Ir para o conteúdo principal

Edição sexta-feira , 20 de julho de 2018.
http://espacovital.com.br/images/mab_123_13.jpg

Assédio moral de jogadores do Inter contra historiadora do clube



Não dar bola”...

O Sport Club Internacional de Porto Alegre indenizará uma historiadora, que foi vítima de assédio moral praticado por jogadores das categorias de base do clube. A cifra é modesta: R$ 5 mil. O TST rejeitou o recurso do clube contra a condenação imposta pelo TRT gaúcho.

A historiadora trabalhou no museu do clube durante três anos e pediu demissão por considerar “insustentável” o tratamento que recebia dos jogadores das categorias de base.

Eles constantemente se referiam a ela como “gostosa”, “cheirosa”, “linda”. E por aí...

Em juízo, ela afirmou que comunicou o fato à sua superior hierárquica, que teria dito para “não dar bola”, e que nada poderia fazer, pois os atletas de base “tinham muito prestígio com a direção do clube”. (Proc. nº 0021089-40.2014.5.04.0006).

Rezem os dois!

As delações de oito executivos da OAS – que chegaram ao STF na sexta passada – têm chumbo grosso e quente contra Lula e Aécio.

Segundo vaticínio da “rádio-corredor” da OAB de Brasília, os dois vão ficar “de joelhos no ringue jurídico”.

Rei na vida real

Está decidido um dos dois embriões do filme a ser rodado sobre a vida de Roberto Carlos: a admissão, pelo artista, da amputação de parte de sua perna direita, aos seis anos de idade, no Espírito Santo.

Outro componente também está definido: o filme terá sutis cenas de sexo.

Os grandes assaltos

Na lista dos dez maiores assaltos da história, em todo o mundo, o Brasil infelizmente tem destaque. Até agosto detínhamos apenas o 2º lugar, com os US$ 76,8 milhões levados do Banco Central em Fortaleza, em 2005.

Mas a descoberta feita pela Polícia Federal no “bunker” de Geddel Vieira Lima aumentou, a partir de 5 de setembro, a presença brasileira no rol dos inglórios: a fortuna achada na “gruta do Ali Baba baiano”, em Salvador (BA), equivalente a US$ 16 milhões, está no 7º lugar no ranking global.

Imbatível há 30 anos, o maior roubo da história ocorreu em Londres, em 12 de julho de 1987: dois homens (que não eram políticos...) entraram num depósito de dinheiro com a desculpa de alugar um cofre. Ninguém reparou que eles estavam armados com pistolas, com o que ficou fácil dominar o gerente e os seguranças, levando US$ 112,9 milhões.

Para evitar incômodos durante o assalto, os larápios penduraram placas: “Depósito fechado temporariamente”.

Pelas impressões digitais, a polícia chegou ao cabeça do crime: o italiano Valerio Viccei. Após quatro anos preso, Viccei foi transferido para a Itália, onde cumpriu prisão em regime semiaberto até sua morte, em 2000.


Comentários

Vilson Roberto Schott - Aposentado 19.09.17 | 10:39:13

Imaginem o Brasil com 103 partidos politicos; assim ja é uma baderna , já não chega a confusão que está. Se isto acontecer será o reino da corrupção.

Banner publicitário

Mais artigos do autor

Armário da comarca: sete anos e meio de lentidão processual em ação penal que tem 25 denunciados por fraude contra o Banrisul.

 Armário da corte: o triste atropelamento de 17 ciclistas e uma ação penal que teima em não terminar.

 Sinal vermelho da Environment Justice Atlas sobre Porto Alegre: precariedade da mobilidade urbana e demora na solução judicial.

 Corregedor nacional da justiça apõe intrigante segredo de justiça no pedido de providências sobre o plantão do TRF-4 que quase soltou Lula.

STF suspende cobrança abusiva de 40% pelos planos de saúde

· Na decisão, Cármen Lúcia afirma que “saúde não é mercadoria, vida não é negócio, e dignidade não é lucro”.

· Auxílio-maternidade a uma mulher que adotou menina de 12 anos.

· Franklin Martins, envolvido no sequestro do embaixador Charles Burke Elbrick, poderá estar na equipe de Dias Tóffoli na presidência do STF.

· Custódia do notebook apreendido na residência do empresário Henrique Constantino, um dos fundadores da Gol.

Reflexos e rescaldos de um plantão controvertido

• AJUFE não defenderá Favreto se ele for denunciado por prevaricação. Na eventual ação penal cabem transação penal e suspensão condicional da pena.

 Das redes sociais: “Outrora atribuída a advogados desqualificados, nosso país acaba de criar a figura do desembargador de porta de cadeia”.

 O “tríplice milagre” realizado por Lula.

•  “Rádio-corredor” forense anuncia candidato de oposição às eleições da OAB-RS. Mas o objetivo é 2021.

O polêmico desempenho do desembargador Favreto, no controvertido plantão do TRF-4

• O Espaço Vital pediu a opinião de 20 advogados sobre a confusão jurídica do domingo. Entre as respostas, veio à baila o ensaio da Grécia antiga: “Ne sutor ultra crepidam”.

 Google vence Xuxa definitivamente. Insucesso da ação que buscava a remoção de imagens e links a quem digitasse, no mecanismo de buscas, o nome da apresentadora e “pedófila”.

 Clamor feminista pretende que a OAB passe a chamar-se Ordem da Advocacia do Brasil. Sonho que fica para 2019 ou 2020.

• Só uma seccional estadual da OAB tem, atualmente, mais advogadas do que advogados.

 Mas as estagiárias já são maioria, na estatística nacional.

Salvo surpresas, Gilmar Mendes fica no STF até 30.12.2030

 Facchin indefere o pedido para que o Senado analise o impeachment do ministro colega. E a PGR não vai recorrer.

 Novo round no julgamento do caso que gerou a acusação de suposta corrupção no TJ de Santa Catarina: ontem, o voto- vista do vogal.

 Advogado gaúcho analisa supremas incoerências recentes do STF

Indenização para Luciano Huck por uso indevido de seu nome em lançamento imobiliário

 Decisão do STJ confirma a condenação da Cipesa, construtora de luxuoso empreendimento residencial em São Paulo, mas isenta a imobiliária que fez a comercialização.

 Conselho Seccional da OAB-RS exclui mais três advogados.

 A internacional Environment Justice Atlas aponta conflitos socioambientais em três casos no RS: um deles é a demora da Justiça gaúcha em decidir o caso do atropelamento coletivo de 17 ciclistas.

 Os gols financeiros que os planos de saúde festejam durante a Copa do Mundo.