Ir para o conteúdo principal

Edição de sexta-feira , 14 de junho de 2019.

Bebê nascido anão comprova traição em despedida de solteira



Terminou na Justiça da Espanha, na semana passada, um rumoroso caso de investigação de paternidade. Um homem buscava anular o registro de seu filho que nascera com nanismo. As informações são do jornal inglês The Mirror, que todavia não divulgou os nomes dos envolvidos.

Ele relata que a noiva teve sua despedida de solteira na noite anterior ao casamento. Algumas semanas depois da cerimônia, a mulher contou ao marido que estava grávida. Porém, quando a criança nasceu com nanismo, surgiram as desconfianças.

Depois de DNA, provas e contraprovas, a ré terminou admitindo que, na despedida de solteira com as amigas, numa boate - um dia antes do matrimônio - conheceram um ´stripper´ anão.

Para se divertirem, algumas foram às intimidades mais profundas num motel.

Como ninguém na família dos cônjuges tinha nanismo, a mulher terminou contando o que havia acontecido...

Na audiência em que houve a confissão, o juiz conseguiu transformar o litígio em consensual, retirando-se o nome do homem dos assentos de nascimento. As partes concordaram em assinar seu divórcio consensual.


A PALAVRA DO LEITOR

Se você quiser comentar ou esclarecer alguma notícia, disponha deste espaço.
Sua manifestação será veiculada em nossa próxima edição.

Comentários

Banner publicitário

Notícias Relacionadas

Terminou mesmo em pizza...

Cliente teve uma surpresa ao comprar uma caixa de frango empanado. Ele encontrou US$ 1.300, (cerca de R$ 5.200), no embrulho onde deveria estar apenas o alimento.