Ir para o conteúdo principal

Edição de sexta-feira, 23 de fevereiro de 2018.

Impasse conjugal



Gerson Kauer

Imagem da Matéria

O cidadão sofreu grave acidente de trânsito e sua masculinidade foi danificada. O médico assegurou-lhe que a ciência moderna poderia devolver a virilidade, mas que o seguro-saúde não cobriria o procedimento. Assim, em atendimento particular, o custo seria de R$ 15 mil para um "pequeno", 20 mil para um "mediano" e 30 mil para um “avantajado”.

Outra solução seria levar o caso a juízo, com chance de, alguns anos depois, obter decisão transitada em julgado condenando o plano de saúde ao custeio do implante peniano. Com o detalhe de que, por causa da notória demora judicial, talvez fosse tarde demais...

O cidadão mostrou-se disposto a raspar as economias, mas achou prudente conversar com a esposa, na expectativa de que ela quisesse ao menos um “mediano”... e, até, talvez um “grande”!

O urologista considerou a dúvida conjugal pertinente e, assim, sugeriu que o casal logo discutisse as medidas, via celular. E se retirou da sala de consultas por alguns minutos.

O homem ligou para a cônjuge e explicou suas opções. Cinco minutos depois, o cirurgião voltou para a sala, percebendo a inquietude do futuro paciente.

- O que vocês dois decidiram? - perguntou o médico.

- A minha mulher prefere reformar a cozinha! – contou, pesaroso, o paciente.

Poucas semanas depois, o cidadão ingressou com ação de divórcio litigioso. Na audiência inicial, o juiz conseguiu transformar o litígio em pedido consensual de fim do casamento.

Pela partilha, soube-se que a reforma da cozinha da madame não se realizou.


Comentários

Banner publicitário

Notícias Relacionadas

Charge de Gerson Kauer

A fórmula lucrativa da garota-de-programa

 

A fórmula lucrativa da garota-de-programa

Uma rara e demorada demanda judicial: a ação em busca de lucros cessantes de uma jovem mulher que se acidentou durante viagem com o parceiro pagante. E uma afirmação prosaica no recurso de apelação: “A prostituição é atividade alternativa no mercado de trabalho para jovens brasileiras sem perspectiva de emprego"

Charge de Gerson Kauer

A falta de provas

 

A falta de provas

Dois dias depois do julgamento de segundo grau que condenou o ex-presidente da República, começa um cursinho de Direito, com duas dezenas de jovens que aspiram o ingresso na magistratura. Na aula inaugural, o professor de Direito Penal conta uma história conjugal: um político militante desconfiava que sua esposa era adúltera. Então...

Charge de Gerson Kauer

O sexo e a vizinhança

 

O sexo e a vizinhança

Periodicamente, em um prédio da Independência, ouve-se o eco de tapas seguidos de gemidos altos. Os vizinhos já sabem que, em seguida, haverá muitos gritos decorrentes de cenas explícitas de sexo. O caso chega a Juízo. A juíza convida o casal participante e os vizinhos “à tolerância e à moderação, pelo bem social”.

Charge de Gerson Kauer

Predileção por lâmpadas vermelhas

 

Predileção por lâmpadas vermelhas

O equívoco cometido por um juiz que se preparava para assumir a jurisdição. Era meados de dezembro. Ao, pela primeira vez, subir a Serra Gaúcha, “encantou-se” com insinuantes luzes vermelhas que adornavam a fachada da casa de uma tradicional família italiana.

Charge de Gerson Kauer

O que (também) se faz no casamento?

 

O que (também) se faz no casamento?

Era o julgamento de uma apelação que buscava a anulação de um casamento, porque o homem se recusava ao relacionamento sexual. Até que o desembargador vogal descontraiu a discussão jurídica: “Dentre as finalidades do casamento está o relacionamento sexual - embora ninguém case só para isso, mas case também para isso”.

Charge de Gerson Kauer

Audiência de acareação

 

Audiência de acareação

Defronte ao juiz, no foro e perante os habituais personagens da cena forense, quase um engano atroz da idosa vítima de um crime sexual. Ela não identifica o preso como o autor da violência. E, espantosamente, ela passa a desconfiar do advogado de defesa!...