Ir para o conteúdo principal

Edição terça-feira , 14 de agosto de 2018.

Escritórios de advocacia não pagam anuidade à OAB



Escritórios de advocacia não devem pagar anuidade à OAB. A decisão é do juiz José Carlos Motta, da 19ª Vara Federal de SP, ao considerar que “a exigência do pagamento de anuidade pela sociedade de advogados é ilegal”.

O magistrado deferiu liminar em mandado de segurança impetrado pelo escritório Franco, Toledo & Veiga Sociedade de Advogados e suspendeu a exigibilidade da contribuição especial de sociedades perante a Ordem.

Para o juiz, “apesar de ser de competência da OAB fixar e cobrar, de seus inscritos, contribuições, preços de serviços e multas, a Lei nº 8.906/94 trata do registro das sociedades de advogados como ato que confere personalidade jurídica a elas, não podendo ser confundido com o registro de advogados e estagiários, uma vez que possuem fundamento e finalidade diversa, e que a própria lei não prevê a cobrança de anuidade para escritórios de advocacia”. (Proc. nº 5027813-32.2017.403.6100).


Comentários

Banner publicitário

Notícias Relacionadas

Desagravo para advogada intimidada por juiz trabalhista

A profissional da advocacia Simone Batista foi destratada pelo magistrado André Ibanos Pereira, na 7ª Vara do Trabalho de Porto Alegre. “A sala de audiências virou palco de abuso de poder, com o magistrado agindo de forma arrogante e intimidadora” – diz a nota da OAB-RS, lida durante a solenidade.

Morre o advogado Mathias Nagelstein

Ele teve sucesso na carreira política, ocupando cargos nos governos de Alceu Collares. Foi também juiz do Tribunal Militar do RS. Sem êxito concorreu em novembro de 2009 às eleições da OAB gaúcha.