Ir para o conteúdo principal

Porto Alegre, sexta-feira, 17 de setembro de 2021.
(Próxima edição: terça-feira, 21).

De olho nos alvarás expedidos pela Justiça estadual gaúcha



A Justiça estadual gaúcha vai repassar à Secretária da Receita Federal todas as informações sobre alvarás automatizados expedidos em nome das partes ou procuradores em ações condenatórias. O convênio foi assinado anteontem (18).

Pelo termo de cooperação assinado pelo presidente do TJRS, Luiz Felipe Silveira Difini, e o superintendente da 10ª Região da Receita Federal, Luiz Fernando Lorenzi, também serão disponibilizadas informações sobre os precatórios pagos pelo Estado, suas autarquias e fundações.

Com essas informações, a Receita verificará o tratamento tributário, conferindo os respectivos valores.

O convênio terá a validade de 60 meses e – segundo anunciado pela assessoria de imprensa do TJ gaúcho - “vai potencializar a eficiência da atividade da Receita Federal no Estado”.


A PALAVRA DO LEITOR

Se você quiser esclarecer, comentar, detalhar, solicitar correção e/ou acréscimo, etc. sobre alguma publicação feita pelo Espaço Vital, envie sua manifestação.

Notícias Relacionadas

Medida judicial da OAB-RS contra o aumento do IPTU em Porto Alegre

A entidade comprova que “em alguns casos, o imposto poderá ter aumento superior a 100% em seis anos, o que torna o tributo confiscatório, atingindo o direito de propriedade”. Tutela antecipada pedida visa a suspensão integral da eficácia da Lei Complementar Municipal nº. 859/2019 e seus anexos, até o julgamento definitivo da ação direta de inconstitucionalidade.