Ir para o conteúdo principal

Sexta-feira, 23 de Junho de 2017
http://espacovital.com.br/images/mab_123_12.jpg

Delação da OAS alcançaria também magistrados envolvidos em corrupção



 

 Rotina de escândalos

As próximas delações da OAS terão um diferencial em relação às colaborações de outras empreiteiras. Seu ex-presidente Léo Pinheiro – apontado como o principal articulador do pagamento de propinas - teria se comprometido a delatar não apenas políticos, mas também magistrados envolvidos em corrupção. Parte das acusações guardariam conexão com uma das frentes de investigação da Operação Calicute, que levou o ex-governador Sérgio Cabral (RJ) e ex-auxiliares à prisão.

“Depois da Odebrecht, as delações da OAS serão as mais impactantes da Lava-Jato desde o início da operação na 13ª Vara Federal de Curitiba, há três anos” – especula uma das vozes mais expressivas da “rádio-corredor” da OAB do Paraná. Os acordos estão sendo negociados entre procuradores da Lava-Jato de Brasília e de Curitiba e advogados dos executivos.

As negociações envolveriam Pinheiro e 14 outros ex-dirigentes da OAS. Embora seja uma das maiores empreiteiras do país e uma as principais concorrentes da Odebrecht, a OAS tinha uma gestão mais centralizada.

Os pagamentos ilegais a políticos ficariam a cargo de Pinheiro e de um restrito número de auxiliares. Na Odebrecht, foram 78 os executivos arrastados para acordos de delação com o Ministério Público Federal.

 Sucessão antecipada no TJRS

Com pouco mais de oito meses de antecedência, começou o processo sucessório no TJRS para a escolha da administração 2018/2019.

Foi lançada, esta semana, uma chapa com o atual 1° vice, desembargador Carlos Eduardo Zietlow Duro, como candidato a presidente.

Para as vice-presidências Maria Isabel Azevedo Souza (1ª.), Almir Porto da Rocha Filho (2ª.) e Túlio Martins (3ª.) A desembargadora Denise Oliveira Cezar concorrerá a corregedora-geral.

Segundo a “rádio-corredor” do TJRS pode surgir, nos próximos dias, uma chapa de oposição. Na cabeça desta, Liselena Robles Ribeiro (ou Paulo Roberto Lessa Franz); e Marco Aurélio Heinz para corregedor.

A eleição será em dezembro (11 ou 18).

 Apreensão de passaporte

O juiz José Wilson Gonçalves, da 5ª vara Cível de Santos (SP), determinou a apreensão do passaporte de um empresário em razão de dívida não quitada. Segundo o processo, o executado contratou uma empresa de contêineres para transportar um produto, mas, não pagou pelo serviço prestado. Recentemente, o homem viajou ao exterior, mas não indicou meios suficientes para quitar o débito.

Na decisão que determina a apreensão do documento, o magistrado afirmou não ser admissível que o devedor viaje ao exterior sem antes quitar a dívida. Por isso determinou à Polícia Federal que efetuo bloqueio do passaporte.

O magistrado justifica que "não se trata de impedir a pessoa de ir e vir - porque esse direito persiste - mas de impedir a pessoa de viajar ao exterior até que efetue o pagamento da dívida, na medida em que a viagem ao exterior sempre demanda gastos significativos”. (Proc. n° 0046324-70.2007.8.26.0562).

 

 Polêmica na indicação de advogado indicado para integrar o CNJ

O advogado André Luís Guimarães Godinho, eleito há poucos dias para representar a advocacia no Conselho Nacional de Justiça, no biênio 2017-2019, está no centro de uma polêmica que pode se estender até sua sabatina no Senado.

O jornal Tribuna da Bahia relata que “depois de ter conseguido sacar, em caráter liminar, das contas da Petrobras, R$ 77 milhões para a Federação dos Pescadores e Aquicultores da Bahia - dos quais cerca de R$ 23 milhões só de honorários, relativos a pensionamento a pescadores do Recôncavo, por causa de um derramamento de óleo ocorrido na Baía de Todos-os-Santos em 2009 - o escritório está pleiteando mais R$ 36 milhões numa outra ação contra a estatal, desta vez em nome da Colônia de Pescadores Z-5”.

Para mais detalhes, leia a notícia completa, diretamente na origem.


Comentários

Marcel J. Santos - Trabalhador Em Telemarketing 09.04.17 | 20:10:56
A decisão liminar com função de satisfativa. Possivelmente, foi convertida a liminar em antecipação da tutela. Mas, existe o perigo de reversibilidade e, com o saque do dinheiro e sua utilização integral pelo advogado, a Petrobrás terá prejuízo. Estranho é o irmão do advogado atuar no processo para facilitar o trâmite dele na Justiça da Bahia.
Banner publicitário

Mais artigos do autor

Leilão judicial de duas galinhas avaliadas em R$ 65

  Constrição das aves é desdobramento de uma dívida original de R$ 146. Ação judicial tramita desde outubro de 2013.

 O pé” do Pezão gaúcho: o STF livra o secretário da Fazenda do RS Giovani Feltes (PMDB).

  Pesquisa revela que operários de canteiros de obras, 70% opinam que “a Lei Maria da Penha não pegou”. Assim, vale bater!

  Fraude trabalhista prejudicou motorista contratado para trabalhar como pessoa jurídica.

Proposta de júri popular para julgar políticos brasileiros corruptos

  A sugestão começa a receber apoios: eles já são mais de 20 mil. Cidadãos interessados podem acessar e consultar o link no saite do Senado.

  Uma ação cível e uma ação penal de Temer contra Joesley Batista.

  A responsabilidade solidária entre diferentes UNIMED.

 STF nega recurso de desembargador aposentado por agir de forma parcial.

Muitas críticas contra Gilmar Mendes

  Mas o presidente do TSE sustenta que “a cassação da chapa Dilma-Temer lançaria o país em quadro de incógnita”.

 Confirmada a “chinelada financeira” no bolso de juiz do Trabalho.

  WhatsApp deixará de funcionar em smartphones antigos.

  Liminar da Justiça do Trabalho contra a Hyundai Caoa do Brasil

A roubalheira pode ter chegado a dois trilhões e um bilhão em 45 anos

• O total dos afanos e dos sobre preços (estes, a uma média de 35%) chegam a um espantoso prejuízo que, para ser escrito em numerais, tem 16 dígitos.

 Índios, parasitas e avestruzes na sessão do TSE.

• R$ 1 bilhão e 100 milhões para comprar milhares de doses do remédio Soliris, um dos mais caros do mundo

Médico usava seu próprio esperma para inseminar mulheres

 Dono de uma clínica de fertilidade na Holanda é, provavelmente, o pai de 43 filhos de clientes suas. Ele disse ter agido assim “pelo bem da humanidade”.

  Fátima Bernardes anuncia, afinal, que “não é mais garota-propaganda da Seara”. Mas uma cláusula de confidencialidade proíbe que ela dê detalhes.

  Números assustadores: 29 mil pessoas estão “enroladas” no Brasil.

  A constatação de provável cura de doença grave não autoriza a revogação de isenção de Imposto de Renda de aposentado.