Ir para o conteúdo principal

Edição sexta-feira , 10 de agosto de 2018.
http://espacovital.com.br/images/mab_123_13.jpg

OAB-RS exclui mais dois advogados



Gerson Kauer

Imagem da Matéria

 

 Mais duas exclusões

Aumentou, há poucos dias, a relação dos advogados excluídos dos quadros da OAB-RS. Na mais recente leva foram defenestrados os bacharéis Alceu Ferreira Nunes (ex-nº 21.417) e Vânia Margareth de Oliveira Abreu (ex-nº 23.665), cujas punições já têm trânsito em julgado.

No total são 49 pessoas que estão proibidas do exercício profissional advocatício. Desse total, um só caso remonta a 2002.

Os 48 restantes ex-advogados (as) foram punidos a partir de maio de 2006, quando começou a faxina ética que alcança 32 homens e 17 mulheres. Esta disparidade por gênero talvez comporte a análise de algum sociólogo, ainda mais em função de ser parelho o número de advogados e advogadas inscritas na entidade: 40.676 (H) e 39.693 (M). Há 983 inscrições masculinas a mais.

Leia a nominata dos excluídos, no saite da OAB-RS, clicando aqui.

 Indulto para Lula?

Um diz-que-diz extraoficial no Conselho Federal da OAB deixou muita gente de olhos arregalados ontem (21), em Brasília. É que a “rádio-corredor” dali irradiou que “Ciro Gomes teria se comprometido - se vier a ser eleito presidente da República - a indultar Lula”. O decreto seria baixado no dia 2 de janeiro de 2019.

O pré-candidato do PDT apressou-se, porém, em desmentir e enviar cópias de pronunciamentos anteriores. “Seria uma loucura prometer indulto a Lula, e além disso ele me mandaria à PQP”. Há controvérsias, porém.

O inegável é que, em agosto de 2016, quando Lula recém era réu da ação penal que, em abril de 2018, resultou em prisão, Ciro Gomes disse não descartar a possibilidade de um gesto extremo de “solidariedade pessoal”.

Seria a formação de um grupo de juristas, “para fazer uma espécie de sequestro do ex-presidente e levá-lo a uma embaixada com pedido de asilo para que ele pudesse se defender de forma plena e isenta”.

O que preocupa agora é o eventual futuro alcance das últimas palavras da frase acima.

  O indulto no forno

A propósito, o jornalista Elio Gaspari, em O Globo, observou que Ciro Gomes tem toda a razão quando diz que não se pode oferecer um indulto a Lula enquanto ele tiver recursos tramitando na Justiça – seria o mesmo que considerá-lo culpado.

Gaspari lembra que, em matéria de indulto presidencial, há um precedente histórico. Em 1974, um mês depois de ter assumido a presidência dos EUA, Gerald Ford perdoou Richard Nixon arrastado pelo Caso Watergate, argumentando que seu julgamento demoraria pelo menos um ano, dividindo o país.

O caso de Lula é diferente. O ex-presidente brasileiro não renunciou e já foi condenado em duas instâncias judiciais.

  Fim da impunidade?

O jornal britânico Financial Times – 130 anos de história, 2,2 milhões de leitores diários, sede em Londres – publicou no sábado, em sua página na internet, uma entrevista em vídeo, realizada no Brasil com o juiz Sérgio Moro. O entrevistador é o correspondente do jornal no Brasil, Joseph Leahy.

O magistrado brasileiro - que a tudo responde em inglês – foi apregoado como “o homem que encerrou cinco séculos de impunidade no Brasil”.

O compacto é de 3 minutos. Para assistir, clique aqui.


Comentários

Professor Padilla Ufrgs - Luiz Roberto Nunes Padilla - Professor Faculdade Direito Ufrgs 23.05.18 | 15:05:16
Resposta ao questionamento sobre "porque há mais homens excluídos?" é encontrada em nossos estudos postados no blog - procure por padillaluiz.
A Transdisciplinar TGpT apresenta a Antropologia Jurídica da raiz de todo o mal, a paicopatia. Essa mutação tem sido encontrada em 3% de nascidos homens e 1% de mulheres.
Saiba mais aqui http://bit.ly/desumanos
Banner publicitário

Mais artigos do autor

A possibilidade da visita íntima de Adriana Ancelmo ao ex-governador Sérgio Cabral

 Onde, quando e com que duração seria(m) o(s) encontro(s)? Ele já tem condenações superiores a 100 anos. E ela está em prisão domiciliar concedida por Gilmar Mendes.

  TRT-RS invalida banco de horas da General Motors em Gravataí.

  Gaúcho Francisco Rossal de Araújo convocado para atuar como ministro do TST.

Gilmar Mendes devolve ao TJRS ação de desembargador gaúcho contra vereador porto-alegrense

 Ex-presidente da corte do RS busca indenização. Ministro do STF determina que o tribunal estadual selecione dois ou mais recursos representativos da controvérsia, para fins de afetação.

 Defesa de Lula desiste, no STF, do pedido de liberdade de Lula.

 Elogio e consideração às maravilhosas mulheres brasileiras.

 Nosso país envelhecendo: 531 dos 5.570 dos municípios brasileiros já têm mais moradores acima de 60 anos do que menores de 15 anos.

Oposição define candidatos às eleições de novembro na OAB-RS

 O Espaço Vital antecipa os nomes da advogada Luciane Toss (vice) e Paulo Roberto Petri da Silva (presidente). Ela é advogada trabalhista e professora. Ele tem Tarso Genro como companheiro de banca advocatícia.

 Outra carga pesada suportada pelos brasileiros: bancar 5.570 vice-prefeitos e 27 vice-governadores.

 Com aumento, ou não, do número de membros da Suprema Corte, novo Presidente da República fará pelo menos duas nomeações: os substitutos de Celso de Mello (2020) e Marco Aurélio (2021).

O demorado gol trabalhista de Adriano Gabiru

 Quase 12 anos depois da grande conquista no Mundial do Japão, o reserva de Fernandão fecha acordo com o Internacional e será indenizado, parceladamente, ao longo de 60 meses.

Como foram as artimanhas do futebol jurídico: “O Inter separou as parcelas relativas a direito de imagem como forma de mascarar o salário real do ex-jogador, com o objetivo de diminuir encargos trabalhistas”.

 OAB-RS exclui uma advogada.

• Grupo de 150 advogados faz jantar de lançamento da oposição às eleições da OAB-RS.

Trabalho demais e... trabalho de menos

• Expediente interno no TJRS propõe correção de distorções na distribuição: há desembargadores que recebem 450 processos mensais; outros, apenas 125.

 Inflação na Venezuela pode chegar a 1.000.000%.

• Temer pode baixar decreto instituindo o Exame de Capacitação Médica.

• O Brasil brasileiro e as distorções nas agências reguladoras.