Ir para o conteúdo principal

Edição sexta-feira , 17 de agosto de 2018.

Potins desta terça-feira



Reprodução da Internet

Imagem da Matéria

• Das redes sociais

• “A defesa de Lula - se fracassarem todos os próximos recursos – tentará uma mágica carta na manga: proporá ao STJ e/ou ao Supremo a desistência de 25 títulos ´doutor honoris causa´ em troca de um único habeas corpus”.

• “Qual casal V. gostaria que voltasse a ficar junto?

1. (  ) Bonner e Fátima;
2. (  ) Chimbinha e Joelma;
3. (  ) Lula e Marisa Letícia
”.

(O terceiro, disparado, foi o mais votado).

• Tartaruga postal

O conceito dos Correios que, até meia dúzia de anos atrás, era de seriedade e pontualidade, vem descendo em gradativa marcha-à-ré na lomba do caos.

Lojista porto-alegrense, à espera da entrega de um pacote postado no dia 9 de janeiro em São Paulo, dispôs-se, com pessoal perda de tempo, a ir à agência mais próxima dos Correios. Gentil e habilidoso, ele obteve uma confissão sincera, mas desoladora de um funcionário: “Por falta de pessoal, as remessas e entregas dos PACs estão ficando em segundo plano; a prioridade agora é só Sedex”.

A sigla PAC significava “prático, acessível e confiável”, palavras que, segundo os Correios, resumiam o serviço, disponível para todos os municípios brasileiros.

Hoje o PAC tem um apelido antônimo: “tartaruga postal”.

• O cofre é um só  

Espantoso: o Brasil tem o ingresso de 16 mil ações tributárias e previdenciárias a cada dia útil – são, em média, 320 mil novas ações por mês. Os dados são do CNJ.

Visando reduzir o volume, Governo e Congresso preparam um projeto para a unificação dos direitos e deveres dos contribuintes. O compêndio se chamaria Código de Defesa do Contribuinte, estabelecendo a possibilidade de compensação de créditos e débitos da União, dos estados e dos municípios.

Funcionaria, por exemplo, assim: seriam eliminadas situações como a de quem é cobrado judicialmente por dívida com a Previdência; mas que não recebe créditos a que tem direito de Imposto de Renda ou IPI.

Faltaria, claro, englobar os precatórios.

• Abuso bancário

É abusiva a cláusula contratual que impede o fechamento imediato de conta bancária – decidiu o TJRS. O julgado confirma sentença da comarca de Ivoti, que deu ganho de causa à empresa Sean Couros, em demanda contra o Banco Safra.

Em ação anulatória de débito, cumulada com pedido de cancelamento de contrato e indenização extrapatrimonial, a empresa disse que pediu o encerramento da conta em 22 de março de 2016, cobrindo inteiramente o saldo devedor.

Todavia, 30 dias depois, ela foi surpreendida com a inscrição na Serasa, por débito (R$ 534) oriundo da conta cancelada, correspondente a 1% do cheque especial disponibilizado pelo ‘‘Pacote PJ Master’’, que não foi contratado.

O acórdão manteve o valor da indenização (R$ 10 mil), mas agregou um novo fundamento: a violação do direito potestativo, que assegura ao consumidor não ser contestado em sua decisão de romper um contrato.

Vale a pena ler o acórdão. Clique aqui. (Proc. nº 70075575084).

• Inviolabilidade do advogado

A 10ª Câmara Cível do TJRS reformou sentença oriunda da comarca de Passo Fundo (RS) e julgou improcedente ação de reparação por dano moral ajuizada pela juíza Dione Dorneles da Silva, da Justiça Militar, contra o advogado Silvio Eduardo Martins Pinto.

O julgado de procedência, proferido em primeiro grau pelo juiz Diego Diel Barth, acolheu a pretensão da magistrada autora. Esta se disse ofendida “pois a petição de um recurso feriu-lhe os direitos de personalidade, assegurados no artigo 5ª da Constituição”. A indenização deferida fora de R$ 15 mil.

Ao reformar o julgado, o acórdão destaca que “o artigo 133 da Constituição e o artigo 7º, parágrafo 2º, do Estatuto da Advocacia (Lei nº 8.906/94) garantem a inviolabilidade do advogado por seus atos e manifestações, desde que no exercício profissional, ressalvadas as hipóteses de excesso injustificado” – este não encontrado no caso presente. (Proc. nº 70075508275).


Comentários

Banner publicitário

Notícias Relacionadas

Potins desta sexta-feira

· Ciro Gomes prega que juízes e promotores voltem às suas caixinhas. E quer a restauração da autoridade do poder político.

· A cara feia de Cármen Lúcia.

· E a cara sorridente de magistrados mineiros bafejados por altos salários.

· A engraçada comédia dos candidatos à Vice-Presidência da República.

· Uma benção na sede do TRF-2, para afastar assombrações noturnas.

· Indenizações do DPVAT vão ter indenizações aumentadas. Mas o custo do seguro também vai subir.

Potins desta sexta-feira

 Negado vínculo de emprego entre carregador de tacos de golfe e o Country Clube de Porto Alegre.

 Um homem e sua união estável com duas mulheres

TRF-4 mantém liminar que impede governo do RS de arquivar a extinção da Fundação Piratini.

 CF da OAB diz que o modelo da Agência Nacional de Saúde e outras reguladoras está falido.

 Auxílio-acidente depois do auxílio-doença.

 MPF vai pedir, em agosto que Adriana Ancelmo volte para a prisão.

Potins desta sexta-feira

•  Cartazete em escritório de advocacia gaúcho explica a cobrança de R$ 150 por consulta: “É da mesma forma como acontece quando o(a) distinto(a) cidadão(ã) vai a um médico particular”.

• Pensões distintas para filhos do mesmo pai. O STJ flexibiliza o princípio da igualdade absoluta de direitos.

•  Um precedente do TST que vai mexer no adicional noturno.

•  Restrições ao prazo em dobro quando houver litisconsórcio de réus.

•  Os apertos de julho... E o que nos espera em agosto?

Potins desta terça-feira

 O futuro presidente Toffoli já começa a pensar no aumento para o Judiciário.

• Rodrigo Janot vem ao RS para falar sobre eleições e corrupção.

 Foi em Santiago (RS), a audiência criminal em que o réu não aceitava uma mulher juíza!

 O ano de 2014 que ainda não acabou em Porto Alegre.

 Desaprovação ao governo brasileiro só não é pior do que a de Bósnia-Herzegovina.

 O jeitinho para evitar o avanço no combate da corrupção no Brasil.

• Discriminação nos EUA contra mulheres grávidas empregadas.

 Colega de Rosa Weber no STF avalia que ela é a “ministra pêndulo”.

• Os 60 dias pedidos pela PGR que vão ajudar Michel Temer.

Potins desta terça-feira

 Gleisi Hoffmann quer que o Judiciário se sensibilize com o caos social e libere Lula.

• Na política brasileira, outubro chegou em junho.

 STJ decide se cidadã pode deixar de se chamar Tatiana, para ser Tatiane.

 Ainda sem título definitivo, vem aí as “memórias do cárcere de Lula”.

• As buscas no apartamento de Augusto Nardes: nada ostensivo...

 Brasileiros acreditam pouco na seriedade das eleições.

•  Benesses para os planos de saúde: 107% de aumento em sete anos.

Potins desta terça-feira

 Maior jornal da Inglaterra diz que “Sérgio Moro é “o homem que encerrou cinco séculos de impunidade no Brasil”.

 Governo acaba de criar mais um elefante branco: o SUSP, irmão do SUS.

•  STF vota na quinta-feira (24) proposta de nova súmula vinculante.

 Quando a “utilidade política” prevalece sobre a utilidade pública...

 Embaixadas para Temer, Moreira e Padilha – se Alkmin for Presidente da República. Mas ele nega.

• População com 60 de idade, ou mais, estará superando os moços de 16 a 24 anos, nas eleições de outubro.

 Impasse no TST para tentar orientar decisões uniformes em ações trabalhistas.

 Prorrogação do benefício de salário-maternidade, em decorrência de parto prematuro.