclui entidades da lista de convidados para a reunião anual da Organização Internacional do Trabalho.

•  Temer torce pela vitória de Henrique Meirelles: quer ser ministro da Justiça a partir de 2 de janeiro.

•  Empresas envolvidas em desastres ambientais só pagaram 3,4% das multas ambientais, que totalizam R$ 785 milhões.

•  Quem são os políticos, empresários e magistrados alfinetados nos voos comerciais brasileiros.

• O largo par de headphones que faz Luiz Fux não ser incomodado quando voa de Brasília ao Rio, e vice-versa.

Potins desta terça-feira

• Nova súmula do STJ publicada: prazo para seguro de vida cobrir suicídio

 Decisão da 2ª Seção do tribunal também cancelou a Súmula nº 61

 O aumento do tesão financeiro dos donos de motéis.

 Filha de Eduardo Cunha concorrerá a deputada federal como herdeira política do pai.

 A queda da arrecadação das maiores centrais sindicais do país.

 Impasse entre herdeiros da travesti Rogéria, falecida em 2017.

Potins desta terça-feira

 Advogado revela novo ponto de domínio dos flanelinhas em Porto Alegre.

• Eleições para a OAB-RS serão na última semana de novembro, no Gigantinho.

 Novas banheiras de hidromassagem para deputados federais.

 Fale com “Mister Bud”: ele anuncia os benefícios e malefícios da maconha.

• Mais da metade dos 640 mil orelhões espalhados pelo Brasil não são utilizados um minuto sequer.

• Qual o ministro preferido de Temer? Dou-lhe um, dou-lhe dois, dou-lhe três...

 Cinco procedimentos no CNJ contra desembargadora que ofendeu a falecida vereadora Marielle e pessoas com síndrome de Down.

Potins desta terça-feira

• FAB confirma ocorrência de diálogos ofensivos a Lula, durante voo de Congonhas a Curitiba.

• Advogado do ex-presidente pede apuração do “atentado”.

• Jorge Luis Dall´Agnol será o próximo presidente do TRE-RS.

• O enterro legislativo da Medida Provisória nº 808.

• Interessante decisão do TST em ação envolvendo demissão durante a vigência de contrato temporário.