Ir para o conteúdo principal

Sexta-Feira, 15 de Dezembro de 2017

A fábula da leitoa



Por Sérgio Becker, jornalista aposentado

Economicamente, o outrora terceiro Estado do país se assemelha a uma leitoa recém parida, que agoniza devido uma zoonose fatal. Mas, os leitõezinhos, no afã de sobreviverem, mamam incessantemente nas tetas ressequidas pela doença.

Pior, o leitãozinho do Executivo faz greve na ilusão de receber em dia; o do Legislativo não abre mão de nenhuma das suas injustificáveis mordomias (como a de dispor de mais de 20 aspones improdutivos, mas muito bem remunerados); e o do Judiciário acrescenta penduricalhos (como o auxílio-moradia) para receber acima do piso já classificado de pornográfico.

Estes, então, como a teta que os alimenta é garantida por depósitos judiciais e eles têm o poder de decisão, estão retendo injusta e injustificadamente estes recursos, prejudicando autores de ações judiciais e seus advogados autônomos, somente para garantir ´o seu´ no fim do mês.

Leia na base de dados do Espaço Vital:

Sorria! Você está sendo caloteado


Comentários

Banner publicitário

Notícias Relacionadas

O processo eletrônico e a transferência de serviços ao advogado

“No ´pacote´ que se oferece aos profissionais da advocacia vem embutido um autêntico ´presente de grego”.  São tarefas que seriam atribuições de um já existente contingente de servidores devidamente habilitados - e remunerados - para exercê-las." Artigo de Edmar Luiz de Oliveira Fabrício.

Charge de Gerson Kauer

Imprensa Vermelha Isenta, tremei!

 

Imprensa Vermelha Isenta, tremei!

O blog Corneta do RW veio para ficar. E o blogueiro Ricardo Wortmann, um autêntico estranho no ninho, veio para fazer história. Não ganhou o Prêmio Press, mas conquistou o TRI da América. Artigo de Lenio Streck, jurista e amante do futebol.

O STF no fundo do poço!

De decepção em decepção o STF vai levando para a cova sua questionada reputação. O ministro Dias Toffoli esteve no domingo (19) no Palácio do Jaburu (encontro fora da agenda) e na seguinte quinta-feira (23) se curvou aos interesses das oligarquias políticas dirigentes. Estas não querem ver restringido o privilégio do foro no STF, posto que fonte segura de impunidade e abrigo da clepto-bandidagem”. Artigo do jurista Luiz Flávio Gomes.

OAB/RS, e-Proc e uma nova era digital

“11 de abril deste ano, data do 85º aniversário da Ordem gaúcha. Em audiência pública, o estopim que relatou dificuldades com o processo eletrônico do TJRS: perdas de prazos, longas horas de sistema travado, documentos não anexados, uma lista de entraves”. Artigo de Ricardo Breier, presidente da OAB-RS.