Ir para o conteúdo principal

Edição terça-feira , 14 de agosto de 2018.

Advogado com 18 de idade é o mais jovem do Brasil



Foto: Jabes Barros de Souza / OAB-DF

Imagem da Matéria

Com apenas 18 anos de idade, Mateus Costa Ribeiro se tornou na última sexta-feira (27) o advogado mais jovem do Brasil, ao prestar compromisso e receber sua carteira da seccional do Distrito Federal da OAB. Aos 14 anos, o jovem foi aprovado em Direito na Universidade de Brasília (UnB) e conseguiu iniciar os estudos após obter uma liminar.

"É uma honra para mim. A advocacia é a profissão de grandes personalidades, e saber que sou o mais jovem dessa profissão tão grandiosa significa muito para mim. O que contribuiu para que eu conseguisse chegar até aqui foi a bagagem que eu criei com os ensinamentos dos meus pais" - disse Mateus, durante a cerimônia.

Emocionados, o pai, João Costa Ribeiro, e a mãe, Rosilene Costa Ribeiro, homenagearam o filho. "A pressão para que fizesse Direito foi implícita, é um sentimento que está no DNA de todos nós. Esse momento é a coroação de um trabalho feito de sonhos" - ressaltou Rosilene.

Vindo de uma família de advogados, Mateus teve contato com o Direito desde a infância. Assim como ele, os irmãos também seguem a profissão. Até então, era de João Neto Costa Ribeiro, hoje com 27 anos, o posto de advogado compromissado mais novo de Brasília, aos 22.

A irmã, Clarissa Costa Ribeiro, de 20 anos, está no último ano do curso na UnB e já foi aprovada no Exame de Ordem. Se não sair do fluxo, deve se tornar este ano a mais jovem advogada da capital.

Durante a entrega do certificado, o secretário-geral da OAB/DF, Jacques Veloso, disse estar "honrado em entregar esta licença para o advogado mais jovem do Brasil". Ele também parabenizou os pais pela conquista.

Mateus passou no vestibular na metade do 8º ano dos seus estudos e, por decisão da Justiça, precisou concluir os estudos básicos antes de ingressar na universidade. Conseguiu o feito em 24 horas, por meio de testes aplicados por um curso supletivo.


Comentários

Banner publicitário

Notícias Relacionadas

Desagravo para advogada intimidada por juiz trabalhista

A profissional da advocacia Simone Batista foi destratada pelo magistrado André Ibanos Pereira, na 7ª Vara do Trabalho de Porto Alegre. “A sala de audiências virou palco de abuso de poder, com o magistrado agindo de forma arrogante e intimidadora” – diz a nota da OAB-RS, lida durante a solenidade.

Morre o advogado Mathias Nagelstein

Ele teve sucesso na carreira política, ocupando cargos nos governos de Alceu Collares. Foi também juiz do Tribunal Militar do RS. Sem êxito concorreu em novembro de 2009 às eleições da OAB gaúcha.