Ir para o conteúdo principal

Edição de terça-feira , 13 de agosto de 2019.
https://espacovital.com.br/images/smj.jpg

Uma maneira expedita de responder as apelações: carimbar, carimbar...



Arte de Camila Adamoli

Imagem da Matéria

 Mais carimbos na jurisdição

Advogados com maior militância na Justiça Federal enriqueceram, ontem (10), a “rádio-corredor” da OAB-RS com uma inédita: a constatação de que procuradores federais que - em nome do INSS - atuam em ações previdenciárias criaram um novo momento jurídico: o “gerenciamento”.

Tal como a arte-finalista Camila Adamoli, da Equipe EV, retrata na imagem que ilustra esta nota, o instituto substitui as necessárias contrarrazões às apelações com uma carimbada. Nela pugna pelo total desprovimento dos recursos dos segurados.

Estampado o pedido numa folha de papel A-4, o(a) procurador(a) apenas coloca a data, lança sua rubrica e, logo abaixo, dá uma nova carimbada, então com seu nome.

As peculiaridades do “gerenciamento” não ficam por aí. Ele também agride o vernáculo, ao usar a expressão “reinterando” (com ´n´...).

Por mais que o Espaço Vital procurasse em dicionários, somente encontrou o verbo REITERAR, cujo particípio presente é reiterando.

A culpa deve ser do fabricante do carimbo.

• Marun vai mesmo!

Confirmado! O ministro Carlos Marun, mesmo em final do governo Temer, fará uma incursão ao Líbano e à Arábia Saudita, de 12 a 18 deste mês. Em nota enviada ao Espaço Vital, o viajor informou que “em um primeiro momento, a missão será visitar a Fragata União, que desde novembro de 2011 lidera a Força Tarefa Marítima, braço marítimo da Força Interina das Nações Unidas no Líbano”.

Todo pimpão, Marun diz que lá participará, na quinta-feira (14), de cerimônia alusiva ao Dia do Marinheiro.

Nos dias 16 e 17, o defensor-mor de Temer e Cunha estará em Jeddah, na Arábia Saudita, acompanhando negociações do Programa Mais Alimentos Internacional, para “concretização da parceria com a Nigéria que se propõe a comprar, de indústrias brasileiras, 4.384 tratores e 36.083 unidades de máquinas e equipamentos agrícolas. Serão 360 milhões de euros” – escreve ele.

A nota nada refere sobre o custo da viagem e da hospedagem – nem sobre o número de assessores acompanhantes. No retorno, patriotas verdadeiros vão conferir os resultados.

 Maçã judicial

Andréa Beltrão – que foi a Zelda de “Armação Ilimitada” e a cabeleireira Marilda, do seriado “A Grande Família” – encerraram, por acordo, uma disputa judicial que travavam com a Apple, por causa de um notebook Mac, adquirido, em 2016, por R$ 14 mil na revenda carioca autorizada Xpress Barra.

A máquina parou de funcionar menos de um ano depois da compra. Como a fabricante e o lojista nada solucionassem em dez meses de idas e vindas, a atriz entrou com ação em 27 de julho deste ano.

Após vários embates judiciais, a fabricante estadunidense dará um aparelho novo, top de linha, à consumidora famosa e pagará R$ 5.490. (Proc. nº 0177397-14.2018.8.19.0001).

 Acesso garantido

O Plenário do Senado aprovou, na última semana (5), o projeto que garante aos advogados acesso a atos e documentos de processos judiciais eletrônicos, mesmo sem procuração específica. Aprovado por unanimidade, o PLC nº 72/2018 não valerá para as ações que tramitam em sigilo. O texto agora vai à sanção do presidente da República.

De autoria do deputado petista Wadih Damous (PT-RJ) o projeto estabelece que o advogado pode analisar, sem procuração, procedimentos em qualquer órgão dos Poderes Judiciário e Legislativo ou da administração pública.

Com a medida, também será possível copiar as peças. A regra valerá para processos eletrônicos concluídos ou em andamento.

 Lá vai ele também

O derradeiro compromisso internacional de Michel Temer será uma reunião do Mercosul na próxima terça (18), em Montevidéu.

Em tal data, o presidente iria a um encontro da cúpula da ONU, em Marrakesh, para debater a situação global de migrantes e refugiados. Mas o Itamaraty recomendou a mudança de rumo

Havia temores de que Temer enfrentasse um clima hostil, após as declarações de Jair Bolsonaro sobre a tendência de mudar a embaixada do Brasil em Israel, de Tel-Aviv para Jerusalém.

 Caraminguá para poupadores

O Banco do Brasil pagará, em parcela única, os poupadores que ingressaram com ações para repor perdas dos planos Bresser (1987), Verão (1989) e Collor 2 (1991). O teto é de R$ 20 mil. A quitação faz parte do acordo, validado pelo STF, entre governo, Febraban e representantes dos poupadores.

Os bancos estão obrigados a realizar o pagamento à vista para ressarcimentos de até R$ 5 mil. Acima desta quantia, o prazo pode se estender por quatro anos.

 Tem...e não tem

Na terça-feira passada, Cesar Mata Pires Filho – o dono da OAS - pagou uma fiança de R$ 29 milhões para deixar a carceragem da PF em Curitiba. Presume-se, assim, que ele ainda nade em dinheiro na pessoa física. Beleza pra ele.

Mas, um dia depois, o juiz Felipe Miranda, da 16ª Vara Cível de São Paulo (SP), determinou o despejo da OAS de sua sede, na Barra Funda, na capital paulista. É que a empresa deve locativos.

Não tendo purgado a mora, a OAS tem 15 dias para desocupar o prédio.

 Avião em queda

Chegou ao STJ e fica para a pauta de 2019 a primeira das ações cíveis que trata da queda do avião, em 2014, em que morreram Eduardo Campos e outras seis pessoas.

Em maio passado, a 8ª Câmara de Direito Privado do TJ-SP condenou o Partido Socialista Brasileiro e a dona da aeronave, a A. F. Andrade Empreendimentos (ora em recuperação judicial), a indenizarem a proprietária de um imóvel atingido no acidente.

Segundo as instâncias ordinárias, serão dez salários por danos morais. E os danos materiais serão calculados em liquidação de sentença. (REsp nº 1785404).

• Câmbio rendoso

Está andando a delação premiada dos irmãos doleiros Marcelo e Roberto Rzezinski, presos em junho na Operação Câmbio, Desligo.

Os dois já estão tranquilos, ainda mais que foram libertados por Gilmar Mendes.

Delatar fora do cárcere é mais suave.


A PALAVRA DO LEITOR

Se você quiser comentar ou esclarecer alguma notícia, disponha deste espaço.
Sua manifestação será veiculada em nossa próxima edição.

Comentários

Banner publicitário

Mais artigos do autor

Mime das redes sociais sobre charge de DUKE

Em 13 meses, 309 viagens internacionais de deputados brasileiros

 

Em 13 meses, 309 viagens internacionais de deputados brasileiros

 Um dos destinos da moda, agora, é Dubrovnik, na Croácia. O objetivo é dar, às excelências, "acesso a novos conceitos, políticas públicas e experiências legislativas úteis ao Brasil" (risos...).

• TJRS autoriza penhora do automóvel da mulher para pagamento de dívida do marido.

 Quem é o senador “mais ladrão” da República?

 Mais de 50% das matérias penais julgadas, de 2013 a 2017 pelo STF, foram pedidos de habeas corpus.

O Telegram, por meio do qual Moro e Deltan se comunicavam, tem capital russo e sede em Dubai

 

O Telegram, por meio do qual Moro e Deltan se comunicavam, tem capital russo e sede em Dubai

 Constatações em série: Sérgio Moro continua o ministro mais popular do governo.

 Ex-ministro do STF Carlos Velloso avalia que os vazamentos de conversas “não devem virar trunfos para os acusados pela Lava-Jato”.

• Uma dica antiga de Tancredo Neves: “Só fale por telefone aquilo que você pode falar em público”.

 São turvas as relações atuais entre a OAB-RS e a OAB nacional.

 Advogados simpáticos ao PT já preparam articulações para tentar ganhar as eleições na Ordem gaúcha em 2020.

 O pito que, em público, João Dória passou num coronel da PM paulista.

Imagem de JetShoots.com – Montagem de Gerson Kauer

   As ações do ex-presidente da OAB Claudio Lamachia contra a Gol e a Tam

 

As ações do ex-presidente da OAB Claudio Lamachia contra a Gol e a Tam

   Os maus serviços, a impontualidade e a falta de assistência praticados pelas empresas aéreas. A (finada) Avianca é a campeã de reclamações.

   O casal de namorados que comprou passagem para ir a Florianópolis de avião, mas teve que se sujeitar a sete horas de viagem de ônibus.

  A ação da atriz Juliana Paes e seus filhos contra a Delta Airlines: dez horas retidos em Atlanta (EUA).

   A (des) ordem nacional da má prestação de serviços: Oi (1º), Vivo (2º), Claro (3º), Sky (4º) e Net (5º).

Arte de Camila Adamoli sobre charge de Junião

   Mudanças no Estatuto da OAB para que advogados sentem no mesmo “plano topográfico do juiz”

 

Mudanças no Estatuto da OAB para que advogados sentem no mesmo “plano topográfico do juiz”

 R$ 5,8 milhões anuais para que os deputados federais viajem à vontade.

 Uma compra de 106 mil pistolas.

 Empresários, tremei! Vem aí uma delação arrasadora.

• Fiança (paga!) de R$ 90 milhões para soltar um preso.

 Uma mulher brasileira comandará, a partir de Cingapura, a operação da Coca-Cola em onze países asiáticos.

VOX MS

   As relações pessoais entre o então juiz, seu assessor e três advogados

 

As relações pessoais entre o então juiz, seu assessor e três advogados

 Um concurso para ingresso na magistratura em que Diego foi aprovado, mas Juliano não teve igual sorte.

 No mesmo dia da posse do juiz, porém, o amigo é designado para assessor. Então, os dois passam a morar juntos.

 O advogado Eugênio Costa e suas influências na comarca. Encontros para jogar vídeo games. E uma ida às compras no free shop do Chuí.

 O oferecimento dos serviços de futura consultoria advocatícia.

 “É nesse círculo de relacionamentos em que relações da vida privada (amizade, camaradagem, afinidades pessoais) se misturam com a vida profissional, que o Dr. Diego Magoga Conde passou a comprometer a sua independência de magistrado” – afirma o desembargador Rogério Gesta Leal.