Ir para o conteúdo principal

Edição de sexta-feira , 14 de dezembro de 2018.
https://espacovital.com.br/images/smj.jpg

Lavagem de carros: desde o simples ´Serviço Aécio Neves´ (“só aspirar”) até o ´Serviço Lula´ (“completo”).



Foto enviada por leitor

Imagem da Matéria

• Lavagem de carros com tarifário político

Um “lava-rápido” do bairro Santana, em São Paulo, passou às páginas dos jornais paulistanos, no fim-de-semana. Tudo por causa de vistosa placa anunciando “Também fazemos Operação Lava Jato”. É assim:

•  Um serviço ´Aécio Neves´ (“só aspirar”) custa R$ 5;

•  Um ´José Dirceu´ (“lavar e aplicar pretinho nas rodas”) sai por R$ 15;

•  Por um ´Eduardo Cunha´ (“lavar + aspirar + pretinho”) o preço é R$ 40.

•  E, claro, não poderia faltar o ´Lula´, cujo serviço é completo (“lavar + aspirar + cera + pretinho”) e custa R$ 45.

Nunca antes na história deste país se viu coisa assim...

• Nomeação de 99 ministros e magistrados

Uma minuciosa busca nos saites dos cinco tribunais superiores do Brasil e também do TRF da 4ª Região derruba, numericamente, a tão ouvida tese petista de que “os magistrados têm sido parciais e, assim prejudicam lideranças e filiados do Partido dos Trabalhadores”.

Nos oito anos dos dois governos Lula e nos cinco anos, quatro meses e 12 dias dos dois governos Dilma, foram feitas as seguintes nomeações:

Em todos os Tribunais Federais Superiores: 99 dos atuais 141 ministros (a pesquisa abrangeu o STF, o STJ, o TST, o TSE e o STM);

No Supremo Tribunal: 7 dos atuais 11 ministros;

No Superior Tribunal de Justiça: 28 dos atuais 33 ministros;

No TRF da 4ª Região: 22 dos atuais 27 desembargadores federais (O Espaço Vital não pesquisou os quatro outros tribunais regionais federais).

•  Calendário

Faltam 98 dias para acabar o já acabado governo Temer – com o perdão do pleonasmo.

Mas em seus estertores, Michel ainda vai nomear um (a) ministro(a) para o Tribunal Superior do Trabalho. É que está aberta a vaga decorrente da aposentadoria, em 3 de agosto, da ministra mineira Maria de Assis Calsing.

•  Rock milionário

Será judicial a solução sobre a venda, em abril passado, de 40% do Rock in Rio para a Live Nation, uma promotora de eventos americana com sede em Beverly Hills, Califórnia.

É assim: a brasileira IMM – empresa que sucedeu a IMX fundada por Eike Batista – entrou com ação para desfazer a transação. Alega seu direito de preferência por ser sócia minoritária (20%) de Roberto Medina, o comandante do grande evento roqueiro.

A IMM teve sentença desfavorável e recorreu ao TJ do Rio, de quem obteve uma liminar que suspende toda a transação.

Claro, a Live Nation também está recorrendo.

•  Das redes sociais

A novela ´Segundo Sol’ vai terminar em delação premiada. Não há outra saída para uma novela com tanta gente encalacrada. Eles ficam menos de dois anos na cana, pagam algum dinheiro e depois vão curtir a vida e o muito que sobrou”.

A arte imita a vida.

•  Nomeação para o TRT-4

Foi publicada no Diário Oficial da União desta terça-feira (25) a nomeação do procurador do Ministério Público do Trabalho no RS Roger Ballejo Villarinho para o cargo de desembargador do TRT da 4ª Região. Ele ocupará vaga aberta em decorrência da aposentadoria do desembargador Flávio Portinho Sirangelo.

A posse em gabinete será na próxima sexta-feira (28), às 18h.


Comentários

Banner publicitário

Mais artigos do autor

Lasier Martins confundiu o público com o privado

 Senador gaúcho foi ao Rio, para a formatura da filha, com passagens e diárias de hotel pagas pelos cofres públicos. Que feio!

• Fernando Haddad condenado a indenizar Edir Macedo, chamado de “charlatão”.

 Cuidado para não emprestar seu nome!

 Um trenzinho de alegria apita para anunciar sua chegada na Câmara Federal.

• Jornalista Liziane Lima despede-se da Comunicação Social da OAB-RS.

Uma maneira expedita de responder as apelações: carimbar, carimbar...

 Ministro Carlos Marun vai passar o Dia do Marinheiro no Líbano...

 Michel Temer também vai viajar.

 Seu notebook pifou? Faça como a global Andréa Beltrão!

 Senado aprova o projeto que garante, aos advogados, o acesso a atos e documentos de processos judiciais eletrônicos, mesmo sem procuração específica.

 Chega ao STJ a primeira das ações cíveis que trata da queda do avião em que morreu Eduardo Campos.

 A OAS vai ser despejada em São Paulo.

Antes que o governo Temer acabe, o gaúcho Carlos Marun vai fazer uma “inspeção” no Líbano

 E na mesma linha das “viagens do adeus”, duas representantes do moribundo Ministério dos Direitos Humanos vão a Lisboa e Viena, para uma “visita técnica de prospecção”.

 Um projeto da deputada Clarissa Garotinho para salvar papai Garotinho.

 Lembram do mensalão do PT? Pois Marcos Valério é o único que ainda está preso.

 Uma estátua gremista para o zagueiro Bressan. Só que...

 Uma vaga no Presépio de Natal para Magno Malta.

 Justiça celestial recebe - afinal e definitivamente - executivo da Petrobras condenado a 24 anos de prisão e a devolver US$ 8 milhões.

Adivinhem a causa do fechamento de duas lojas de trajes finos masculinos

 Caiu o faturamento delas, porque 92% de seus clientes estão enrolados na Laja Jato.

 O borracheiro baiano que criou uma holding de R$ 580 milhões em sociedade com uma advogada

• Das redes sociais para o Brasil inteiro: “Sérgio Moro não saiu da justiça para fazer política; mas entrou na política para fazer justiça”.

• Os novos tempos de Toffoli no Encontro Nacional do Poder Judiciário: as cataratas de Foz do Iguaçu como panorama de fundo.

 O outono europeu é lindo: antes que Bolsonaro liquide com o Ministério dos Direitos Humanos, emissárias de Temer fazem “visitas técnicas de prospecção” em Lisboa e Viena.

 Um potim do livro “Jardim das Aflições”.

Pinto pequeno (o outro...) como tema central de uma condenação judicial da Oi Telefonia

  Imagine o leitor ser acordado por um telefonema na madrugada: “Sei que seu pinto é pequeno, e que você tem ejaculação precoce...

  Lula está sentindo falta das visitas íntimas.

 Ex-governador Anthony Garotinho trabalha na arrumação da biblioteca de um hospital psiquiátrico.

 Dia 1º de janeiro entra em vigor a norma ´RuaNeles´, que será a nova versão da Lei Rouanet.

  Dilma explica os descontos do Black Friday: “É 30% de 25%, ou 30% de 30%”...

  Conselheiro da OAB-RS decifra as promoções da Sexta-Feira Preta: “Com raríssimas exceções, é tudo pela metade do dobro do preço”.

  As regalias de alguns servidores do Congresso.

A cadeira “permanente” que era apenas temporária

 TJRS dá ganho de causa ao Grêmio, à OAS e à Karagounis Participações, em ação movida por um torcedor que era titular de uma cadeira no Estádio Olímpico.

• 503 ações para brecar divulgações políticas na internet.

 Indulto do colarinho de 2017 será julgado pelo STF na próxima semana.

 Advogada acha que o STF é “fofo”.