Ir para o conteúdo principal

Edição sexta-feira , 20 de julho de 2018.

Faculdades e acadêmicos de Direito convidados a mostrar trabalhos em direitos humanos



Entidades, organizações, faculdades e estudantes de Direito já podem se inscrever para disputar o Prêmio Ajuris de Direitos Humanos. O prazo de inscrições vai até 14 de novembro. Na modalidade “Boas Práticas em Direitos Humanos”, podem participar entidades e organizações que apresentem atividades voltadas à implementação dos direitos humanos no RS.

A premiação é de R$ 10 mil para o primeiro colocado e R$ 5 mil para o segundo e terceiro. As entidades ou organizações que apresentarem ações importantes para a implementação dos Direitos Humanos receberão um certificado de reconhecimento de boas práticas.

Na categoria “Monografias Jurídicas” podem se inscrever estudantes de graduação em Direito. Os trabalhos serão indicados pela faculdade à qual estejam vinculados; nesses casos, a inscrição deve ser realizada diretamente na faculdade, que realizará a seleção dos trabalhos a serem encaminhados para inscrição no concurso.

Cada faculdade poderá inscrever até três trabalhos, com um dos seguintes temas: Corrupção e Direitos Humanos; o Direito Humano à Alimentação; Informação e Direitos Humanos; Direitos Humanos e a Cidade.

Os prêmios para o vencedor da categoria “Monografias Jurídicas” são um notebook, um curso integral do Juizado Especial Cível da Escola da Ajuris e publicação do trabalho na Revista da Ajuris.

O prêmio visa incentivar ações concretas de implementação, difusão e educação em direitos humanos realizadas por entidades ou organizações da sociedade civil no Estado. Esta edição de 2017 homenageia o desembargador Marco Antonio Bandeira Scapini, falecido em 2014.

As inscrições devem ser feitas mediante preenchimento de formulário disponível no saite da Ajuris (www.ajuris.org.br) , onde também consta o regulamento.


Comentários

Banner publicitário

Notícias Relacionadas

Lula não tem direito a dar entrevistas

Juíza que tem jurisdição sobre a execução da pena imposta ao ex-presidente nega pedido da Folha de São Paulo, SBT e Portal Uol.

Foi-se a Copa?

Versos de Carlos Drummond de Andrade, logo depois da Copa do Mundo de 1978 (Argentina campeã), vaticinaram que os brasileiros (derrotados) podem cuidar de outros problemas. O que acontecerá se Tóffoli assumir a presidência do STF em agosto de 2018?

Assédio em transporte escolar

TJRS confirma, em reexame necessário, sentença cível que determinou afastamento do condutor de veículo oficial que conduzia estudantes. Mas no juízo criminal houve a ocorrência da prescrição punitiva.