Ir para o conteúdo principal

Edição de sexta-feira , 25 de maio de 2018.

Celso de Mello começa a sair do STF



Jornal Estado de Minas (Reprodução)

Imagem da Matéria

O ministro Celso de Mello está começando a sair do STF, onde é juiz há quase 28 anos. É o mais antigo dos 11 ministros. “Pode ser que este seja o meu último ano aqui”, disse ele ao jornal O Estado de S. Paulo, em seu gabinete.

Se for, significa que o presidente Michel Temer poderá indicar seu segundo ministro em 2018. “De todo modo, se não for neste ano, eu certamente não pretendo ficar até os 75”, afirmou Celso de Mello É a idade limite para o cargo, que, aos 71 anos de idade atual, só atingirá em 2021.

O acervo do decano registra 3.298 processos aguardando julgamento, em quarto lugar no ranking dos 11 ministros (o primeiro é Ricardo Lewandowski, com 3.020; o último, Marco Aurélio Mello, com 7.639).

Celso tem um visível problema no quadril, com o desgaste do osso do fêmur, que o obriga a andar de bengala, se a distância é curta; ou de cadeira de rodas, se é maior, como tem feito em shoppings de São Paulo, que frequenta eventualmente com as duas filhas, ambas publicitárias.


Comentários

Banner publicitário

Notícias Relacionadas

Como será o expediente forense nesta sexta-feira no RS

Suspensão dos prazos na Justiça Federal. Adiamento das audiências na Justiça do Trabalho, caso uma ou ambas as partes não compareçam. Na Justiça estadual, a questão será de cunho jurisdicional: cada caso depende do respectivo juiz.

Advogado diz em petição que está com vontade de “chutar o pau da barraca”

Negativa de prestação jurisdicional pelo juiz deprecado (São Pedro do Sul-RS) é reclamada em petição à juíza deprecante (São Luiz Gonzaga-RS). “É impossível a um idoso como homem e/ou a um velho como advogado, compreender as razões que possam levar um juiz à indisfarçável prática de atos procrastinatórios”. Leia a íntegra da petição de desabafo.

Sem surpresa com o decreto de prisão de Lula

Ministro Marco Aurélio disse que “a justiça deve ser célere, em todos os sentidos". Leia também detalhes sobre o PEN – Partido Ecológico Nacional, autor de uma das ações declaratória de constitucionalidade sobre a prisão somente após o trânsito em julgado.