Ir para o conteúdo principal

Sexta-Feira, 15 de Dezembro de 2017
http://espacovital.com.br/images/mab_123_11.jpg

Deputado Tiririca pagará indenização por uso desautorizado da música “O Portão



Camera Press

Imagem da Matéria

 Quem ri por último...

O deputado federal Francisco Everardo Oliveira Silva (o Tiririca) e seu partido (o PR-SP), terão que, por decisão do TJ de São Paulo, pagar indenização à EMI Songs do Brasil Edições Musicais, por terem parodiado, em 2014, a música “O Portão”, de Roberto e Erasmo Carlos. Em primeira instância, ele e o partido já haviam sido condenados.

A gravadora é detentora, por cessão, dos direitos autorais da música.

Na campanha pela reeleição, vestido como o rei RC, Tiririca - sentado à mesa, diante de um pedação de carne (referência ao comercial que o cantor fazia à época para a Friboi) - dizia “que bifões, bicho!”.

A indenização será apurada em liquidação de sentença. (Proc. nº 1092453-03.2014.8.26.0100).

Para assistir a propaganda eleitoral, clique aqui.

 

 Help!

Manchete do jornal popular carioca Meia Hora: “Jhon Lenon sequestra ônibus e passageiros gritam HELP”.

Na capa, a foto do assaltante sendo preso.

Internamente mais detalhes: “malandro batizado com o nome do ex-beatle estava na condicional desde 2015”.

Detalhe: na certidão de nascimento a grafia é Jhon – bem como se leu acima.

 Deputado reclamante

Após pedir demissão como funcionário de carreira do Banco do Brasil – do qual passou licenciado a maior parte do tempo para se dedicar à política – o deputado federal Pompeo de Mattos (PDT-RS), aos 58 de idade, engrossa, agora, o rol de reclamantes que batem às portas da Justiça do Trabalho do RS.

Ele está pedindo que o BB pague diversas parcelas, entre as quais horas extras e reparação por dano moral. A contestação do banco sustenta, entre outras coisas, que o deputado reclamante é litigante de má fé.

A juíza Rita Volpato Bischoff, da 21ª Vara do Trabalho de Porto Alegre, designou audiência para ouvir o deputado, o preposto do banco e as testemunhas. Será no dia 6 de dezembro, a partir das 10h30h.

A pauta é longa e o deputado terá que esperar a habitual fila forense.(Proc. nº 0020592-10.2016.5.04.0021)

 Cobrança de autos

A propósito da publicação, aqui, na sexta-feira (28), sobre suposta cobrança de autos eletrônicos na 2ª Vara Cível de Torres (RS), o escrivão Nei Luiz da Rocha Pinheiro esclarece que “o processo nº 072/1.12.0002821-5 não é eletrônico, sendo físico”. E complementa que “os processos das Varas Cíveis do RS são todos físicos, à exceção de algumas comarcas que possuem procedimentos eletrônicos em executivos fiscais”.

A referência a que o mencionado processo em fase de cobrança de autos seria eletrônico constou, por equívoco da OAB-RS, na respectiva nota de expediente que a entidade distribuiu aos advogados.


Comentários

Banner publicitário

Mais artigos do autor

Brasileira estudante de Direito faz aborto na Colômbia

• O dilema da mãe de dois meninos – e com nova gestação avançando – enquanto a Justiça brasileira não decidia.
Rebeca Mendes Silva (foto) teve apoio da ONG Consórcio Latinoamericano contra o Aborto Inseguro.
• A próxima decisão do STF sobre a prisão, ou não, logo após a condenação de segunda instância.
• Sérgio Cabral: pastor de igreja, ou ladrão? Qual os leitores preferem?
• Procuram-se políticos honestos para uma festa do amigo secreto, em Brasília.

Natal generoso para várias dezenas de magistrados gaúchos

•TJRS está pagando novas “diferenças residuais da transição da URV”, cuja conta já custou ao Estado mais de R$ 1,4 bilhão.
• Decisão da Justiça de SC mantém o pagamento do imposto sindical.
• Universitários (as) e estagiários (as) cuidem-se! Entre eles, 12% nunca usam, nem exigem, a camisinha.
• Dois desembargadores do TRT-RS habilitados à vaga de ministro do TST.

Março ou abril: as datas em que Lula poderá ser condenado ou absolvido pelo TRF-4

• Voto pronto já saiu do gabinete de Gebran Neto e agora está, criptografado, no notebook de Leandro Paulsen.
• Lembram daquela história do “usufruto financeiro” de Eduardo Cunha? Vai custar a ele R$ 3,8 milhões de multa.
• O silêncio domina, dez meses e meio de depois da morte de Teori Zawascki.
• Mudança na jurisprudência da ação de cobrança de quotas condominiais.

Mais cuidados ao prestar fiança!

• Decisão do STJ estabelece que “fiadores de contrato de locação são solidariamente responsáveis pelos débitos locativos, ainda que não tenham anuído com o aditivo contratual que previa a prorrogação do contrato”.
• O castigo judicial contra advogado que ameaçou matar ex-namorada.
• Brasil: “pátria das tornozeleiras”.
• O dedo-duro do zagueiro da Ponte Preta...

Um grande lobby para tentar liberar os cigarros eletrônicos no Brasil

• A Souza Cruz tenta convencer a Anvisa e a opinião pública de que os E-cigarettes não causam mal à saúde. Mas...
• Agentes do propinoduto só esperam a chegada de Papai Noel para poderem sair por aí...
• Os US$ 59 milhões anuais que fizeram Luciano Huck desistir de concorrer à Presidência da República.