Ir para o conteúdo principal

Porto Alegre (RS), sexta-feira, 27 de novembro de 2020.

Advogados depositam o preço do cafezinho da discórdia

Imagens: Google - Arte EV

Imagem da Matéria

  • O recolhimento, ao Banrisul, de R$ 30 para aliviar o Estado pelos gastos com a rubiácea no Foro de Alegrete (RS).
  • A doação para a Ajuris, em 1986, de honorários irrisórios de seis cruzados.
  • Escorregões vernaculares na jurisdição: “Houveram imposssibilidades técnicas”...  e “impecilhos”...
  • Os gastos com energia elétrica no STF: R$ 4,2 milhões de janeiro a outubro.
  • As perdas das administradoras de shoppings com a pandemia.
  • A chatice das ligações de telemarketing.

O generoso Senado paga curso, passagens e diárias para o doutorado de sua diretora

Imagem: Leopoldo Silva/Agência Senado

Imagem da Matéria

  • Penduricalhos culturais concedidos pelo presidente Davi Alcolumbre a Ilana Trombka. Curso vai até 2022 e custa R$ 200 mil. Mais as viagens e estadias em São Paulo.
  • O recordista Sérgio Cabral agora tem 322 anos de condenações.
  • TST fixa a jurisprudência: cobradores de ônibus têm direito a 20% de insalubridade.
  • STJ cancela a Súmula nº 408.
  • Administração Pública deve flexibilizar data de concurso por motivo religioso. Decisão é do STF.