Ir para o conteúdo principal

Edição de terça-feira , 11 de dezembro de 2018.

Comissão Eleitoral da OAB-RS pede desculpas à advocacia porto-alegrense



Caroline Tatsch - OAB/RS

Imagem da Matéria

A Comissão Eleitoral da OAB-RS expediu nota oficial em que pede desculpas pelos problemas de filas surgidos nas primeiras horas da votação, nesta sexta-feira:

“A Comissão Eleitoral da OAB-RS vem a público pedir desculpas aos 22 mil advogados e advogadas votantes em Porto Alegre, que enfrentaram problemas de fluxo para votar na manhã desta sexta-feira (30) no Ginásio Gigantinho.

Conforme regramento eleitoral, a votação deve acontecer de forma direta e obrigatória. Esse regramento também destaca a obrigatoriedade do uso de urnas eletrônicas no pleito eleitoral das seccionais da entidade. Assim, se faz necessária a presença física da classe no ato de votação.

Com o fato ocorrido durante a manhã do pleito, a Comissão Eleitoral já recomendou mudanças no provimento para que os próximos colégios eleitorais aconteçam de forma virtual, evitando o deslocamento dos mais de 58 mil advogados votantes em todo o Rio Grande do Sul.

Da mesma forma, as três chapas concorrentes visitaram o local na quinta-feira (29) e não fizeram nenhuma observação em relação à estrutura. Além disso, os bombeiros deram alvará de funcionamento e estiveram presentes ao longo de todo o processo eleitoral auxiliando para a melhor fluência dos eleitores.”


Comentários

Beatriz Regius Von Péterffy - Advogada/sofredora 02.12.18 | 16:41:59

Realmente foi um absurdo, desumanas mesmo as condições do local, principalmente nas Seções de 1 a 5 (onde eu vi pessoalmente, e também votei). Parecíamos gado no brete e, pior, o contrafluxo de quem votou era pelo mesmo brete. Pessoas passando mal com o calor; uma senhora de mais idade desmaiou a dois metros de mim. Que falta de respeito! Anulei meu voto.

José Rodrigues Moreira - Procurador Municipal 01.12.18 | 15:48:12
Creio que a votação on line seria melhor, com assinatura digital, evitando filas e deslocamentos desnecessários.
Adauri Jose Durgante Pistoia - Advogado 01.12.18 | 11:47:19

Vergonha! Em pleno século XXI, com processo eletrônico e tudo mais, a Comissão Eleitoral ignora a realidade virtual e obriga os advogados a perder meio dia de trabalho, para se deslocarem até o Gigantinho pra votar. Meu protesto! Espero que até a nova eleição encontrem um meio (será que é tão difícil?...) de os advogados votarem por meio eletrônico.

Ricardo Borda Luchin - Advogado 30.11.18 | 23:38:49

Em primeiro lugar acho um absurdo a votação ser obrigatória. Mas enquanto for obrigatória, por que não fazer a votação pela internet? Todos os advogados têm certificação Dfgital. Seria muito mais fácil e barato.

Banner publicitário

Notícias Relacionadas

Lucas Pfeuffer - OAB/RS

A Situação ganhou de novo!

 

A Situação ganhou de novo!

O grupo OABMais que, em 2007 assumiu pela primeira vez a OAB gaúcha, ficará no poder por mais três anos, a partir de 1º de janeiro próximo, em função da expressiva vitória de Ricardo Breier sobre os oposicionistas Paulo Petri da Silva e Paulo Peretti Torelly.