Ir para o conteúdo principal

Edição Extra, interrompendo, em 11.1.2020, as férias da Equipe Espaço Vital

Filas marcaram votação para presidência da OAB-RS



LÍVIA ROSSA/ESPECIAL/JC

Imagem da Matéria

A votação para a presidência da seccional da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) no Rio Grande do Sul e para a diretoria das 106 subseções nesta sexta-feira (30) foi marcada, em alguns momentos, por longas filas. Desde às 9h, grande número de profissionais compareceu ao Ginásio Gigantinho, ao lado do estádio Beira-Rio para votar.

O local concentrou as urnas na Capital. Mais de 22 mil dos 58 mil advogados aptos a votar estão em Porto Alegre. No fim da manhã, a fila contornava o ginásio e percorria até o estacionamento ao lado.

Devido ao calor, muitos advogados levaram até sombrinha para aliviar o impacto do sol. Os eleitores, no início da manhã, sofreram com a chuva. A espera para votar, em alguns momentos, foi de mais de uma hora.


A grande presença de advogados com mais de 60 anos idosos, que possuem atendimento prioritário, ainda pela manhã foi considerada atípica pela organização da eleição. A sessão eleitoral da faixa etária foi a mais disputada. No total, são 70 seções para votar, usando urna eletrônica.

Até às 12h30min, nenhum dos candidatos tinha ido votar. Três chapas concorrem à sucessão. A votação vai até as 17h. A eleição ocorre a cada três anos e define a gestão que vai de 2019 a 2021.


A PALAVRA DO LEITOR

Se você quiser esclarecer, comentar, detalhar, solicitar correção e/ou acréscimo, etc. sobre alguma publicação feita pelo Espaço Vital, envie sua manifestação.

Notícias Relacionadas

Decisão da Justiça Federal reduz o valor da anuidade da OAB para R$ 500

Defiro o pedido de gratuidade de justiça, tendo em vista os documentos juntados no evento 1, com fundamento no Enunciado nº 119 das Turmas Recursais do Estado do Rio de Janeiro: ENUNCIADO 119 - “O pedido de gratuidade de justiça pode ser analisado pela Turma Recursal quando do conhecimento de recurso interposto sem preparo, desde que esteja acompanhado de declaração de hipossuficiência
nos termos do art. 2º da Lei 1.060/50.” (Aprovado na Sessão Conjunta de 03/12/2013. Publicado no DJ-e de 18/12/2013, pg 1.363).
Assim, presentes os pressupostos recursais, conheço do recurso interposto.
Cuida-se de ação por meio da qual a parte autora pretende que seja limitado o valor da anuidade cobrada pela parte ré (OAB). O juízo de origem julgou improcedente o pedido. Em sede recursal a parte autora pretende a reforma da sentença, para que resulte procedente o pedido deduzido na exordial.
É o relatório. Decido.

Decisão da Justiça Federal reduz o valor da anuidade da OAB para R$ 500

 

Decisão da Justiça Federal reduz o valor da anuidade da OAB para R$ 500

Acórdão beneficia um advogado do Rio de Janeiro. O acórdão não tem alcance nacional, mas pode estar criando um precedente para muitas ações semelhantes. O julgado tem ramificações com um caso gaúcho e com a decisão do STF (abril de 2020), sobre a impossibilidade de suspender o exercício profissional como punição à inadimplência do pagamento da anuidade.

Decisões teratológicas e outros quejandos

Advogado gaúcho Luiz Augusto Beck da Silva lança o livro "Decisões Teratológicas, Erros Crassos, Equívocos e Mazelas". A obra registra erros crassos, equívocos e mazelas. E elogia 44 magistrados do RS.