Ir para o conteúdo principal

Sexta-Feira, 17 de Novembro de 2017

Presidente da OAB “se arma” contra ministro da Educação



O presidente nacional da OAB, Cláudio Lamachia, está buscando aliados e respaldo para a ´guerra´ que declarou contra Mendonça Filho, ministro da Educação. As informações são do saite da revista Veja.

Conforme nota do jornalista Gabriel Mascarenhas, “a coisa azedou quando o Ministério da Educação liberou a abertura dos cursos de técnicos e tecnólogos de serviços jurídicos, sem o apoio da Ordem”. A publicação refere também que “Lamachia acusa Mendonça Filho de usar a pasta como uma usina de moedas de troca para agradar políticos e empresários”.

O presidente da OAB avaliou que não convém entrar na trincheira sozinho. Segundo a Veja, “para encontrar outros dispostos à batalha, Lamachia vem se reunindo com representantes de conselhos profissionais, entre eles de Medicina, Arquitetura, Engenharia, Psicologia, Relações Públicas e outras tantas”.


Comentários

Danilo Pereira Cordeiro - Advogado 24.10.17 | 16:20:16
Lamachia, como presidente da OAB, deveria preocupar-se com o Judiciária. Está cada vez pior. A "juntada" de uma petição, simples ato de abrir os ganchos do processo, porque já devem ser protocolados "furados", leva uma eternidade. E por aí vai. O papel da Ordem é cobrar eficiência. Quanto aos técnicos, vão ser subordinados dos estagiários...
Banner publicitário

Notícias Relacionadas

AGU quer a revogação da Súmula nº 345 do STJ

Verbete dispõe que “são devidos honorários pela Fazenda Pública nas execuções individuais de sentença proferida em ações coletivas, ainda que não embargadas”. Texto seria contrário ao teor do parágrafo 7º do artigo 85 do novo CPC.

Advocacia não é atividade de risco

O TRF-4 nega mandado de segurança a advogado gaúcho que – por trabalhar com empresas de factoring e pessoas físicas que devem a agiotas – pretendia o direito a porte de arma de fogo.