Ir para o conteúdo principal

Edição de sexta-feira , 19 de setembro de 2019.

Pijamas e cuecas ingleses contra odores flatulentos



Shreddies/Divulgação

Imagem da Matéria

O slogan da companhia britânica Shreddies é "fart without fear” (peide sem medo).

Uma empresa inglesa que fabrica roupas íntimas masculinas e femininas anunciou esta semana, em Londres, o lançamento de “modelos de cuecas e pijamas que seguram os odores naturais da flatulência”. A ideia da fabricante Shreddes é “manter você - e seu parceiro de cama ou quarto - feliz usando as roupas de um tecido feito com uma tecnologia especial”. Breve serão lançadas calças jeans com o mesmo propósito.

Segundo o lançamento “os tecidos incluem um material à base de carbono chamado de Zorflex, que segura gases e líquidos em uma de suas camadas”. Este tipo de material é usado, com frequência, em roupas especiais para proteção contra produtos químicos e é capaz de parar odores 200 vezes mais fortes do que os flatos de uma pessoa normal.

No entanto, a empresa admite que o Zorflex não abafa o som, insistindo porém que “o produto não deixa os gases expandirem”

A Shreddies afirma que estas roupas foram criadas para pessoas que já sabem que sofrem com o problema de flatulência e querem melhorar seus relacionamentos.

Richard Woolley, um dos gerentes da companhia, afirmou à BBC que o produto foi lançado depois de pedidos de pessoas que precisavam de ajuda.

"Um dos temas comuns do feedback que recebíamos era a necessidade de algo para proteger o usuário enquanto ele dormia, especialmente (quando ele está) em um novo relacionamento, em uma viagem de trabalho ou hospedado na casa de amigos", afirmou.

Em 2008 a Shreddies já tinha lançado cuecas e calcinhas para pessoas com problemas como síndrome do intestino irritável, gastrite, doença de Crohn, dispepsia e colite.


A PALAVRA DO LEITOR

Se você quiser comentar ou esclarecer alguma notícia, disponha deste espaço.
Sua manifestação será veiculada em nossa próxima edição.

Comentários

Banner publicitário

Notícias Relacionadas

Terminou mesmo em pizza...

Cliente teve uma surpresa ao comprar uma caixa de frango empanado. Ele encontrou US$ 1.300, (cerca de R$ 5.200), no embrulho onde deveria estar apenas o alimento.