Ir para o conteúdo principal

Edição de sexta-feira , 14 de dezembro de 2018.
https://espacovital.com.br/images/mab_123_11.jpg

“As membras e membros celebram o papel que o MPF...”



 ´Membras´ e ´membros´

A Associação Nacional dos Procuradores da República manifestou por escrito, esta semana, a defesa da igualdade de gênero, com rechaço às intolerâncias. Em certo trecho, o documento refere “as membras e os membros”. A palavra feminina é admitida pela Academia Brasileira de Letras.

Mas o professor Sérgio Duarte Nogueira (irmão do saudoso gaúcho Clóvis Duarte, apresentador de tevê, falecido em 19.7.2011), - que é mestre da língua de Camões e consultor de idioma da Rede Globo - explica que “a falta de uso de ´membra´ no dia a dia faz com que a palavra pareça inexistente – mas ela existe, tanto que aparece em alguns dicionários”.

´Membro´ é uma das chamadas palavras sobrecomuns, servindo para os dois gêneros, sendo desnecessário usar a forma que termina com ´a´.

O expert Nogueira opina que “o medo de parecer preconceituoso faz com que algumas pessoas se obriguem a usar palavras no feminino”.

Leia a íntegra da manifestação:As membras e membros celebram o papel que o Ministério Público Federal exerceu e exerce na defesa dos direitos da população LGBTI”.

 Alguém conhece algum DENTISTO ?

A propósito, obra da dama que estava preocupada em descobrir uma forma presidencial de estocar vento, existe no Brasil a Lei n° 12.605/2012, que “determina o emprego obrigatório da flexão de gênero para nomear profissão ou grau em diplomas”.

Segundo o art. 1° de tal norma, “as instituições de ensino públicas e privadas expedirão diplomas e certificados com a flexão de gênero correspondente ao sexo da pessoa diplomada, ao designar a profissão e o grau obtido”.

E mais: “As pessoas já diplomadas poderão requerer das instituições referidas no art. 1º a reemissão gratuita dos diplomas, com a devida correção, segundo regulamento do respectivo sistema de ensino”.

Temos e tivemos presidente (s) e chegamos a conviver com uma ´presidenta´. Mas desconhece-se caso de algum dentista que tenha virado... ´dentisto´...

  Elas + elas e... eles

O Diário Oficial da última terça-feira (6) trouxe mais uma leva de autorizações para dez novos cursos de Direito, gerando mais 1.360 vagas anuais. Somente neste 2018, o descalabro promovido pelo Ministério da Educação autorizou o funcionamento de 263 novos cursos, abrindo 36.383 vagas.

Números oficiais da OAB ontem (8) registraram 1.114.721 advogados/as inscritos nas 27 seccionais. Tal contingente nacional tem 543.867 mulheres e 570.854 homens.

No RS, elas são 40.694; eles, 41.229.

Mas um detalhe estatístico gaúcho revela o avanço das jovens advogadas. Na faixa etária até os 25 anos, ontem (8) elas ganham por 2.462 x 1.291. E o que impressiona mesmo é a faixa dos 26 a 40 anos: aí a supremacia do gênero feminino é de 20.267 x 14.858.

A “rádio-corredor” da OAB-RS só fala nisso.

  A 'Musa do Veneno'

Confirmado que a deputada Tereza Cristina (DEM-MT) será a ministra da Agricultura, a “rádio-corredor” da Câmara logo ressuscitou-lhe o apelido: “Musa do Veneno”.

Tal alcunha foi-lhe dada, este ano, pelos próprios colegas da bancada ruralista, quando Tereza era presidente da comissão criada para discutir o projeto de lei (nº 6.299) que flexibilizou o uso de agrotóxicos.

Engenheira-agrônoma, empresária e política, a futura ministra tem 64 de idade. Daí porque presume-se que o codinome “musa” seja – até mesmo por uma questão etária – um mero carinho político.


Comentários

Vera Maria Vargas Ferreira - Advogada 09.11.18 | 11:46:26

Membras, membros, em consequência, cobras e cobros! Acredito haver saturado na maior parte da população essa exacerbação de gêneros: por Deus, que chegue um dia em que na pessoa caibam todas as tribos sem distinção pelas opções que assumiram, religiosas, sexuais. Na frenética busca de distinção, banalizam as reais diferenças como capacidade, vulnerabilidade, etc., que deveriam merecer maior atenção dos humanistas, sociólogos, antropólogos, juristas e outros militantes.

Banner publicitário

Mais artigos do autor

A disputa, por três filhas, sobre a destinação do cadáver do pai falecido há seis anos

  Em vida, o falecido teria manifestado, verbalmente, sua disposição de que, após a morte, seu corpo fosse submetido a um processo de congelamento (criogenia – foto acima), nos EUA, para que com a evolução da Ciência, fosse possível descobrir a causa de sua doença.

  A mina da Votorantim próxima ao rio Camaquã e o atropelamento múltiplo de ciclistas: dois “riscos vermelhos” do RS estão no Atlas Global de Justiça Ambiental.

 Unesco certifica a decisão do STF de equiparar a união estável entre pessoas do mesmo sexo à entre casais heterossexuais como “patrimônio documental da humanidade

Delatores premiados devem R$ 422 milhões às contas da Lava Jato

 A PGR lança uma ferramenta para tentar cobrar de notórios caloteiros que se livraram da cadeia.

• Nenhuma advogada conseguiu se eleger presidente de seccional da OAB. Eram oito candidatas, mas nenhuma teve sucesso.

 TJRS decide que a paternidade socioafetiva - declarada ou não em registro público - não impede o reconhecimento de filiação baseado na origem biológica.

 As atuais diferenças entre Lula e José Dirceu (este, ainda, um homem de supremo poder).

Futura ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos diz que homens e mulheres “não são iguais”

 Damares Alves (foto), anunciada como titular da pasta que será criada em janeiro, é advogada e pastora evangélica. Ela contou ter sofrido violência sexual aos 6 anos. É mãe adotiva de uma filha indígena.

 Um sutil puxão de orelhas dado pelo ministro Paulo de Tarso Sanseverino em dois advogados gaúchos.

 Políticos, esses grandes devedores da Fazenda Nacional...

 Férias pagas parcialmente antes do início do descanso motivam pagamento em dobro. Decisão é do TST.

Julgamento disciplinar de magistrados por suposto envolvimento em política partidária

  CNJ decide, no dia 11, os pedidos de providências contra o gaúcho Luiz Alberto de Vargas (TRT-RS) e outros nove magistrados.

  Vitória da situação advocatícia no RS consagrou uma frase: “A OAB não é partido político”.

  Supremos jeitinhos jurídicos para amenizar a corrupção: “É caixa 2”.

Moro prepara pacote de medidas de combate ao crime organizado

 Entre os pontos que serão analisados pelo Legislativo está a proibição da progressão de regime a presos que mantêm vínculos com organizações criminosas.

 Com o efeito cascata em todo o país, o aumento para o STF traz um impacto financeiro de 1 bilhão e 400 milhões de reais, ao ano.

 O supremo séquito e os balangandans: Toffoli levou seis assessores a encontro dos juízes federais em Buenos Aires.

A juíza federal Gabriela Hardt não toca flauta!

  Vídeo apresentando a magistrada federal da Lava Jato como música amadora é fake!

  Imagens e áudio – de boa qualidade - exibidos em grupos de WhatsApp confundem a magistrada com a flautista Gabriela Machado, do grupo Choronas, de Santos (SP).

  Socicredi não pode usar a marca Sicredi. Decisão é do TJRS.

 Atraso habitual de ônibus do empregador é computado como hora extra em favor de empregado.

  Caso grave de Mal de Parkinson: STJ condena Bradesco a fornecer home care, mesmo sem previsão no contrato.