Ir para o conteúdo principal

Sexta -feira, 18 Agosto de 2017
http://espacovital.com.br/images/mab_123_12.jpg

Uma nova ferramenta virtual para ajudar a contar os prazos em todos os tribunais



Imagem Pixabay

Imagem da Matéria

 Conte os prazos corretamente!

Desde março do ano passado, com a entrada em vigor do novo CPC, a contagem
dos prazos processuais mudou: deixou de ser em dias corridos - o que incluía fins de semana e feriados - para dias úteis (de segunda a sexta). Para não perder prazos, advogados buscam aliados na área de tecnologia.

Um dos aplicativos usados é a Legal Cloud, por meio da qual advogados e estagiários indicam o total de dias a serem contabilizados, o código legislativo correspondente (Processo Civil ou Processo Penal) e o tribunal onde o processo tramita.

Uma nova funcionalidade, que está no pacote gratuito da ferramenta - lançada na última quinta-feira (30) - abrange todos os TJs estaduais, além dos Tribunais Regionais do Trabalho e todos os TRFs. O aplicativo diferencia as suspensões de 1ª e 2ª Instâncias e, nos tribunais regionais, as das Seções.

A ferramenta considera suspensões que estejam em documentos oficiais: a) indisponibilidade do sistema de peticionamento eletrônico; b) datas comemorativas; c) feriados; d) pontos facultativos; e) encerramento antecipado de expediente. As interrupções exclusivas da(s) causa(s) não são contabilizadas na ferramenta.

Clique aqui para ver as novidades.

 

 Fim das vacas magras

Em meio a pilhas de petições dos defensores dos réus da Lava Jato, o juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal do Rio de Janeiro, deparou-se com um requerimento sui generis. Os advogados de Carlos Miranda, apontado como operador de propinas do ex-governador Sérgio Cabral (PMDB), solicitaram a liberação de uma quantia mensal do montante bloqueado, para “arcar com a manutenção de espécimes bovinos e outros animais que estão na Fazenda Três Irmãos, que estão sem alimentação adequada e remédios, por conta da escassez de recursos financeiros”.

O MPF manifestou-se contrário. Um analista judiciário foi ao local e informou que “os animais estão magros e debilitados”.

E o juiz liberou R$ 15 mil para o cuidado com os animais, pelo prazo de três meses. A propriedade abriga três cães, 29 galinhas, três vacas leiteiras, três cavalos, 67 cabeças de gado e 85 cabras.

 Arrolada ou rolada?

Registro da imprensa do Rio Grande do Norte sobre recente acontecimento na
comarca potiguar de Jucurutu. O novel juiz chega ao fórum para presidir a
instrução de uma ação penal sobre estupro e, na sala de audiências vê duas
moças sentadas, lado a lado.

O magistrado formalmente pergunta: “As senhoras foram arroladas no processo?”.

Uma delas rapidamente responde: “Doutor eu sou apenas testemunha. A rolada foi nela...” – e aponta para a colega.

Ante a surpresa do magistrado, um advogado imediatamente acode e explica que
“aqui a fonética das palavras levado a diferentes compreensões”.

O município de Jucurutu tem 19 mil habitantes e é de origem exclusivamente indígena.

 Bye, bye, USA

Um sinal da redução das viagens de brasileiros a Miami , Orlando e New está num dado revelado ontem (3) pela Casa da Moeda.

É que em 2016 a impressão de passaportes foi 30 mil unidades a menos do que em 2015.


Comentários

Banner publicitário

Mais artigos do autor

Me Engana Que Eu Gosto!

O “Fundo Especial de Financiamento da Democracia”, com o qual o Congresso quer bilhões de reais para os partidos, é de inspiração nos modelos da Líbia, Irã e Afeganistão.

PMDB vai “reprogramar o presente”: voltará a chamar-se MDB!...

Minha Casa, Minha Vida”: mais de 50% de todas as unidades estão com problemas.

 Presidente do BNDES quer ver soltos os empresários envolvidos com a Lava-Jato.

Homem pede proteção contra a ex-esposa, com base na Lei Maria da Penha invertida.

Por que o governo não conversa com Luiz Fux?

• Temendo rebeliões, Temer desistiu de acabar com o auxílio-reclusão.  O corte era desejo da equipe econômica: geraria economia de R$ 600 milhões em 2018.

• Enquanto isso, desde 15 de setembro de 2014, o “auxílio-moradia” sangra as contas da União em R$ 437 milhões anuais. E os Estados gastam R$ 2 bilhões e 970 milhões para cobrir o mesmo penduricalho.

• Exame de Ordem: 136 mil inscritos, só 32 mil aprovados (23,6%).

• Lá vem o golpe! Cidadãos brasileiros, preparemo-nos, cada um de nós, para doar R$ 17 aos políticos deste país.

Publicidade das Lojas Marisa não ofendeu a memória de Marisa Letícia

 O Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária (Conar) arquiva 18 queixas de cidadãos e cidadãs brasileiras contra a rede de lojas.

• STF declara inconstitucional artigo da Constituição Estadual do RS.

 Uma ação da PREVI contra a Construtora Odebrecht: causa de R$ 242 milhões.

• Cobrança de quota condominial contra Eduardo Cunha: o “bunker” inativo do ex-deputado.

Presidente do TRF-4 elogia sentença que condenou Lula a nove anos de prisão

 Segundo o dirigente da corte, o julgado vai entrar para a História do Brasil.

 Opinião de quatro operadores jurídicos gaúchos sobre o julgado proferido por Sérgio Moro. Relembrem o

teor dos artigos 155 e 239 do Código de Processo Penal.

 Os cartazes nas ruas, com rostos de criminosos, ofereciam recompensas. Agora, pedem votos.

 Delação vai detalhar a venda de sentenças e acórdão.

Os riscos de as crianças usarem roupas de sereia

• O Inmetro vai alertar pais e mães sobre cuidados especiais para meninas que querem imitar a personagem Ritinha – vivida por Ísis Valverde - na novela “A Força do Querer”.

• Trocadilho em frase publicitária que oferece, no Brasil, chances de investimentos nos EUA: “Não precisa temer; a gente ajuda você a sair do País”.

• Condenação do senador Romário: R$ 50 mil para o presidente da CBF.

• A elogiável sensibilidade das mulheres brasileiras.

Senado e Câmara Federal custam R$ 1,16 milhão por hora aos cidadãos brasileiros

O espantoso dispêndio que se repete 365 dias ao ano também inclui os salários. Todos os gastos com a nossa representação política tem um custo anual de R$ 1 bilhão e 16 milhões.

Uma competição brasiliense entre cinco cães muito espertos: o Escalímetro, o Cash Flow, o Óxido, o Megabyte e o Deputado. Adivinhem quem ganhou, inclusive afrontando um delegado e um juiz...