Ir para o conteúdo principal

Edição de sexta-feira , 14 de dezembro de 2018.
https://espacovital.com.br/images/mab_123_11.jpg

Contas do Brasil têm gastos com larvas, aves marinhas e condimentos picantes



Arte de Camila Adamoli sobre fotos Wikimedia, I.ytimg e TCDN

Imagem da Matéria

Desvios de finalidade

O Brasil é hoje um grande desviador de finalidades, com dívidas vencidas de mais de R$ 1 bilhão. Os credores são organismos globais – a ONU é a principal, com mais de 20% do total. No rol dos que têm dinheiro nosso a receber há 120 nomes, entre eles alguns desconhecidos do grande público, como a Comissão Sericícola Internacional, o Acordo de Conservação de Albatrozes e a Comunidade Internacional da Pimenta-do-Reino.

O editor foi em busca das preciosidades.

• A Comissão Sericícola Internacional tem sede em Alès (França) e o Brasil aderiu a ela em 1979, por meio de um decreto (nº 84.203) assinado pelo então presidente João Figueiredo. Objetivo: “Desenvolvimento e coordenação dos trabalhos destinados a transformar o bicho da seda e outros insetos sericigenosos em tipos biológicos”.

• O Acordo de Conservação de Albatrozes é um tratado ambiental internacional, assinado em 2001 pelo então presidente Fernando Henrique. Tem base de operações na Antártida. Objetivo: “Reverter a diminuição de aves marinhas ameaçadas por espécies introduzidas nas colônias onde estas aves procriam”.

• A Comunidade Internacional da Pimenta-do-Reino, fundada em 1972, reúne Brasil, Índia, Indonésia, Malásia, Srilanka e Vietname. Nosso país ingressou em 1982, também no governo Figueiredo, “apoiando projeto da Organização Mundial da Saúde que busca comprovação científica de que a especiaria tem efeitos medicinais”.

Na prática, resultados zero em prol do País e provável vazão de dinheiro, alguns débitos e passivo financeiro crescente.

O Espaço Vital não encontrou ditados populares em relação ao bicho da seda e ao albatroz; relativamente ao condimento picante, sim. “Pimenta nos olhos dos outros é refresco” – é uma expressão popular empregada para pilheriar que os malfazejos da vida - quando ocorrem com outras pessoas - são mais fáceis de se encarar, indiferentemente do que quando ocorrem conosco.

De repente, alguém mistura albatrozes, bichos da seda e vários tipos de pimenta no mesmo caldo...

“Feirão do Joesley”

Joesley Batista está colocando à venda alguns de seus bens. Entre eles, o embasbacante apartamento de New York, na rua 53, defronte ao Museu de Arte Moderna. São 685 metros quadrados e cinco suítes, valendo R$ 45 milhões. Mas como o dono está em apertos, interessados seguramente poderão pechinchar.

Também estão sendo vendidos o iate "Why Not?", de 30 metros de comprimento, e uma ilha em Angra, comprada em 2013 e inaugurada com um show de Bruno e Marrone. Valem uns R$ 10 milhões e R$ 25 milhões, respectivamente.

A propósito: o MPF ainda não pediu, cautelarmente, a constrição judicial sobre esses bens. Se alguém souber o porquê, é favor informar. E-mails para 123@espacovital.com.br  

“Sobrinho vagabundo”


Há ações judiciais para tudo. No Acre, um sobrinho foi ofendido por uma tia, que reagiu por não ter sido convidada para o casamento dele, epitetando-o, internet afora, de “vagabundo”.

Na contestação, a veneranda senhora sustentou “não ter conhecimento do correto manuseio da rede social”, e que fizera a crítica só para uma irmã, “desconhecendo que o repique poderia se tornar de conhecimento público”.

A sentença concluiu que “a vergastada publicação fere a honra, sem que tenha havido motivo justo”.

A indenização será de... R$ 1 mil.

Dinheiro novo

Há uma recente constatação da Polícia Federal sobre parte dos R$ 51 milhões apreendidos no bunker de Geddel Vieira Lima.

É que muitos maços de cédulas têm numeração nova.

Isso sinaliza que pode ser dinheiro de propinas recentes. Ou pelo menos, a partir de 2 de janeiro deste ano.


Comentários

Banner publicitário

Mais artigos do autor

A disputa, por três filhas, sobre a destinação do cadáver do pai falecido há seis anos

  Em vida, o falecido teria manifestado, verbalmente, sua disposição de que, após a morte, seu corpo fosse submetido a um processo de congelamento (criogenia – foto acima), nos EUA, para que com a evolução da Ciência, fosse possível descobrir a causa de sua doença.

  A mina da Votorantim próxima ao rio Camaquã e o atropelamento múltiplo de ciclistas: dois “riscos vermelhos” do RS estão no Atlas Global de Justiça Ambiental.

 Unesco certifica a decisão do STF de equiparar a união estável entre pessoas do mesmo sexo à entre casais heterossexuais como “patrimônio documental da humanidade

Delatores premiados devem R$ 422 milhões às contas da Lava Jato

 A PGR lança uma ferramenta para tentar cobrar de notórios caloteiros que se livraram da cadeia.

• Nenhuma advogada conseguiu se eleger presidente de seccional da OAB. Eram oito candidatas, mas nenhuma teve sucesso.

 TJRS decide que a paternidade socioafetiva - declarada ou não em registro público - não impede o reconhecimento de filiação baseado na origem biológica.

 As atuais diferenças entre Lula e José Dirceu (este, ainda, um homem de supremo poder).

Futura ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos diz que homens e mulheres “não são iguais”

 Damares Alves (foto), anunciada como titular da pasta que será criada em janeiro, é advogada e pastora evangélica. Ela contou ter sofrido violência sexual aos 6 anos. É mãe adotiva de uma filha indígena.

 Um sutil puxão de orelhas dado pelo ministro Paulo de Tarso Sanseverino em dois advogados gaúchos.

 Políticos, esses grandes devedores da Fazenda Nacional...

 Férias pagas parcialmente antes do início do descanso motivam pagamento em dobro. Decisão é do TST.

Julgamento disciplinar de magistrados por suposto envolvimento em política partidária

  CNJ decide, no dia 11, os pedidos de providências contra o gaúcho Luiz Alberto de Vargas (TRT-RS) e outros nove magistrados.

  Vitória da situação advocatícia no RS consagrou uma frase: “A OAB não é partido político”.

  Supremos jeitinhos jurídicos para amenizar a corrupção: “É caixa 2”.

Moro prepara pacote de medidas de combate ao crime organizado

 Entre os pontos que serão analisados pelo Legislativo está a proibição da progressão de regime a presos que mantêm vínculos com organizações criminosas.

 Com o efeito cascata em todo o país, o aumento para o STF traz um impacto financeiro de 1 bilhão e 400 milhões de reais, ao ano.

 O supremo séquito e os balangandans: Toffoli levou seis assessores a encontro dos juízes federais em Buenos Aires.

A juíza federal Gabriela Hardt não toca flauta!

  Vídeo apresentando a magistrada federal da Lava Jato como música amadora é fake!

  Imagens e áudio – de boa qualidade - exibidos em grupos de WhatsApp confundem a magistrada com a flautista Gabriela Machado, do grupo Choronas, de Santos (SP).

  Socicredi não pode usar a marca Sicredi. Decisão é do TJRS.

 Atraso habitual de ônibus do empregador é computado como hora extra em favor de empregado.

  Caso grave de Mal de Parkinson: STJ condena Bradesco a fornecer home care, mesmo sem previsão no contrato.