Ir para o conteúdo principal

Edição sexta-feira , 20 de julho de 2018.

Potins desta sexta-feira



• Mandato de dez anos no STF

Como o Espaço Vital havia antecipado, a comissão de reforma política fixou mandato de dez anos para ministros do STF, a partir dos futuros ingressos na corte.

Pelo projeto, o mesmo critério valerá para todos os tribunais superiores, tribunais estaduais e nos cinco TRFs. Segundo o relator, Vicente Cândido (PT-SP), “a medida fará com que o Judiciário tenha uma melhor oxigenação”.

As mudanças aprovadas ontem (10) tramitam em formato de PEC e só entrarão em vigor após aprovadas em dois turnos no plenário da Câmara, além de duas outras votações no Senado, antes da promulgação.

• Olho vivo!

A comissão de reforma política (acima) é a mesma que aprovou um fundo de R$ 3.600.000.000,00 para financiar os gastos partidários nas eleições.

Alegadamente acaba o caixa dois e surge a caixa forte, sem riscos, paga por todos os mortais brasileiros.

•  Rale-se o povo!

Sem pagar integralmente os salários dos servidores há três meses – e com o Estado quebrado – o governo do Estado carioca lançou edital para alugar, por um ano, serviço de jatinho para o governador Pezão (PMDB-RJ), ao custo de até R$ 2.510.000.

A “justificativa” é que Pezão precisa de “flexibilidade de horários de voos”.

Safado!

•  Professora x doutoranda

O caso da doutoranda Andreia Silva de Souto que, em novembro de 2012, acusou de racismo sua orientadora Suzana Borschiver, da Universidade do Rio de Janeiro, em doutorado de Química, teve esta semana – quase cinco anos depois – sentença de primeiro grau.

A ação começou em agosto de 2013. Na 2ª Vara Cível da Barra da Tijuca, no Rio, o julgado condenou a doutora a pagar R$ 15 mil de reparação moral à professora, porque aquela não provou a acusação. Cabe recurso de apelação. (Proc. nº 0023568-44.2013.8.19.0009).

• Aí tinha...

O Condomínio Edifício de Paoli, notório endereço de gente bem sucedida, no Centro do Rio de Janeiro, entrou com ação contra...Eduardo Cosentino da Cunha. O ex-deputado (PMDB-RJ) e agora presidiário mantem ali – agora fechado – seu outrora famoso bunker.

A ação busca R$ 27 mil de quotas condominiais inadimplidas.

E se o escritório falasse? (Proc. nº 0197944-12.2017.8).

•  Governo cego

Michel Temer, o presidente mais impopular da História do Brasil, protagonizou esta semana mais uma trapalhada, ao confirmar – e desmentir horas depois – os estudos para aumentar o Imposto de Renda.

Mesmo com o crescente rombo nas contas, o presidente não lidera uma proposta de corte radical, nos gastos de pessoal, nem de privilégios, mamatas e mordomias no setor público. Bem que a “turma de casa” poderia dizer a Michel que há um choque entre a sociedade e o Estado.

• Troféu “Quentinhas na Mesa”

O Conselho de Ética do Senado arquivou, esta semana, por 12 x 2 votos (e uma abstenção) a reclamação contra as senadoras que ocuparam, por meia dúzia de horas, com direito a almoço, a Mesa Diretora da casa durante a votação trabalhista.

Gleisi Hoffmann (PT-PR), Fátima Bezerra (PT-RN), Regina Sousa (PT-PI), Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM), Lídice da Mata (PSB-BA) e Ângela Portela (PDT-RR) devem estar orgulhosas, de peitos empinados.

Segundo a “rádio-corredor” da OAB de Brasília, elas merecem o troféu “Quentinhas na Mesa”.

• De-gra-da-ção

Deputados, senadores, governadores e vereadores, diante da degradação política e da crise financeira, têm feito – Brasil afora - uma pergunta simples a amigos e familiares: “Se você disputasse uma eleição em 2018, o que diria aos eleitores”?

Muita gente tem respondido com uma pergunta: “Por que você não abandona a política?”...


Comentários

Sérgio Tajes Gomes - Advogado 14.08.17 | 17:35:53

Professora x doutoranda. Morosidade ou agilidade do Judiciário é impressionante. Eu mesmo tenho uma ação que já foi objeto de publicação do EV quando estava para fazer 19 anos, e em 13/05/2017 completou 21 anos . Por outro lado, incrível, mas uma outra ação também de seguros aqui em SC ajuizada em 04/10/2016 foi julgada em 03/07/2017, ou seja, exatamente ao completar 09 meses (um período de gestação). E transitou em julgado em 27/07/2017. Deu para entender? Basta trabalhar que a coisa funciona.

Banner publicitário

Notícias Relacionadas

Potins desta sexta-feira

 Negado vínculo de emprego entre carregador de tacos de golfe e o Country Clube de Porto Alegre.

 Um homem e sua união estável com duas mulheres

TRF-4 mantém liminar que impede governo do RS de arquivar a extinção da Fundação Piratini.

 CF da OAB diz que o modelo da Agência Nacional de Saúde e outras reguladoras está falido.

 Auxílio-acidente depois do auxílio-doença.

 MPF vai pedir, em agosto que Adriana Ancelmo volte para a prisão.

Potins desta sexta-feira

•  Cartazete em escritório de advocacia gaúcho explica a cobrança de R$ 150 por consulta: “É da mesma forma como acontece quando o(a) distinto(a) cidadão(ã) vai a um médico particular”.

• Pensões distintas para filhos do mesmo pai. O STJ flexibiliza o princípio da igualdade absoluta de direitos.

•  Um precedente do TST que vai mexer no adicional noturno.

•  Restrições ao prazo em dobro quando houver litisconsórcio de réus.

•  Os apertos de julho... E o que nos espera em agosto?

Potins desta terça-feira

 O futuro presidente Toffoli já começa a pensar no aumento para o Judiciário.

• Rodrigo Janot vem ao RS para falar sobre eleições e corrupção.

 Foi em Santiago (RS), a audiência criminal em que o réu não aceitava uma mulher juíza!

 O ano de 2014 que ainda não acabou em Porto Alegre.

 Desaprovação ao governo brasileiro só não é pior do que a de Bósnia-Herzegovina.

 O jeitinho para evitar o avanço no combate da corrupção no Brasil.

• Discriminação nos EUA contra mulheres grávidas empregadas.

 Colega de Rosa Weber no STF avalia que ela é a “ministra pêndulo”.

• Os 60 dias pedidos pela PGR que vão ajudar Michel Temer.

Potins desta terça-feira

 Gleisi Hoffmann quer que o Judiciário se sensibilize com o caos social e libere Lula.

• Na política brasileira, outubro chegou em junho.

 STJ decide se cidadã pode deixar de se chamar Tatiana, para ser Tatiane.

 Ainda sem título definitivo, vem aí as “memórias do cárcere de Lula”.

• As buscas no apartamento de Augusto Nardes: nada ostensivo...

 Brasileiros acreditam pouco na seriedade das eleições.

•  Benesses para os planos de saúde: 107% de aumento em sete anos.

Potins desta terça-feira

 Maior jornal da Inglaterra diz que “Sérgio Moro é “o homem que encerrou cinco séculos de impunidade no Brasil”.

 Governo acaba de criar mais um elefante branco: o SUSP, irmão do SUS.

•  STF vota na quinta-feira (24) proposta de nova súmula vinculante.

 Quando a “utilidade política” prevalece sobre a utilidade pública...

 Embaixadas para Temer, Moreira e Padilha – se Alkmin for Presidente da República. Mas ele nega.

• População com 60 de idade, ou mais, estará superando os moços de 16 a 24 anos, nas eleições de outubro.

 Impasse no TST para tentar orientar decisões uniformes em ações trabalhistas.

 Prorrogação do benefício de salário-maternidade, em decorrência de parto prematuro.

Novo slogan de Temer vira piada nas redes sociais

• A importância da vírgula: o presidente diz que “o Brasil voltou, 20 anos em dois”.

• Mas há quem ironize: “o Brasil voltou 20 anos em dois”.

 Uma busca e apreensão – por engano – na casa do secretário adjunto do CF-OAB.

 A prescrição que agrada banqueiros.

 Gilmar Mendes prevê uma avalanche processual nos foros e tribunais, Brasil afora.

 Quanto é dois mais dois?

• Uma análise de Joaquim Barbosa sobre o sistema político brasileiro.