Ir para o conteúdo principal

Edição de terça-feira , 18 de setembro de 2018.
http://espacovital.com.br/images/mab_123_13.jpg

Fraudes para ressuscitar prazos processuais perdidos



Arte de Camila Adamoli

Imagem da Matéria

 Advocacia desonesta

Lembram do caso da advogada e de seu marido (administrador) que, em primeiro grau, receberam pena de 15 anos de prisão, por estelionato judicial contra dois bancos e o Poder Judiciário do RS? (Clique aqui para recordar).

Pois um banco lesado, o Ministério Público e agentes do TJRS investigam outro caso de fraudes processuais, lideradas também por... uma advogada. Funcionava assim:

a) Por desídia – ou outro fenômeno – o escritório dela eventualmente perdia prazos contestacionais e/ou recursais.

b) Quando era decretada a revelia, ou certificado o trânsito em julgado, surgiam cópias de petições acompanhadas de reproduções de comprovantes de (supostas) entregas das peças processuais, aparentemente dentro do prazo, pretensamente cumprido em alguma agência dos Correios, pelo sistema de protocolo integrado.

c) Tais pretensas petições originais jamais tinham existido, mas a artimanha da falsificação conseguiu, algumas vezes, fabricar protocolos postais, que resultaram em fraudadas reabertura de prazos.

d) Como casos semelhantes envolviam sempre o mesmo escritório, o “fenômeno” acabou descoberto.

O embrulho ainda não está judicializado. A advogada, infelizmente para a sociedade, continua em situação profissional “normal”.

 

 Nunca antes, na história deste país...

Desde 24 de janeiro, quando teve sua condenação de 12 anos e um mês confirmada pelo TRF-4, o ex-presidente Lula comandou e foi personagem de uma odisseia recursal.

Em 230 dias, foram 17 diferentes recursos encaminhados a quatro tribunais: o próprio TRF-4, o STJ, o TSE e, é claro, o STF.

Em média, um recurso a cada 13 dias. Muito bom para advogados bem pagos. E um assunto para o Livro Guinness dos Recordes.

 Vale a pena ler de novo

Já se escreveu aqui, em junho, comparativamente, que nos Estados Unidos nenhum advogado trabalha para criminoso que não consiga explicar a origem lícita do dinheiro com o qual vai pagar os honorários.

No país de Washington, New York e Los Angeles, a legislação e a jurisprudência chamam de “attorney crimes” os casos de profissionais da advocacia que aceitam receber o pagamento com recursos obtidos de forma ilícita.

Lá, o doutor torna-se cúmplice e passa a ser tratado como integrante da quadrilha.

 

 Sorvete hiper congelado

Que pena! Os gaúchos que vão muito a Buenos Aires, além de gradativamente assistirem à desintegração da grande capital argentina, outrora com ares londrinos, passam a ter um item mais escasso na rotina de passeios pelas calles porteñas.

É que, hiper congelada (que ironia!) pela crise argentina, a incomparável sorveteria Freddo está fechando sua grande fábrica e começará a terceirizar a produção junto a outras unidades fabris.

Também vai “rever seu modelo de negócios” – como ela própria anunciou no jornal La Nación.

Com a primeira loja aberta em 1969 no então rico bairro da Ricoleta, a Freddo tem 152 filiais, das quais 110 na Argentina. As demais estão no Brasil (28), Bolívia, Chile, Reino Unido e EUA. As lojas próprias passarão por uma provável conversão em franquias.


Envie seu Comentário

Comentário
Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Espaço Vital.

Se for advogado(a) ou estagiário (a), informe qual a sua Seccional da OAB e o número de sua inscrição.




Mensagem (Máximo 500 caracteres)
Não devem ser usadas palavras inteiras em maiúsculas

Comentários

Ilson Alves De Almeida - Advogado 14.09.18 | 23:43:40

Nossa, demorar dois anos e meio para despachar no processo de execução de alimentos, inimaginável !

Banner publicitário

Mais artigos do autor

Política irracional brasileira: Congresso prepara a criação de 400 novos municípios

 O jeitinho de políticos locais na criação dos próprios distritos eleitorais: 400 novos cargos de prefeito, outro tanto de vice-prefeitos, no mínimo 2.000 secretários e 3.600 vereadores. Mais os assessores e os penduricalhos.

 No STJ, uma ação da Apple contra a Gradiente, discutindo o direito do uso da marca iPhone no Brasil.

 A desvantagem de ser condenado por corrupção e a vantagem de receber uma pena por “caixa 2”.

O Grêmio Porto-Alegrense entra para o seleto grupo de “três clubes brasileiros que alcançaram o equilíbrio financeiro”.

União pagará transplante quádruplo de criança brasileira nos EUA

• Menino de três anos precisa receber novos estômago, intestino, baço e fígado para sobreviver a uma síndrome rara. No Brasil, esse tipo de cirurgia é feito somente em adultos.

• Cármen Lúcia arquiva os pedidos de suspeição e impedimento contra Gilmar Mendes.

• Mudança na jurisprudência trabalhista. Decisão do TST concede adicional de insalubridade a camareira de hotel.

Olho vivo em suposta pesquisa sobre as eleições da Ordem gaúcha!

E-mail maroto - que se “identifica” como OabRsEleição2018 – pede a participação de advogados.

Senado aprova projeto de lei que extingue o reconhecimento de assinaturas e a autenticação de documentos.

Ex-sócio da Empiricus, preso pelo FBI, também lesou o grupo Zaffari (RS). Enquadramento penal prevê reclusão que pode chegar a 70 anos.

Afinal, o que é “empírico”?...

Afinal, Ronaldo Fenômeno rende-se à Justiça e paga indenização (R$ 100 mil) a jornalista gaúcho

  Origem da ação remonta a uma “folgazã folgada da folia”, em boate da Coréia do Sul, durante a Copa de 2002, quando José Aveline Neto tentava clicar Ronaldinho Gaúcho dançando no colo de acompanhantes.

  Mais futebol: uma ação de universidade paulista contra a CBF. Tite, por seu desempenho como “garoto propaganda”, é o pivô da controvérsia.

  Uma indenização de R$ 21 milhões para o Icasa (clube do Ceará) que não subiu para a Série A por causa de um erro da CBF.

  E o “futebol jurídico-político” que alcança o ex-prefeito de Osório Romildo Bolzan Júnior, atual presidente do Grêmio. Condenação em ação civil pública fica próxima dos R$ 4,5 milhões.

Acórdão tenta consolar pais de criança que morreu por falência do sistema público de saúde

  “Difícil dizer para os genitores, que fizeram o possível e o impossível para salvar o filho, que não havia mais chance de vida” - registra o julgado do TJRS.

  Advogado do casal autor da ação responde em petição de embargos declaratórios: “Os pais há muito já assimilaram a precoce partida do infante, mas jamais entenderão como homens públicos podem se omitir, de forma tão gritante e covarde”.

  Calendário dos próximos meses: a) Horário de verão a partir de 21 de outubro; b) a ´chocha´ agenda de Temer; c) faltam 122 dias para a posse do novo Presidente da República.

Uma ação popular com 12 anos e meio de tramitação no Foro de Canela (RS)

• Sentença condenou a Maiojama Participações a pagar indenização de R$ 25 milhões por irregularidades no aprazível empreendimento “Reserva da Serra” (foto acima).

 STJ reconhece direito de mulher ser indenizada pela morte (assassinato) do ex-namorado com quem ela teve uma filha.

 Juíza que chegou a ser punida pelo CNJ por mandar prender uma adolescente numa cela lotada por homens, vence a questão no STF e é promovida por merecimento pelo TJ do Pará.

 O perfil brasileiro da mulher que apanha.