Ir para o conteúdo principal

Sexta-Feira, 17 de Novembro de 2017

Prévia da Ajuris sinaliza tendência de vitória de Carlos Duro nas eleições do TJRS



Uma prévia realizada pela Associação dos Juízes do RS – à qual poderiam ter comparecido 140 desembargadores, mais 650 juízes e pretores – mas que teve quórum baixo (180 votantes), demonstrou uma tendência em favor da chapa situacionista às próximas eleições do TJRS. A votação oficial ocorrerá no dia 19 de dezembro.

Foram 119 votos simulados para o grupo integrado pelos desembargadores Carlos Eduardo Zietlow Duro (candidato a presidente), Maria Izabel Azevedo Souza (1ª vice), Almir Porto da Rocha Filho (2º vice), Túlio Martins (3º vice) e Denise Oliveira Cezar (corregedora-geral).

A outra chapa tem como candidata à presidência a desembargadora Liselena Robles Ribeiro. Os demais integrantes são Marco Aurélio Heinz (1º vice), Manoel Martinez Lucas (2º vice), Isabel Dias Almeida (3ª vice) e Paulo Roberto Lessa Franz (corregedor-geral).

A prévia não tem valores estatísticos, mas é mero sinalizador de uma tendência. O sistema é semelhante a uma enquete, em que aparece para votar apenas quem quer.


Envie seu Comentário

Comentário
Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Espaço Vital.
Mensagem (Máximo 500 caracteres)
Código de segurança

Comentários

Banner publicitário

Notícias Relacionadas

Dois magistrados do Trabalho aposentados compulsoriamente

Decisão do CNJ alcança o ex-corregedor-geral do TRT-14 (RO) Vulmar de Araújo Coêlho Júnior e o juiz Domingos Sávio Gomes dos Santos. Mas por uma aberração legal brasileira, eles continuarão recebendo seus salários.

Um “agrado” para 37 mil autoridades

Sobe o índice de congestionamento do Judiciário brasileiro. Entrementes, o julgamento do fim do foro privilegiado perde espaço no STF e pode ficar para 2018. Ou para 2019...