Ir para o conteúdo principal

Terça -feira, 15 Agosto de 2017

Devedor de alimentos não pode ser preso duas vezes



Não é possível a decretação de nova prisão de um devedor de alimentos pelo mesmo débito, quando ele já esteve recluso em período anterior. A decisão é da 3ª Turma do STJ, concedendo habeas corpus a um homem que ficou preso por 30 dias por não pagar pensão; ele já estava solto.

Como ele continuou não quitando o débito alimentar, a ex-mulher renovou o pedido de prisão pela mesma dívida. As duas instâncias inferiores deferiram o pedido: mais 30 dias de cadeia.

O ministro Villas Bôas Cueva, do STJ, concedeu o habeas corpus. O relator do caso considerou “ser possível prorrogar o pedido de prisão em curso, como meio eficaz de coação para a quitação do débito, mas desde que observado o limite temporal”.

No caso julgado, todavia, o ex-marido já havia cumprido o período prisional fixado. Assim, a segunda prisão corresponderia a um “bis in idem”.

Conforme o acórdão, “se o paciente já cumpriu integralmente a pena fixada pelo juízo da execução, não há falar em renovação pelo mesmo fato, não se aplicando a Súmula nº 309 do STJ; esta apenas autoriza a prisão civil do alimentante relativa às três prestações anteriores ao ajuizamento da execução, bem como àquelas que vencerem no curso do processo”. (Processo em segredo de justiça).


Comentários

Banner publicitário

Notícias Relacionadas

Potins desta terça-feira

Lula é inocentado em ação penal por chamar Aécio de “filhinho de papai”
O “presidenciável” Joaquim Barbosa – segundo a revista Forbes.
Condenação milionária da cantora Annita.
Uma ação da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis contra o americano Airbnb.
Os lícitos (com “L”) do doleiro Lucio Funaro.
O notório Eliseu Padilha como 1º ministro de Temer.
Pesquisa com 2.468 brasileiros revela que 34% gostariam de, logo, ir embora do País.
Michel Temer pede aplausos...

Potins desta sexta-feira

•  Mandatos de dez anos no STF, STJ, TST e demais tribunais do país.

•  Mesmo com o Rio de Janeiro quebrado, governador Pezão (PMDB-RJ) quer jatinho de $ 2,5 milhões.

•  Doutorando condenada a indenizar professora.

•  O governo cego de Michel Temer.

•  Eduardo Cunha deve até as quotas condominiais de seu “bunker”.

•  Troféu “Quentinhas na Mesa” para senadoras.

•  Pergunta que políticos estão fazendo a seus amigos: “Se você disputasse uma eleição em 2018, o que diria aos eleitores”?

Potins desta sexta-feira

•  STF publica, enfim, o acórdão sobre a “pílula do câncer”.

•  Ministro do STF concede imunidade a senador por ofensas postadas no WhatsApp.

•  Permissão de adereço religioso na foto da CNH.

•  Até empregados domésticos repatriaram dinheiro que estava no exterior.

• STJ confirma nova condenação de Rita Lee por ofensas a PM.

•  Mais de 550 mil cabelereiras/os no Brasil.

Potins desta terça-feira

• Lula diz que a palavra ´propina´ foi inventada por empresários...

• Marcela Temer tomou doril?

• Campanha do governo vai mostrar Temer como “fazedor”.

• Na Venezuela, “morreu gente viva”...

• Colégio Marista em Salvador: onde estudaram vários personagens notórios da Lava Jato.

• Aldemir Bendine: o que iria moralizar e dar transparência à Petrobras...

Potins desta sexta-feira

OAB-RS exclui mais um advogado * Direito de portador de câncer receber integralmente os proventos da aposentadoria e previdência privada, com isenção de imposto de renda * A última da “rádio-corredor” da OAB-RS... * Azul vai trocar os Embraer 195 por novos Airbus: a volta da poltrona do meio* Legalidade do reajuste, via medida provisória, do PIS e Cofins já está sob análise do STF desde fevereiro * Odebrecht trabalhando para se apresentar como “moça comportada* As encrencas do Brasil desde 1922.

Potins desta terça-feira

Egito condena 28 pessoas à morte pelo assassinato do procurador-geral do país * Dia do Frango e do Ovo agora é lei * Os falastrões de Brasília * Delação de Lúcio Funaro vai alcançar dois laboratórios e a Anvisa * Respingos sobre ministros do STJ na delação do ex-presidente da OAS.