Ir para o conteúdo principal

Terça-Feira, 17 Outubro de 2017

O amor em segredo de justiça



Charge de Gerson Kauer

Imagem da Matéria

Ontem (12), cedo, metade da manhã do Dia dos Namorados, vazou – com coloração gaúcha - nas redes sociais a petição em versos que um jovem advogado teria, em envelope grampeado na parte interna da capa de um processo, dirigido à nova juíza da comarca – ambos solteiros.

Aparentemente apaixonado pela magistrada – depois de insinuantes trocas de olhares em audiências - o advogado teria criado a seguinte petição:

“Eu, bacharel em direito
Conforme a lei em vigor,
Venho com todo o respeito
Requerer o seu amor.

Meu coração tem urgência
E não podendo esperar,
Peço que Vossa Excelência
Me conceda a liminar.

Caso eu a tenha ofendido
Com a inépcia do pedido,
Rogo pelo amor de Deus:
Se me faltou algum tato,
Prenda-me por desacato,
Mas prenda nos braços seus”.

 Prontamente, a magistrada teria despachado à mão, numa folha sem timbre, aposta dentro de um envelope de insinuante cor rosada, mandado entregar no escritório do advogado:

Em toda a minha carreira,
Como juíza de direito,
Nunca vi tanta besteira,
Nem tamanho desrespeito.

Minha conduta moral
É lei que não se revoga
Nem com sustentação oral
Debaixo da minha toga.

Por isso, ilustre advogado,
Seu pedido tresloucado
Indefiro nesta liça.

Depois, com a noite em curso,
Fora do expediente,
Eu aguardo o seu recurso.
E que se faça presente,
Mas em segredo de justiça”.

Até o fechamento desta página - às 8h30 de 13 de junho, manhã posterior ao Dia dos Namorados - a expectativa na comarca era a de que o advogado teria recebido a juíza, em seu apartamento, às 8 da noite de ontem. Durante a tarde ele estivera no melhor supermercado da cidade, em busca de itens para um presumível jantar aprimorado: champanhe, salmão, trufas, licor e outros quitutes.


Comentários

Wenceslau Teixeira Madeira - Advogado 16.06.17 | 17:13:25
Ao grande e espetacular Espaço Vital, parabéns!  Admirei a poesia do causídico e da juíza. Excelent. A justiça é excelente quando rápida e bem humorada! Ah, se as petições, despachos, sentenças e acórdãos fossem, em prosas e versos, assim elaboradas, eriam todos apreciados e acolhidos com atenção ! No final, veríamos, com alegria, as partes dando as mãos !
Nelson Oscar De Souza - Desembargador Aposentado 13.06.17 | 18:55:28
Aos bacharéis, toda a minha alegria ! E a plena florescência do Amor. E versos perfeitamente corretos ! Não abandonem também está bela vocação.
Bernadete Kurtz - Advogada 13.06.17 | 15:05:51
Se forem verdadeiros os fatos, levanto as mãos para o céu! É de amor que precisamos nestes tempos tristes de intolerãncia!
Banner publicitário

Notícias Relacionadas

Gerson Kauer

Pernas maravilhosas

 

Pernas maravilhosas

A fábrica brasileira de calçados deu asas a um italiano. Ele era representante de empresa estrangeira que adquiria produtos fabricados na região calçadista. Mas passou a ter interesse paralelo nas pernas das empregadas da indústria...

Gerson Kauer

“Você não está filmando, né?...”

 

“Você não está filmando, né?...”

Cenas íntimas - de um casal que se formou na balada - pulularam na Internet. Depois virou caso judicial, com ações penal e cível. No julgamento desta, o juiz registrou que “mesmo que ela tivesse consentido com as gravações, jamais estava o parceiro sexual autorizado à divulgação posterior.

Gerson Kauer

O “Doutor Encoxador”

 

O “Doutor Encoxador”

Segundo a denúncia na ação penal, “o médico ordenava que as pacientes mantivessem respiração ofegante, também encoxando-as, enquanto introduzia sobre seus seios uma de suas mãos, alegando ser necessário para o perfeito exame de toque aferidor dos pulmões”.

Gerson Kauer

Dona Merca, com ´c´. Ou com ´d ´ ?

 

Dona Merca, com ´c´. Ou com ´d ´ ?

Tarde escaldante, juiz, advogados, partes e serventuário tomam fôlego e levam adiante uma audiência conciliatória. O magistrado logo pergunta à autora da ação: “O seu nome está correto?...”

Gerson Kauer

A fortuna do “Padre Eros”

 

A fortuna do “Padre Eros”

Na cidade de 150 mil habitantes, o padre -  filho único - herdara todo o patrimônio deixado por seus pais. Era um homem rico - todos sabiam. Liberal, o religioso não obedecia ao celibato.  Metade dos paroquianos sabia que ele mantinha uma união “semi-estável” com uma mulher de meia idade, com quem tinha encontros matinais.

Charge de Gerson Kauer

O juiz papador

 

O juiz papador

Era uma ação trabalhista em que o porteiro de um motel reclamava horas extras. A petição inicial juntou fotos com as placas de automóveis que eram ´habituês´ nas incursões românticas.  E requereu que o Detran informasse os nomes dos proprietários dos clientes assíduos...