Ir para o conteúdo principal

Sexta-Feira, 15 de Dezembro de 2017

Faculdades e acadêmicos de Direito convidados a mostrar trabalhos em direitos humanos



Entidades, organizações, faculdades e estudantes de Direito já podem se inscrever para disputar o Prêmio Ajuris de Direitos Humanos. O prazo de inscrições vai até 14 de novembro. Na modalidade “Boas Práticas em Direitos Humanos”, podem participar entidades e organizações que apresentem atividades voltadas à implementação dos direitos humanos no RS.

A premiação é de R$ 10 mil para o primeiro colocado e R$ 5 mil para o segundo e terceiro. As entidades ou organizações que apresentarem ações importantes para a implementação dos Direitos Humanos receberão um certificado de reconhecimento de boas práticas.

Na categoria “Monografias Jurídicas” podem se inscrever estudantes de graduação em Direito. Os trabalhos serão indicados pela faculdade à qual estejam vinculados; nesses casos, a inscrição deve ser realizada diretamente na faculdade, que realizará a seleção dos trabalhos a serem encaminhados para inscrição no concurso.

Cada faculdade poderá inscrever até três trabalhos, com um dos seguintes temas: Corrupção e Direitos Humanos; o Direito Humano à Alimentação; Informação e Direitos Humanos; Direitos Humanos e a Cidade.

Os prêmios para o vencedor da categoria “Monografias Jurídicas” são um notebook, um curso integral do Juizado Especial Cível da Escola da Ajuris e publicação do trabalho na Revista da Ajuris.

O prêmio visa incentivar ações concretas de implementação, difusão e educação em direitos humanos realizadas por entidades ou organizações da sociedade civil no Estado. Esta edição de 2017 homenageia o desembargador Marco Antonio Bandeira Scapini, falecido em 2014.

As inscrições devem ser feitas mediante preenchimento de formulário disponível no saite da Ajuris (www.ajuris.org.br) , onde também consta o regulamento.


Comentários

Banner publicitário

Notícias Relacionadas

Chargista Duke

A Operação Marcelo Odebrecht

 

A Operação Marcelo Odebrecht

O homem que tem uma fortuna de R$ 14 bilhões passa a desfrutar da prisão domiciliar no próximo dia 19. E para a sua saída de Curitiba, a Polícia Federal acha arriscado ele viajar em voos comerciais.

UFRGS é a melhor universidade federal do País, anuncia o MEC

A universidade federal gaúcha alcançou 4,29 pontos em uma escala que vai de 1 a 5 pontos.  No ranking geral, que inclui todas as universidades públicas e particulares do País, a Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) é a primeira colocada.