Ir para o conteúdo principal

Sexta-Feira, 15 de Dezembro de 2017
http://espacovital.com.br/images/mab_123_11.jpg

Uma nova ferramenta virtual para ajudar a contar os prazos em todos os tribunais



Imagem Pixabay

Imagem da Matéria

 Conte os prazos corretamente!

Desde março do ano passado, com a entrada em vigor do novo CPC, a contagem
dos prazos processuais mudou: deixou de ser em dias corridos - o que incluía fins de semana e feriados - para dias úteis (de segunda a sexta). Para não perder prazos, advogados buscam aliados na área de tecnologia.

Um dos aplicativos usados é a Legal Cloud, por meio da qual advogados e estagiários indicam o total de dias a serem contabilizados, o código legislativo correspondente (Processo Civil ou Processo Penal) e o tribunal onde o processo tramita.

Uma nova funcionalidade, que está no pacote gratuito da ferramenta - lançada na última quinta-feira (30) - abrange todos os TJs estaduais, além dos Tribunais Regionais do Trabalho e todos os TRFs. O aplicativo diferencia as suspensões de 1ª e 2ª Instâncias e, nos tribunais regionais, as das Seções.

A ferramenta considera suspensões que estejam em documentos oficiais: a) indisponibilidade do sistema de peticionamento eletrônico; b) datas comemorativas; c) feriados; d) pontos facultativos; e) encerramento antecipado de expediente. As interrupções exclusivas da(s) causa(s) não são contabilizadas na ferramenta.

Clique aqui para ver as novidades.

 

 Fim das vacas magras

Em meio a pilhas de petições dos defensores dos réus da Lava Jato, o juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal do Rio de Janeiro, deparou-se com um requerimento sui generis. Os advogados de Carlos Miranda, apontado como operador de propinas do ex-governador Sérgio Cabral (PMDB), solicitaram a liberação de uma quantia mensal do montante bloqueado, para “arcar com a manutenção de espécimes bovinos e outros animais que estão na Fazenda Três Irmãos, que estão sem alimentação adequada e remédios, por conta da escassez de recursos financeiros”.

O MPF manifestou-se contrário. Um analista judiciário foi ao local e informou que “os animais estão magros e debilitados”.

E o juiz liberou R$ 15 mil para o cuidado com os animais, pelo prazo de três meses. A propriedade abriga três cães, 29 galinhas, três vacas leiteiras, três cavalos, 67 cabeças de gado e 85 cabras.

 Arrolada ou rolada?

Registro da imprensa do Rio Grande do Norte sobre recente acontecimento na
comarca potiguar de Jucurutu. O novel juiz chega ao fórum para presidir a
instrução de uma ação penal sobre estupro e, na sala de audiências vê duas
moças sentadas, lado a lado.

O magistrado formalmente pergunta: “As senhoras foram arroladas no processo?”.

Uma delas rapidamente responde: “Doutor eu sou apenas testemunha. A rolada foi nela...” – e aponta para a colega.

Ante a surpresa do magistrado, um advogado imediatamente acode e explica que
“aqui a fonética das palavras levado a diferentes compreensões”.

O município de Jucurutu tem 19 mil habitantes e é de origem exclusivamente indígena.

 Bye, bye, USA

Um sinal da redução das viagens de brasileiros a Miami , Orlando e New está num dado revelado ontem (3) pela Casa da Moeda.

É que em 2016 a impressão de passaportes foi 30 mil unidades a menos do que em 2015.


Comentários

Banner publicitário

Mais artigos do autor

Brasileira estudante de Direito faz aborto na Colômbia

• O dilema da mãe de dois meninos – e com nova gestação avançando – enquanto a Justiça brasileira não decidia.
Rebeca Mendes Silva (foto) teve apoio da ONG Consórcio Latinoamericano contra o Aborto Inseguro.
• A próxima decisão do STF sobre a prisão, ou não, logo após a condenação de segunda instância.
• Sérgio Cabral: pastor de igreja, ou ladrão? Qual os leitores preferem?
• Procuram-se políticos honestos para uma festa do amigo secreto, em Brasília.

Natal generoso para várias dezenas de magistrados gaúchos

•TJRS está pagando novas “diferenças residuais da transição da URV”, cuja conta já custou ao Estado mais de R$ 1,4 bilhão.
• Decisão da Justiça de SC mantém o pagamento do imposto sindical.
• Universitários (as) e estagiários (as) cuidem-se! Entre eles, 12% nunca usam, nem exigem, a camisinha.
• Dois desembargadores do TRT-RS habilitados à vaga de ministro do TST.

Março ou abril: as datas em que Lula poderá ser condenado ou absolvido pelo TRF-4

• Voto pronto já saiu do gabinete de Gebran Neto e agora está, criptografado, no notebook de Leandro Paulsen.
• Lembram daquela história do “usufruto financeiro” de Eduardo Cunha? Vai custar a ele R$ 3,8 milhões de multa.
• O silêncio domina, dez meses e meio de depois da morte de Teori Zawascki.
• Mudança na jurisprudência da ação de cobrança de quotas condominiais.

Mais cuidados ao prestar fiança!

• Decisão do STJ estabelece que “fiadores de contrato de locação são solidariamente responsáveis pelos débitos locativos, ainda que não tenham anuído com o aditivo contratual que previa a prorrogação do contrato”.
• O castigo judicial contra advogado que ameaçou matar ex-namorada.
• Brasil: “pátria das tornozeleiras”.
• O dedo-duro do zagueiro da Ponte Preta...

Um grande lobby para tentar liberar os cigarros eletrônicos no Brasil

• A Souza Cruz tenta convencer a Anvisa e a opinião pública de que os E-cigarettes não causam mal à saúde. Mas...
• Agentes do propinoduto só esperam a chegada de Papai Noel para poderem sair por aí...
• Os US$ 59 milhões anuais que fizeram Luciano Huck desistir de concorrer à Presidência da República.