Ir para o conteúdo principal

Terça-feira, 23 de Maio de 2017
http://espacovital.com.br/images/mab_123_12.jpg

Delação da OAS alcançaria também magistrados envolvidos em corrupção



 

 Rotina de escândalos

As próximas delações da OAS terão um diferencial em relação às colaborações de outras empreiteiras. Seu ex-presidente Léo Pinheiro – apontado como o principal articulador do pagamento de propinas - teria se comprometido a delatar não apenas políticos, mas também magistrados envolvidos em corrupção. Parte das acusações guardariam conexão com uma das frentes de investigação da Operação Calicute, que levou o ex-governador Sérgio Cabral (RJ) e ex-auxiliares à prisão.

“Depois da Odebrecht, as delações da OAS serão as mais impactantes da Lava-Jato desde o início da operação na 13ª Vara Federal de Curitiba, há três anos” – especula uma das vozes mais expressivas da “rádio-corredor” da OAB do Paraná. Os acordos estão sendo negociados entre procuradores da Lava-Jato de Brasília e de Curitiba e advogados dos executivos.

As negociações envolveriam Pinheiro e 14 outros ex-dirigentes da OAS. Embora seja uma das maiores empreiteiras do país e uma as principais concorrentes da Odebrecht, a OAS tinha uma gestão mais centralizada.

Os pagamentos ilegais a políticos ficariam a cargo de Pinheiro e de um restrito número de auxiliares. Na Odebrecht, foram 78 os executivos arrastados para acordos de delação com o Ministério Público Federal.

 Sucessão antecipada no TJRS

Com pouco mais de oito meses de antecedência, começou o processo sucessório no TJRS para a escolha da administração 2018/2019.

Foi lançada, esta semana, uma chapa com o atual 1° vice, desembargador Carlos Eduardo Zietlow Duro, como candidato a presidente.

Para as vice-presidências Maria Isabel Azevedo Souza (1ª.), Almir Porto da Rocha Filho (2ª.) e Túlio Martins (3ª.) A desembargadora Denise Oliveira Cezar concorrerá a corregedora-geral.

Segundo a “rádio-corredor” do TJRS pode surgir, nos próximos dias, uma chapa de oposição. Na cabeça desta, Liselena Robles Ribeiro (ou Paulo Roberto Lessa Franz); e Marco Aurélio Heinz para corregedor.

A eleição será em dezembro (11 ou 18).

 Apreensão de passaporte

O juiz José Wilson Gonçalves, da 5ª vara Cível de Santos (SP), determinou a apreensão do passaporte de um empresário em razão de dívida não quitada. Segundo o processo, o executado contratou uma empresa de contêineres para transportar um produto, mas, não pagou pelo serviço prestado. Recentemente, o homem viajou ao exterior, mas não indicou meios suficientes para quitar o débito.

Na decisão que determina a apreensão do documento, o magistrado afirmou não ser admissível que o devedor viaje ao exterior sem antes quitar a dívida. Por isso determinou à Polícia Federal que efetuo bloqueio do passaporte.

O magistrado justifica que "não se trata de impedir a pessoa de ir e vir - porque esse direito persiste - mas de impedir a pessoa de viajar ao exterior até que efetue o pagamento da dívida, na medida em que a viagem ao exterior sempre demanda gastos significativos”. (Proc. n° 0046324-70.2007.8.26.0562).

 

 Polêmica na indicação de advogado indicado para integrar o CNJ

O advogado André Luís Guimarães Godinho, eleito há poucos dias para representar a advocacia no Conselho Nacional de Justiça, no biênio 2017-2019, está no centro de uma polêmica que pode se estender até sua sabatina no Senado.

O jornal Tribuna da Bahia relata que “depois de ter conseguido sacar, em caráter liminar, das contas da Petrobras, R$ 77 milhões para a Federação dos Pescadores e Aquicultores da Bahia - dos quais cerca de R$ 23 milhões só de honorários, relativos a pensionamento a pescadores do Recôncavo, por causa de um derramamento de óleo ocorrido na Baía de Todos-os-Santos em 2009 - o escritório está pleiteando mais R$ 36 milhões numa outra ação contra a estatal, desta vez em nome da Colônia de Pescadores Z-5”.

Para mais detalhes, leia a notícia completa, diretamente na origem.


Comentários

Marcel J. Santos - Trabalhador Em Telemarketing 09.04.17 | 20:10:56
A decisão liminar com função de satisfativa. Possivelmente, foi convertida a liminar em antecipação da tutela. Mas, existe o perigo de reversibilidade e, com o saque do dinheiro e sua utilização integral pelo advogado, a Petrobrás terá prejuízo. Estranho é o irmão do advogado atuar no processo para facilitar o trâmite dele na Justiça da Bahia.
Banner publicitário

Mais artigos do autor

A máquina de poder que destroça o Brasil

* Das 714 mil pessoas e empresas ligadas a crimes financeiros e delitos antecedentes à lavagem de dinheiro no Brasil, 281 mil ocuparam cargos políticos (eleitos ou nomeados) ou são sócios e parentes delas * Pelo andar da carruagem, o Aécio vai ser preso antes do Lula... * Um vídeo de “Sexo Selvagem”, por engano, como se fosse “Procurando Nemo”.

PT condenado a indenizar trabalhador gaúcho que foi contratado para três dias de trabalho

•  Ele era menor na época dos fatos (2006), executava trabalho noturno para o partido e levou um tiro na cabeça, durante escaramuça política.

• Tartaruga jurídica vai completar 19 anos no Foro de Porto Alegre.

•  A desilusão de cidadãos de bem com o grave momento: “Agora só falta a primeira dama ser traveco”.

•  Sentença obriga GBOEx a assumir encargos de um seguro da liquidada Seguradora Confiança.

98% dos processos trabalhistas de todo o planeta estão no Brasil

•  Ministro Luís Roberto Barroso (STF) também classifica a Previdência brasileira como responsável por perversa transferência de renda: "Os 32 milhões de aposentados da iniciativa privada custam o mesmo que 1 milhão de aposentados do poder público”.

•  Um em cada dez brasileiros perderam amigos, nos últimos 12 meses: divergências durante contatos pelas mídias sociais.

• Mulheres experientes: homens jovens estão preferindo parceiras de mais idade.

•  A exitosa estatística de Sérgio Moro: 94% de decisões e sentenças confirmadas.

STJ nega habeas corpus a dois bois ameaçados de morte

•  Caso envolve os semoventes de nomes Spas e Lhuba, que estavam sendo perseguidos na Farra do Boi, em Biguaçu (SC).

Sancionada a lei que cria o documento único para brasileiros – o DIN.

•  “Revelação divina”: condenação financeira por fofoca em igreja sobre adultério de uma fiel.

•  Governo Temer: o que tem coragem...

Ganha música no “Fantástico” quem adivinhar quem são os Senhores Hábeas no STF...

• Sérgio Moro indefere pedido de Lula: a assessoria do ex-presidente queria colocar câmeras exclusivas para gravar o depoimento.

• Uma ação por suposta infração ética de duas advogadas: numa contestação, elas fizeram críticas pessoais ao falecido pai do autor da ação.

 Falso tribunal com “juiz arbitral”, “escrivão” e “oficiais de justiça” que cobravam dívidas mediante ameaças e coação.

Assistência jurídica gratuita só para quem ganha menos de R$ 2 mil

O Conselho Superior da Defensoria Pública da União define novo critério de hipossuficiência.

•  A correção monetária dos depósitos judiciais deve incluir os expurgos inflacionários.

•  TST condena empresa de valores por negar a empregado o “direito de desconexão do trabalho”.

•  Vida, morte e ressurreição de um peixe bagre: um processo que chegou até o STJ.