Ir para o conteúdo principal

Edição de sexta-feira , 17 de maio de 2019.
https://espacovital.com.br/images/jus_azul_caricatura_2.jpg

No Grêmio, hora de renovar! No Inter, caiu na área ou fora dela...é pênalti!



Arte de Camila Adamoli sobre reprodução Fox Sports

Imagem da Matéria

 Por um 2019 melhor do que 2018

É nítida a necessidade de renovação no Grêmio. Foi o time que mais poupou em 2018. E o que mais teve jogadores lesionados, com câimbras e cansados. Sim, cansados. Três aspectos a cuidar.

Primeiro: renovação do plantel. O Grêmio não é uma casa de caridade e, por isso, deve mandar embora jogadores que não têm condições de vestir a camisa do tricolor: Bressan, Marcelo Oliveira, Kaio, André, o próprio esforçado Jael... Completem a lista.

Segundo: não repetir os erros de 2018. Como? Fazer plantel. Buscar jogadores certos (abrir o olho com empresários que vendem bondes) e não arriscar jogar várias competições com um plantel que dá apenas para uma competição e olhem lá. Se não fizer, então começará, ano que vem, de novo o chororô de 2018. Ah, os jogadores estão exauridos. Ah, a corda da preparação física vai arrebentar...

O jogo contra o Vasco mostrou um Grêmio que ´vendeu a mãe para ganhar´. E mostrou também, retrospectivamente, porque perdemos pontos tão patéticos e que, hoje, facilmente, poderiam nos dar o título. Se não o título, uma tranquilidade de G4, que agora será disputada palmo a palmo com São Paulo.

Terceiro: parece que os fisiologistas do Grêmio não se deram bem na temporada. Fossem do Ministério da Economia e a inflação teria estourado. Como os músculos dos jogadores. Azar existe? Pode ser... Mas tantas lesões e canseiras, já é demais.

 E a IVI?

Bom, a Imprensa Vermelha Isenta não perde tempo. Depois de estar exultando com a possível derrota gremista contra o Vasco, tomou Rivotril com o frango do Martin Silva e já partiu para o jogo do Grêmio contra o São Paulo.

“Sugestão” da IVI: usar o SINPOF (sindicado do pontinho fora). Claro, essa fórmula nunca falha. Quem a usa, perde. O Grêmio sabe disso (acho que sim), porque foi vitimado recentemente contra o River. Os deuses do futebol odeiam o SINPOF.

No mais, a IVI passou um verniz na campanha do Inter. Na rádio Pravda, o pontinho fora lá no Ceará foi bom. Pois é. Deixa assim.

 Apito amigo

Por fim, o campeonato ainda não terminou. Aguardem novos episódios da operação apito amigo. O rapaz lá em Fortaleza até que se esforçou, invertendo faltas e, ao final, quase conseguiu, ao não dar uma delas a favor do Ceará e, na sequência, houve falta a favor do Inter. Só que essa ele deu.

Enquanto aguardamos as próximas rodadas, curtam um vídeo que bem mostra, de forma caricatural, a quantidade de pênaltis dados a favor do Inter. O Brasil é bom nisso. Caiu... em qualquer lugar...é pênalti. Bingo. Confiram, clicando aqui.


A PALAVRA DO LEITOR

Se você quiser comentar ou esclarecer alguma notícia, disponha deste espaço.
Sua manifestação será veiculada em nossa próxima edição.

Comentários

Banner publicitário

Mais artigos do autor

“Só o Grêmio como mandante perdeu” – é a ´flauta” da IVI do centro!

“Diori Vasconcelos é um poço de contradições. No pênalti marcado via VAR no Gre-Nal, ele disse que ´a imagem não pode estar parada, e por isso o VAR errou´. Mas no caso do impedimento do Cortez, domingo, somente se viu um peito projetado (as pernas estavam “legais”) com a imagem...exatamente parada”. 

Para compensar a dor da perda...

“No dia seguinte ao Gre-Nal que consagrou o Grêmio e Paulo Victor, era nítido o azedume dos membros da IVI. Eles criaram, então, a compensação: Nico López teria sido o melhor do campeonato. Essa imprensa isenta é antológica”.

A IVI e o três vezes iluminado! De Bo(n)a!

“Gustavo de Bona, narrador da Gaúcha. Molhou-se todo ao narrar o gol do “iluminado, iluminado, iluminado Guerrero. Não estou dizendo que o peruano é um caco. Estou falando do modo desproporcional com que a IVI trata dos assuntos de Inter e Grêmio”.