Ir para o conteúdo principal

Edição de sexta-feira, 19 de outubro de 2018.

A morte da mulher mais rica do mundo



Google Imagens

Imagem da Matéria

Liliane Bettencourt, a herdeira da L’Oréal, uma das principais marcas de cosméticos do mundo, morreu ontem (21) aos 94 anos em Neuilly-sur-Seine, nos arredores de Paris. Ela era considerada pela Revista Forbes a mulher mais rica do mundo, somando 48,6 bilhões de dólares.

Ela era filha do fundador da L’Oréal, Eugène Schueller.

De acordo com o jornal francês Le Monde, ela foi a responsável por consolidar a hegemonia mundial da L’Oréal no setor de cosméticos. Inicialmente batizada de L’Auréale, a companhia foi criada por Schueller em 1909.

A L'Oréal é uma empresa multinacional francesa; sua sede é em Clichy. Atuando em 130 países, a L'Oréal é líder global em cosméticos. Com uma faturamento anual médio de mais de 14 bilhões de euros possui 290 subsidiárias, 42 fábricas e mais de 67 mil funcionários de 100 nacionalidades diferentes.

Os países que mais utilizam os produtos da L'Oréal são os Estados Unidos, França, China, Alemanha e Brasil.

Como a mãe dela faleceu quando ela ainda era criança, Liliane foi criada principalmente pelo pai. Ela era a principal acionista da L’Oréal e foi responsável por criar a Fundação Bettencourt Schueller, em 1987, junto a seu marido, André Bettencourt, e sua filha, Françoise Bettencourt Meyers. A instituição atua em três frentes, apoiando as pesquisas e formação científica, a cultura e a ação social.

“Nesse momento doloroso para nós, eu gostaria de reiterar, em nome de nossa família, nosso total compromisso e lealdade à L’Oréal e de renovar toda a minha confiança em seu presidente Jean-Paul Agon, assim como às suas equipes no mundo inteiro”, escreveu Françoise em um comunicado divulgado nesta quinta. Ela relembrou, ainda, que Liliane completaria 95 anos no dia 21 de outubro. “Minha mãe partiu tranquilamente” – diz o texto.

Liliane foi diagnosticada com Alzheimer em 2013 e, desde então, se mantinha reclusa da vida pública. Ela abandonou o conselho de administração da L’Oréal, fundada por seu pai, no mesmo ano. A família Bettencourt tem uma participação de 33% da empresa.


Comentários

Banner publicitário

Notícias Relacionadas