Ir para o conteúdo principal

Terça-Feira, 19 de Dezembro de 2017

Potins desta sexta-feira



• Proteção a trabalhador reclamante

Decisão da 9ª Câmara Cível do TJRS estabeleceu que a disponibilização de informações sobre processos trabalhistas, por meio de sistema de busca na internet, viola direitos do trabalhador.

Nessa linha, o provimento de agravo de instrumento, por maioria, deferiu a antecipação de tutela recursal, proibindo o saite Jusbrasil (nome fantasia de Goshme Soluções para Internet Ltda.) de veicular qualquer informação sobre processos trabalhistas relacionados a um trabalhador, a partir da busca pelo seu nome, sob pena de multa diária. Com sede em Salvador (BA), a empresa divulgadora tem atuação nacional.

O desembargador Eduardo Kraemer, do TJRS, mencionou a Resolução nº 121/2010, do CNJ. Esta proíbe a consulta de ações trabalhistas pelo nome da parte, estabelecendo que “a busca só é possível a partir do nome do advogado, ou por sua inscrição na OAB, desde que atue na causa”. (Proc. nº 70074307034).

• Piso salarial para garçom

O empregador não pode utilizar a gorjeta recebida de clientes, em estabelecimentos comerciais, para compor o salário mínimo a ser pago aos trabalhadores pela contraprestação de um serviço. A decisão é do TST que restabeleceu sentença que condenou a Choperia e Restaurante H2 Rio Preto (SP), a pagar a um garçom o salário normativo da categoria, acrescido de 5% das gorjetas, que não têm natureza salarial.

Na reclamação trabalhista, o garçom disse que nunca recebeu da empresa o salário da categoria, e que a sua remuneração era composta apenas pelas gorjetas (10%) pagas pelos clientes.

A empresa, em sua defesa, sustentou que o empregado foi contratado primeiramente como ajudante de garçom, recebendo a remuneração de acordo com o piso salarial da categoria à base de comissão, no percentual de 5% e, após ser promovido a garçom, de 10%.

Procedente a reclamação, teve porém sentença modificada pelo TRT de Campinas.  Ao analisar recurso do garçom, o relator no TST, ministro Augusto César Leite de Carvalho, lembrou que, segundo o artigo 457 da CLT, a remuneração do empregado compreende, “além do salário devido e pago diretamente pelo empregador, como contraprestação do serviço, as gorjetas que receber”. (Proc. nº 668-35.2011.5.15.0133).

• Cancelamento de súmula

A Turma Nacional de Uniformização dos Juizados Especiais Federais cancelou a Súmula nº 51, que dispõe que “os valores recebidos por força de antecipação dos efeitos de tutela, posteriormente revogada em demanda previdenciária, são irrepetíveis em razão da natureza alimentar e da boa-fé no seu recebimento”.

A decisão, por maioria, seguiu o voto do juiz federal Frederico Augusto Leopoldino Koehler.

De acordo com ele, o tema foi uniformizado pelo STJ (proc. nº 1.401.560), sob o rito dos recursos repetitivos.  Koehler destacou que o próprio STJ reconheceu que a Súmula 51 da TNU vinha contrariando o entendimento definido pela corte. (Proc. nº 0004955-39.2011.4.03.6315).


Comentários

Banner publicitário

Notícias Relacionadas

Potins desta terça-feira

• Luiza Brunet espera, logo após o recesso, pela sentença que poderá lhe dar metade dos bens que o bilionário Lírio Parisotto comprou ao longo dos cinco anos de relacionamento.
• Planos de saúde obrigados a custear - em hospitais ou clínicas especializadas - a internação de pacientes com obesidade mórbida.
• Intimação para “andamento vertical” do processo.
• Puxa-saquismo político: o que dar de presente ao deputado de sua confiança?
• Gastos com locação de veículos na Justiça Federal sobem 16.000%.
• Recado do TST para magistrados trabalhistas.
• Os 100 dias de prisão dos irmãos Batista.
• Sérgio Cabral: o anfitrião no presídio de Benfica.
• Data do julgamento de Lula coincide com o Dia do Aposentado.

Potins desta terça-feira

• O anel de R$ 800 mil que foi a porta de entrada para ganhar uma concorrência.
• Por 83 x 50 votos, Duro vence Liselena na eleição do TJRS.
• Lula arrola 59 testemunhas de defesa, em outra ação penal.
• Para acessar a internet, digite a senha: “Fora Temer”.
• Salários e auxílio-moradia garantidos para que deputados que estão presos no Rio.

Potins desta terça-feira

• Possibilidade de prorrogação do prazo de prisão para forçar pagamento de dívida alimentar.
• Senadores ampliam (40%) gastos com jatinhos.
• Papai Noel vai trazer liberdade para Nestor Cerveró, Fernando Baiano e Pedro Barusco.
• Investigação ética da ministra Luislinda Valois – aquela que acha que .R$ 33,7 mil é pouco “para comer, beber, vestir-se e maquiar-se”?
• As lentas ações contra conselheiros de Tribunais de Contas.
• STF julgará recurso de Wesley Batista: ele quer ser desvinculado das ações penais contra o mano Joesley.
• Ameaças de morte levam presidente da Oi a se demitir

Potins desta sexta-feira

• Seguradoras lançam seguro-garantia para recorrer na Justiça do Trabalho.
• A validade de arras de 53% na compra de imóvel.
• Número de milionários no Brasil aumentará 81% em cinco anos.
• “Black-Friday” brasileira de 2018 será no feriadão de 7 de setembro.

Potins desta terça-feira

• Ministro do STF diz que o Direito Penal brasileiro é incapaz de impedir a criminalidade.
• CNJ definirá como proteger juízes que sofrem ameaças.
• Sérgio Moro vai palestrar para diretores e gerentes da Petrobras.
• Em poucas semanas, Temer terá nomeado dois ministros para o TST.
• O Peru de Guerreiro nas redes sociais.

Potins desta terça-feira

• Acreditem: Temer foi a São Paulo para se tratar pelo SUS: ´SOMOS USUÁRIOS DO SÍRIO´”.
• Presidente agora vai malhar: manutenção preventiva de aparelhos de ginástica custará R$ 72 mil anuais.
• Novos apelidos nos bastidores da Lava Jato: “Ventania”, “Ovo”, “Luz”, “Bigode”, “Enteado”, “Tijolo”, “Corajoso” e “Bagre”.
• “É mais prazeroso torcer pelo Luís Roberto Barroso no STF, do que pelo Inter na Série B”.