Ir para o conteúdo principal

Terça -feira, 15 Agosto de 2017
http://espacovital.com.br/images/mab_123_12.jpg

98% dos processos trabalhistas de todo o planeta estão no Brasil



 

 Vícios do Brasil

Enquanto a plateia de cerca de 150 pessoas aguardava em Londres, ao longo do sábado (13), o anunciado "possível grande duelo" entre José Eduardo Cardozo e Sergio Moro, uma série de dados críticos em relação ao nosso país foram apresentados em diferentes palestras do Brazil Forum.

O ministro Luís Roberto Barroso, do STF, abriu os trabalhos, comentando que o Brasil, sozinho, é responsável por 98% dos processos trabalhistas em todo o planeta Terra. Detalhe: nosso país tem 3% da população mundial.

O magistrado citou o caso do Citibank, que desistiu de operar no Brasil quando detectou que aqui obtinha 1% de suas receitas, enquanto simultaneamente sofria 93% das ações trabalhistas em que é reclamado, mundo afora. Em seguida, Barroso comentou que 4% do PIB brasileiro é gasto com o funcionalismo público – “é um alto custo do Estado”.

O ministro também classificou a Previdência brasileira como responsável por perversa transferência de renda. "Os 32 milhões de aposentados da iniciativa privada custam o mesmo que 1 milhão de aposentados do poder público”. Ao dividir dessa forma desigual, meio a meio, toda a arrecadação da Previdência, o amargo e injusto é que a maioria pobre termina dando dinheiro à minoria mais endinheirada.

Quanto ao possível duelo entre o ex-ministro da Justiça e o juiz da Lava-Jato, sentados lado a lado, o debate não se realizou, havendo educadas divergências e troca de mesuras. Ao iniciar sua fala, Moro brincou dizendo que algumas pessoas esperavam confronto, mas que ele não havia dado “nenhuma cotovelada” no colega de mesa. Segundo o juiz, é uma tolice pensar que os dois não poderiam dividir um espaço, já que “a democracia é um espaço acima de tudo de liberdade”.

Cardozo, a seu turno, feições mais constritas, usou uma frase repetitiva: “O processo de impeachment que retirou Dilma Rousseff foi um golpe”.

 Desagregação na rede

Uma pesquisa realizada pelas agências JWT e Grimpa XP - que ouviram 4.894 pessoas em todas as regiões do país – revela que quatro em cada dez brasileiros perderam amigos, nos últimos 12 meses, em função de divergências durante contatos pelas mídias sociais.

Internautas definem que se trata do chamado “rompimento digital”.

 Mulheres experientes

O mundo inteiro comenta - e, muitas vezes com pitadas de preconceito - o fato de o novo presidente da França, Emmanuel Macron, 39 de idade, ser casado com uma mulher, Brigitte Macron, 63 – irreversíveis 24 anos mais velha.

Afinal, o mais comum é o contrário: Michel Temer, por exemplo, é casado com Marcela, 43 anos mais nova.

A propósito, a professora de antropologia da UFRJ Mirian Goldenberg lançou o livro “Por que os homens preferem as mulheres mais velhas?”. Foram entrevistados 52 homens e mulheres, todos casados, há pelo menos dez anos, com uma diferença de idade também de, pelo menos, dez anos.

Segundo o livro “todos esses casais são muito felizes”. Entre as mulheres citadas que preferem/preferiram homens mais jovens, estão Susana Vieira, Elza Soares, Ana Maria Braga, Marília Gabriela e Elba Ramalho.

A propósito, números do IBGE mostram que aumentaram as uniões de mulheres mais velhas com homens de menos idade. Em dez anos (1996 a 2006) esses casamentos pularam de 5,6 milhões para 7,5 milhões. São impressionantes 34% de aumento.

 

 Estatística exitosa

Carlos Ayres Brito, ex-presidente do Supremo, pediu a gente de sua confiança para conferir o percentual das decisões de Sérgio Moro que foram mantidas – no TRF-4, no STJ e no STF.

Deu 94%. O levantamento constatou não haver um único juiz, no Brasil, com estatísticas de êxito sequer parecidas.

A propósito, o advogado e escritor José Paulo Cavalcanti Filho, em artigo publicado no Diário de Pernambuco, na sexta-feira (12), sob o título “Moro e Lula, o Encontro” fez projeções sobre a Lava-Jato.

Diz que “Moro sabe que a Lava Jato tem prazo para acabar, porque ele conhece o precedente da Mani Polite (Mãos Limpas), na Itália, onde depois de 5 anos, ninguém mais queria saber da operação”. E arremata que “Moro trabalha para que todos os processos estejam encerrados até o próximo ano”.


Comentários

Roan Marcell De Freitas Lago - Advogado 17.05.17 | 19:15:54
A estatística do Moro é absurda e gera dúvidas de politicagem jurídica entre magistrados.
Eliel Valesio Karkles - Advogado 16.05.17 | 10:06:36
98% dos processos trabalhistas são nossos? Alguma coisa está errada. Ou somos nós, ou é o resto do planeta.
Banner publicitário

Mais artigos do autor

Por que o governo não conversa com Luiz Fux?

• Temendo rebeliões, Temer desistiu de acabar com o auxílio-reclusão.  O corte era desejo da equipe econômica: geraria economia de R$ 600 milhões em 2018.

• Enquanto isso, desde 15 de setembro de 2014, o “auxílio-moradia” sangra as contas da União em R$ 437 milhões anuais. E os Estados gastam R$ 2 bilhões e 970 milhões para cobrir o mesmo penduricalho.

• Exame de Ordem: 136 mil inscritos, só 32 mil aprovados (23,6%).

• Lá vem o golpe! Cidadãos brasileiros, preparemo-nos, cada um de nós, para doar R$ 17 aos políticos deste país.

Publicidade das Lojas Marisa não ofendeu a memória de Marisa Letícia

 O Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária (Conar) arquiva 18 queixas de cidadãos e cidadãs brasileiras contra a rede de lojas.

• STF declara inconstitucional artigo da Constituição Estadual do RS.

 Uma ação da PREVI contra a Construtora Odebrecht: causa de R$ 242 milhões.

• Cobrança de quota condominial contra Eduardo Cunha: o “bunker” inativo do ex-deputado.

Presidente do TRF-4 elogia sentença que condenou Lula a nove anos de prisão

 Segundo o dirigente da corte, o julgado vai entrar para a História do Brasil.

 Opinião de quatro operadores jurídicos gaúchos sobre o julgado proferido por Sérgio Moro. Relembrem o

teor dos artigos 155 e 239 do Código de Processo Penal.

 Os cartazes nas ruas, com rostos de criminosos, ofereciam recompensas. Agora, pedem votos.

 Delação vai detalhar a venda de sentenças e acórdão.

Os riscos de as crianças usarem roupas de sereia

• O Inmetro vai alertar pais e mães sobre cuidados especiais para meninas que querem imitar a personagem Ritinha – vivida por Ísis Valverde - na novela “A Força do Querer”.

• Trocadilho em frase publicitária que oferece, no Brasil, chances de investimentos nos EUA: “Não precisa temer; a gente ajuda você a sair do País”.

• Condenação do senador Romário: R$ 50 mil para o presidente da CBF.

• A elogiável sensibilidade das mulheres brasileiras.

Senado e Câmara Federal custam R$ 1,16 milhão por hora aos cidadãos brasileiros

O espantoso dispêndio que se repete 365 dias ao ano também inclui os salários. Todos os gastos com a nossa representação política tem um custo anual de R$ 1 bilhão e 16 milhões.

Uma competição brasiliense entre cinco cães muito espertos: o Escalímetro, o Cash Flow, o Óxido, o Megabyte e o Deputado. Adivinhem quem ganhou, inclusive afrontando um delegado e um juiz...

Multa inconstitucional de 10% sobre o FGTS

  Se Lula for condenado e obtiver a prisão domiciliar, onde será o cumprimento da pena?

  STF vai julgar em agosto ação que tramita há mais de 25 anos.

  Formada a lista tríplice para a escolha de novo desembargador federal do TRF-4.