Ir para o conteúdo principal

Edição de sexta-feira , 25 de maio de 2018.
http://espacovital.com.br/images/mab_123_13.jpg

A busca de Lula por uma liminar em habeas corpus



Em busca de uma liminar

A defesa de Lula vai apresentar duas medidas para enfrentar a sua condenação pelo TRF da 4ª Região: embargos de declaração (prazo de dois dias, após a publicação do acórdão) e pedido de habeas corpus ao STJ (ainda sem data para a impetração). A dupla estratégia está ligada à esperança de obter uma liminar no HC para suspender os efeitos eleitorais da condenação penal.

Conforme a Lei da Ficha Limpa, os condenados criminalmente na segunda instância não podem ser candidatos. Mas é o Tribunal Superior Eleitoral quem faz a declaração de inelegibilidade -  e isso ocorre apenas no momento do registro da candidatura.

A estratégia jurídica é dupla: recorrer do mérito da condenação - mantendo-a, assim, “sub judice”; e acreditar numa liminar que suspenda a aplicação da Lei da Ficha Limpa ao caso.

Com os dois movimentos no tabuleiro jurídico, o ex-presidente e o PT esperam garantir-se nas eleições  de 7 e 28 de outubro, mesmo que os votos nele fiquem represados no sistema do TSE até que a situação eleitoral seja definida.

 Muitos dólares

A “rádio-corredor” da OAB de Brasília transmitiu ontem duas revelações contundentes contra o PT.

Primeira: a negociação da delação de Antonio Palocci está próxima de se tornar real.

Segunda: de acordo com Palocci, a quantidade de dólares que veio do Exterior para a eleição de 2002 foi de apreciáveis US$ 40 milhões.

No mais – pela dinheirama envolvida - algo capaz de deixar Geddel e o PMDB enciumados...

Três gols...

A criatividade brasileira ricocheteou de imediato, ontem, logo após o encerramento do julgamento.

As redes sociais repercutiram que os três desembargadores que condenaram Lula terão direito a pedir música no Fantástico.

Joesley 1 x Temer 0

Sentença proferida na 10ª Vara Cível de Brasília negou o pedido de reparação moral do presidente Michel Temer contra o empresário Joesley Batista, de quem pretendia receber R$ 600 mil, por afirmações publicadas em junho de 2017 na revista Época.  Na petição inicial, Temer verbera uma entrevista em que Joesley “desfiou mentiras e inverdades, maculando a honra com afirmações difamatórias, caluniosas e injuriantes (...), como atribuir a chefia de uma organização criminosa que praticava atos de corrupção e de obstrução à Justiça”.

Joesley contestou, alegando que a queixa-crime sobre os mesmos fatos, apresentada por Temer, foi extinta no Juízo penal.

Afirmou que “a manifestação corresponde aos fatos narrados em depoimento para formalização da colaboração premiada, depois homologada (18/05/2017) pelo ministro Edson Fachin, oportunidade em que houve a revogação do sigilo”.

Detalhe interessante para os advogados: a verba sucumbencial que será encargo de Temer foi fixada em R$ 60 mil. Cabe recurso de apelação. (Proc. nº 0713079-40.2017.8.07.0001).


Comentários

Banner publicitário

Mais artigos do autor

“É mais fácil um camelo passar pelo buraco de uma agulha do que um corrupto serial rico ser mantido preso por alguns ministros do STF”

 Flechadas verbais de Luís Roberto Barroso a colegas do Supremo, durante o Fórum Transparência e Competitividade, organizado pela Federação das Indústrias do Paraná.

• Gilmar Mendes fica ministro até 30 de dezembro de 2030 ?

 Sistema semipresidencialista a partir de 2023 no Brasil.

• STJ anuncia nova súmula sobre seguros.

OAB-RS exclui mais dois advogados

 Estão defenestrados do exercício profissional 32 homens e 17 mulheres. Sociólogos talvez possam explicar porque os profissionais do gênero masculino são os mais punidos.

 Indulto para Lula, se Ciro Gomes for eleito presidente?

 Maior jornal de Londres elogia Sérgio Moro como “o homem que encerrou cinco séculos de impunidade no Brasil”.

OAB-RS suspende advogado por 180 dias

Ex-dono do Grupo Educacional Facinepe, Faustino da Rosa Júnior (OAB-RS nº 65.305) tem seu nome envolvido em irregularidades na oferta de cursos de pós-graduação. Ele (E) chegou a distribuir títulos de “Doutor Honoris Causas” a pessoas famosas como Silvio Santos

Jeitinho brasileiro para agradar magistrados e promotores

•  O auxílio-moradia – sem lei, mas com acordo a ser homologado no STF – vai ficar valendo para sempre. Fora do teto constitucional e sem pagar imposto de renda. Saiba como!

•  A Advocacia-Geral da União teria mudado de opinião. “Rádio-corredor” do CF-OAB diz que é a “moda Gilmar”.

• Suzana Richtofen matou os pais em 2002. Mesmo sem ter filhos, vai curtir uma “saidinha” pelo Dia das Mães, durante seis dias...

•  Juíza acolhe reclamação de advogado porto-alegrense: “o promotor tá loco”.

“Quem Ensinou Fui Eu”: cantoras mato-grossenses para descontrair evento nacional da magistratura

•  O encontro jurídico tem patrocínio de empresas e de associação que congrega 13 mil cartórios. Políticos também estarão presentes.

•  A ação penal decana – contra senador - que está no Supremo desde 1998.

•  A advertência de Roberto Barroso sobre o sistema penal brasileiro: “Ele é feito para recolher um menino pobre e não consegue prender essas pessoas que desviam por corrupção”.