Ir para o conteúdo principal

Terça-Feira, 21 de Novembro de 2017

Excelências entrando em forma!...



Charge de Gerson Kauer

Imagem da Matéria

Não é novidade que, Brasil afora, gasta-se muito com os salários (e penduricalhos) da magistratura brasileira.

E justo agora - quando há uma reação nacional contra o novo reajuste que juízes e desembargadores pedem -  o Tribunal Regional do Trabalho da 5ª Região, com sede em Salvador (BA), está dando uma forcinha para que Suas Excelências mantenham a forma e participem de uma competição de atletismo.

Por generosidade, servidores da corte também estão incluídos no rol dos beneficiados. Eles também poderão participar dos treinamentos.

O tribunal baiano está fazendo, oficialmente, um pregão para contratar uma empresa para “assessorar magistrados e servidores em aulas de corrida e caminhada”. A licitação, na modalidade de menor preço, foi publicada na terça passada (8).

A data limite para as propostas e a abertura delas será na próxima terça (22).

O objetivo, segundo o tribunal, é “orientar os magistrados e servidores que participarão da Olimpíada da Justiça do Trabalho, na modalidade de atletismo e realizar uma corrida e caminhada ecológica anual”.

A publicação oficial não especifica os dias da semana, nem os horários em que os ´personal trainers´  prestarão seus serviços.

A cidadania acredita que será aos sábados e/ou domingos, quando magistrados e servidores estarão dispensados do trabalho.

A propósito

1)“Como se esses juízes já não tivessem corrida suficiente”...

2)“Mas é garantido que a corridinha será sem mala”...

3)“Fica a lição do sábio Chacrinha: ´Só acaba quando termina´”...

(Todas as frases são da “rádio-corredor” da OAB da Bahia).


Comentários

Ricardo Ullmann Coelho Dos Santos - Escrivão 16.08.17 | 09:58:59
"Sábados e domingos"? Podemos cuidar da saúde antes e depois do expediente, ou é proibido? Todos os dias, quando saio do trabalho, vejo o Grupo de Corrida do Banrisul. Por que será que o Banrisul investe na saúde do seu empregado? Porque ele economiza em licença saúde, afastamentos, tratamentos, etc. O TJRS teve, por muito tempo, ginástica laboral durante o expediente. Com certeza a produção e a eficiência melhoraram.
Banner publicitário

Notícias Relacionadas

Roupa suja se lava em casa, ou no tribunal...

Depois do enfrentamento verbal Barroso x Gilmar no STF, agora as farpas são trocadas, por escrito, no TST entre o presidente Ives Gandra Martins Filho e o vice Emmanuel Pereira.

Dois magistrados do Trabalho aposentados compulsoriamente

Decisão do CNJ alcança o ex-corregedor-geral do TRT-14 (RO) Vulmar de Araújo Coêlho Júnior e o juiz Domingos Sávio Gomes dos Santos. Mas por uma aberração legal brasileira, eles continuarão recebendo seus salários.

Um “agrado” para 37 mil autoridades

Sobe o índice de congestionamento do Judiciário brasileiro. Entrementes, o julgamento do fim do foro privilegiado perde espaço no STF e pode ficar para 2018. Ou para 2019...