Ir para o conteúdo principal

Edição de sexta-feira , 14 de dezembro de 2018.

A evolução demográfica brasileira



A população brasileira atingirá seu “teto” de 233 milhões de pessoas em 2047. A partir daí, segundo projeção do IBGE, o total de habitantes começará a cair. A estimativa é que que sejamos 228 milhões de brasileiros em 2060. Daí em diante, por enquanto, só exercícios de futurologia.

O IBGE projetou ainda a evolução da idade média da população brasileira, atualmente em 32,6 anos. Hoje, nove estados têm média de idade abaixo dos 30 anos. O mais jovem é o Acre (24,9 anos). O RS é o mais envelhecido, com média de 35,9.

A expectativa de vida no Brasil deve aumentar. Atualmente, os homens vivem em média 72,7 anos e as mulheres, 79,8 anos. A previsão é que cresçam, respectivamente, para 77,9 e 84,2 em 2060.

A propósito, um número gaúcho: o RS está entre as 12 unidades da federação que terão sua população reduzida já a partir de 2047, causada por fluxos migratórios negativos. Em outras palavras: maior número de mortes e saídas de pessoas, do que a chegada de novos habitantes.

A taxa de urbanização do Brasil é de 85%, uma das maiores do mundo. Está na hora de os candidatos aos cargos eletivos colocarem as cidades nas suas plataformas. É inadiável a mudança da dinâmica espacial urbana em todo o país, sob pena de continuarmos multiplicando a miséria das periferias que se grudam, umas às outras.


Comentários

Banner publicitário

Notícias Relacionadas

Foto Zarpo Magazine

   Entidade com ações no STF e STJ patrocina presença de ministros em resort

 

Entidade com ações no STF e STJ patrocina presença de ministros em resort

Evento “Direito Marítimo na Visão dos Tribunais” foi realizado no Ferradura Resort (foto), em Búzios (RJ). O Conselho Nacional de Praticagem, tem como um de seus defensores o advogado Rodrigo Fux, filho do ministro do STF Luiz Fux. Entidade organizadora afirma que “os palestrantes foram escolhidos com independência técnica” e têm “atuação no contencioso judicial".