O senador da ética... e os R$ 33.150 escondidos na cueca e nádegas


O senador Chico Rodrigues (DEM-RR) tinha R$ 33.150 na cueca, notadamente na parte de trás da peça de roupa, junto à região das nádegas. O delegado desconfiou ao “ver volume retangular na parte traseira” do parlamentar.  Detalhes da apreensão ocorrida constam de decisão do ministro Luís Roberto Barroso (STF) que, ontem (15), determinou o afastamento do parlamentar por 90 dias. Por ordem do ministro, um dos vídeos deve ser mantido em cofre da PF “em absoluto sigilo porque exibe demasiadamente a intimidade do investigado”.

A operação Desvid-19 foi deflagrada para combater um esquema criminoso de desvio de recursos públicos para o combate ao coronavírus em Roraima. Em nota, Chico afirmou que não tem envolvimento com qualquer ato ilícito.

Detalhes da apreensão dos R$ 33.150 nas partes íntimas do parlamentar constam da decisão de Luís Roberto Barroso, que nesta quinta-feira (15) determinou afastamento de senador por 90 dias em razão da "gravidade concreta" do caso. O flagrante dos policiais foi registrado em vídeos. A maioria das cédulas apreendidas são de R$ 200 (lobo-guará).

"Se comprovada a culpabilidade do investigado, estará justificada a sua punição, mas não sua desnecessária humilhação pública”, escreveu Barroso.

Segundo o relatório da PF, Rodrigues vestia short de pijama azul e uma camisa amarela quando os policiais da operação Desvid-19 chegaram à residência dele. Os maços de dinheiro escondidos na cueca foram apreendidos em três situações que aconteceram em sequência.

Ainda de acordo com o relatório da PF, o senador pediu para ir ao banheiro após as buscas no quarto do filho dele. O delegado autorizou, mas disse que o acompanharia. "Nesta hora, o delegado Wedson percebeu que havia um grande volume, em formato retangular, na parte traseira das vestes do senador", diz o documento.

Desconfiado do volume que "destoava completamente do pijama utilizado pelo senador", o delegado fez a busca pessoal e achou R$ 15 mil. O montante estava "no interior de sua cueca, próximo às suas nádegas".

Já na sala da casa, o senador foi questionado por três vezes se ainda havia mais valores em espécie. Na última delas, com bastante raiva, Chico Rodrigues "enfiou a mão em sua cueca, e sacou outros maços de dinheiro" que totalizaram a quantia de R$ 17,9 mil. Os outros R$ 250 foram apreendidos na última busca pessoal.

As cédulas encontradas com o senador, segundo a PF, não tiveram sua origem lícita comprovada. Além do montante na cueca, foram apreendidos outros R$ 10 mil e US$ 6 mil que estavam em um cofre no quarto do senador.