Ir para o conteúdo principal

Sexta-feira, 19 de Maio de 2017

Sicofanta, leviano, inescrupuloso e irresponsável



Na nota à imprensa em que criticou a “cavilosa arguição de impedimento” do ministro Gilmar Mendes na soltura de Eike Batista – feita pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot – o advogado Sergio Bermudes chama o PGR de “sicofanta” (mentiroso), “leviano”, “inescrupuloso” e “irresponsável”.

Na mesma manifestação, o advogado Bermudes informa: “Sem nunca ter tido procuração de Eike Batista, no processo penal, compareci, com ele, sem praticar qualquer ato, a uma audiência na 3ª Vara Federal Criminal do Rio com o consentimento dos criminalistas Ary Bergher e Raphael Mattos, a cujo convite assinei petição elaborada por esses advogados, apenas para prestigiar o cliente, sem qualquer outra atuação no processo”.

A nota foi publicada no saite Consultor Jurídico, que também acolheu o seguinte comentário do procurador da República Helio Telho, de Goiás: “Na nota, Bermudes confessa uma infração disciplinar, que foi a de assinar uma petição que não redigiu ou para a qual colaborou, mas o teria feito apenas para ´prestigiar´ o colega”.

A propósito

O Estatuto da Advocacia dispõe, em seu artigo 34, inciso V, que “constitui infração disciplinar assinar qualquer escrito destinado a processo judicial ou para fim extrajudicial que não tenha feito, ou em que não tenha colaborado”.


Comentários

Banner publicitário

Notícias Relacionadas

Charge de Gerson Kauer

As queixas dos advogados gaúchos

 

As queixas dos advogados gaúchos

Dados de uma enquete realizada pela OAB-RS com 50 mil profissionais e levantamento realizado pelo Espaço Vital, que colheu 2.131 respostas, revelam que 65% dos profissionais da advocacia não conseguem acesso pessoal com magistrados. E o mesmo percentual de advogados reclama contra a demora na expedição de alvarás.

Mais três dias para dizer quais são as melhores varas

E as piores também! O Espaço Vital está ouvindo a opinião de advogados e estagiários. Formulários eletrônicos para avaliar Varas Estaduais, Federais e do Trabalho podem ser enviados até quinta-feira (11), às 12h.