Ir para o conteúdo principal

Edição antecipada 21-22 de junho de 2018.

Potins desta terça-feira



Reprodução das redes sociais

Imagem da Matéria

Peito aberto

É bem como o leitor está vendo na imagem aí de cima, que circulou nas redes sociais.

Segundo os grupos de discussão, foram palavras de um cirurgião gaúcho, durante debates virtuais de médicos brasileiros – na quinta passada, à noite, comparando tribunais e hospitais brasileiros.

• O crime compensa...

Um dos mega corruptos da Petrobras, o ex-diretor Paulo Roberto Costa já pode deixar o Brasil. Pelas graças da dupla cidadania (também é português), ele já recuperou o passaporte.

Depois de passar apenas seis meses na cadeia, o esperto mantém, na ficha cadastral, a proeza de ter se apropriado de R$ 70 milhões, além de ter ajudado a desviar outros R$ 300 milhões.

A propósito do potim aí de cima uma espirituosa comparação: “Gente como o Paulinho agradece a Deus por não ter nascido na China”.

Foi na última sessão do Conselho Federal da OAB. Há testemunhas.

• Ambiente macabro

Um mecânico de refrigeração receberá indenização por danos morais, porque sua rotina de trabalho incluía “eventualmente carregar cadáveres e sempre fazer refeições próximo ao mortuário”. Empregado da empresa DSD Engenharia, ele trabalhava – como terceirizado - na Fundação Universidade Federal de Ciências da Saúde, em Porto Alegre.

Detalhe: “Era obrigado a trocar de roupa e fazer suas refeições no antigo local onde os corpos eram lavados - em frente ao laboratório de anatomia, onde ficam guardados em média 40 cadáveres humanos”.

O juiz da 7ª Vara do Trabalho de Porto Alegre deferiu R$ 5 mil de reparação financeira. Comparativamente, são só R$ 623 a mais do que o valor do mensal penduricalho (R$ 4.377) que os magistrados recebem para morar bem – longe das morgues, claro. Não há trânsito em julgado. (Processo nº 0020343-04.2016.5.04.0007).

• Riscos da cor preta

Paulo Maluf – um dos ilustres hóspedes da Papuda – foi proibido, semana passada, de receber o presente enviado por um amigo: os dois volumes de Memórias da 2ª Guerra Mundial, de Winston Churchill.

A causa do veto para a entrega do presente é técnica: segundo os seguranças, “uma vez dissolvidas em água, as capas poderiam produzir tinta escura para tingir as camisetas dos internos e favorecer possíveis fugas noturnas”…

O atilado jornalista Ricardo Boechat analisou e concluiu: “Tal cautela tem pinta de exagero, mas o deputado Maluf já provou que é capaz de milagres”...

• Das redes sociais

• “Obrigação de ministro é julgar. Marcar uma viagem para ser homenageado e mostrar o check-in do voo em plenário é um desaforo à sociedade e a seus colegas”.

• “Os seis (Marco Aurélio, Gilmar, Lewandowski, Celso, Toffoli e Rosa) condenaram uma Nação para salvar um ladrão”.

• “Mega manifestação na frente do Supremo, no dia 3 de abril. Ou você vai, ou ele volta”.

• À moda Dilma

Súmula 171 - O STF reuniu-se para decidir. Mas decidiu que antes precisava decidir se podia decidir. Decidiu que podia. Mas decidiu não decidir, mesmo podendo decidir. Decidiu que vai decidir no dia 4. Mesmo assim, decidiu que o TRF-4 não pode decidir pela prisão antes da suprema decisão”.

(De um grupo de discussões de advogados gaúchos, via WhatsApp, na sexta pela manhã).


Comentários

Beatriz Moreira Siqueira - Aposentada E Advogada 27.03.18 | 17:29:28

Impressionante. A cada leitura e em especial a de hoje, e, apesar dos meus 76 anos e 36 de inscrição na Ordem, sinto-me como semi-analfabeta em questões jurídicas, é o slogan "sei que nada sei". Espero novos horizontes. 

Eliel Valesio Karkles - Advogado 27.03.18 | 10:36:12
Parabéns pela matéria. Muito adequada para os dias de hoje.
Banner publicitário

Notícias Relacionadas

Potins desta terça-feira

 O futuro presidente Toffoli já começa a pensar no aumento para o Judiciário.

• Rodrigo Janot vem ao RS para falar sobre eleições e corrupção.

 Foi em Santiago (RS), a audiência criminal em que o réu não aceitava uma mulher juíza!

 O ano de 2014 que ainda não acabou em Porto Alegre.

 Desaprovação ao governo brasileiro só não é pior do que a de Bósnia-Herzegovina.

 O jeitinho para evitar o avanço no combate da corrupção no Brasil.

• Discriminação nos EUA contra mulheres grávidas empregadas.

 Colega de Rosa Weber no STF avalia que ela é a “ministra pêndulo”.

• Os 60 dias pedidos pela PGR que vão ajudar Michel Temer.

Potins desta terça-feira

 Gleisi Hoffmann quer que o Judiciário se sensibilize com o caos social e libere Lula.

• Na política brasileira, outubro chegou em junho.

 STJ decide se cidadã pode deixar de se chamar Tatiana, para ser Tatiane.

 Ainda sem título definitivo, vem aí as “memórias do cárcere de Lula”.

• As buscas no apartamento de Augusto Nardes: nada ostensivo...

 Brasileiros acreditam pouco na seriedade das eleições.

•  Benesses para os planos de saúde: 107% de aumento em sete anos.

Potins desta terça-feira

 Maior jornal da Inglaterra diz que “Sérgio Moro é “o homem que encerrou cinco séculos de impunidade no Brasil”.

 Governo acaba de criar mais um elefante branco: o SUSP, irmão do SUS.

•  STF vota na quinta-feira (24) proposta de nova súmula vinculante.

 Quando a “utilidade política” prevalece sobre a utilidade pública...

 Embaixadas para Temer, Moreira e Padilha – se Alkmin for Presidente da República. Mas ele nega.

• População com 60 de idade, ou mais, estará superando os moços de 16 a 24 anos, nas eleições de outubro.

 Impasse no TST para tentar orientar decisões uniformes em ações trabalhistas.

 Prorrogação do benefício de salário-maternidade, em decorrência de parto prematuro.

Novo slogan de Temer vira piada nas redes sociais

• A importância da vírgula: o presidente diz que “o Brasil voltou, 20 anos em dois”.

• Mas há quem ironize: “o Brasil voltou 20 anos em dois”.

 Uma busca e apreensão – por engano – na casa do secretário adjunto do CF-OAB.

 A prescrição que agrada banqueiros.

 Gilmar Mendes prevê uma avalanche processual nos foros e tribunais, Brasil afora.

 Quanto é dois mais dois?

• Uma análise de Joaquim Barbosa sobre o sistema político brasileiro.

Potins desta sexta-feira

• Presença estranha deixa magistradas assustadas em importante reunião na Universidade de Harvard.

•  Governo brasileiro exclui entidades da lista de convidados para a reunião anual da Organização Internacional do Trabalho.

•  Temer torce pela vitória de Henrique Meirelles: quer ser ministro da Justiça a partir de 2 de janeiro.

•  Empresas envolvidas em desastres ambientais só pagaram 3,4% das multas ambientais, que totalizam R$ 785 milhões.

•  Quem são os políticos, empresários e magistrados alfinetados nos voos comerciais brasileiros.

• O largo par de headphones que faz Luiz Fux não ser incomodado quando voa de Brasília ao Rio, e vice-versa.

Potins desta terça-feira

• Nova súmula do STJ publicada: prazo para seguro de vida cobrir suicídio

 Decisão da 2ª Seção do tribunal também cancelou a Súmula nº 61

 O aumento do tesão financeiro dos donos de motéis.

 Filha de Eduardo Cunha concorrerá a deputada federal como herdeira política do pai.

 A queda da arrecadação das maiores centrais sindicais do país.

 Impasse entre herdeiros da travesti Rogéria, falecida em 2017.