Ir para o conteúdo principal

Edição de terça-feira , 20 de agosto de 2019.
https://espacovital.com.br/images/smj.jpg

Ataque de sapo no banheiro feminino de casa noturna gaúcha!



Montagem EV sobre arte Clipart

Imagem da Matéria

 A ofensiva do sapo

Nas “rádios-corredores” da Subseções da OAB-RS, de Santa Vitória do Palmar (extremo sul) até a de Torres (ponto norte do litoral gaúcho), só se fala num original registro de ocorrência, feito num destes fins-de-semana caniculares, numa das delegacias de polícia praianas.

Após divertir-se numa das casas noturnas mais badaladas, uma jovem frequentadora – devidamente identificada - procurou o plantão policial, às 3h23 das madrugada, para fazer o seguinte registro:

“Que nesta data estava na boate XXX e que foi ao banheiro, quando no vaso sanitário um sapo que estava no interior do local saltou, atingindo a vagina da vítima, causando lesão e ardência no local. Que foi ao Posto de Saúde e realizou exame, sendo receitada uma injeção antialérgica. Manifesta o desejo de representar contra o acusado (dono do estabelecimento)”.

Às voltas com o registro, cadastrado como “lesão corporal leve consumada”, o delegado está pensando o que fazer.

 Teoria sobre filas

Seguramente, o leitor já teve que desperdiçar seu tempo em filas de bancos, só para pagar uma conta atrasada. Nessas horas dá para pensar em qualquer coisa, inclusive no próximo Gre-Nal, ou na vontade de rever os filhos, ou se encontrar logo com a namorada.

Pois deve ter sido num momento desses que o dinamarquês Agner Krarup Erlang pensou em como agilizar as filas. Em 1909, ele publicou a primeira teoria sobre o assunto.

Hoje pesquisadores estão empenhados – sem êxito, por enquanto - em aprimorar esse sistema de atendimento e a teoria das filas é tema de sérias pesquisas matemáticas. Mas os bancos brasileiros estão nem aí, ainda mais depois da recente decisão do STJ, comentada no tópico seguinte.

 Filas legítimas...

Por unanimidade, a 4ª Turma do STJ entendeu, na quarta-feira (27), que a demora em fila para atendimento bancário não gera dano moral. A decisão proveu o recurso do Banco do Brasil, em ação promovida pelo advogado Maycon Jhonatan Sales Vieira.

Ele padeceu atendimento demorado (1h13 de espera) numa agência do BB em Rondônia. A decisão do tribunal estadual foi de procedência da indenização. O STJ reverteu.

O relator, ministro Luis Felipe Salomão – que provavelmente não frequenta casas bancárias comuns, mas só as vips, expressas e reservadas - avalia que a espera em uma fila pode ser classificada como “desconforto”.

A decisão superior foi assim: “A longa espera em fila de banco é irregularidade administrativa, comum na relação entre a instituição e o cliente, que não passa de mero aborrecimento diário”.

Punições contra bancos lentos, só as previstas em legislações municipais... (REsp nº 1647452).

 Gol perdido

Flauta colorada nesta quinta (28) nas redes sociais: “O centroavante André, do Grêmio, aquele muito bem pago que joga mal e não faz gols, foi vendido para o futebol da China. Mas o voo era da Gol e ele perdeu”...

Como validamente diz o jurista Lenio Streck, em sua apreciada Jus Azul, às terças-feiras, “o Grêmio não é uma casa de caridade e, por isso, deve mandar embora jogadores que não têm condições de vestir a camisa do tricolor – entre eles o irritante André”.

O problema é que o atleta está com contrato em vigor, salários sempre em dia, e nenhum clube quer tê-lo. Nem mesmo por empréstimo...


A PALAVRA DO LEITOR

Se você quiser comentar ou esclarecer alguma notícia, disponha deste espaço.
Sua manifestação será veiculada em nossa próxima edição.

Comentários

Banner publicitário

Mais artigos do autor

Mime das redes sociais sobre charge de DUKE

Em 13 meses, 309 viagens internacionais de deputados brasileiros

 

Em 13 meses, 309 viagens internacionais de deputados brasileiros

 Um dos destinos da moda, agora, é Dubrovnik, na Croácia. O objetivo é dar, às excelências, "acesso a novos conceitos, políticas públicas e experiências legislativas úteis ao Brasil" (risos...).

• TJRS autoriza penhora do automóvel da mulher para pagamento de dívida do marido.

 Quem é o senador “mais ladrão” da República?

 Mais de 50% das matérias penais julgadas, de 2013 a 2017 pelo STF, foram pedidos de habeas corpus.

O Telegram, por meio do qual Moro e Deltan se comunicavam, tem capital russo e sede em Dubai

 

O Telegram, por meio do qual Moro e Deltan se comunicavam, tem capital russo e sede em Dubai

 Constatações em série: Sérgio Moro continua o ministro mais popular do governo.

 Ex-ministro do STF Carlos Velloso avalia que os vazamentos de conversas “não devem virar trunfos para os acusados pela Lava-Jato”.

• Uma dica antiga de Tancredo Neves: “Só fale por telefone aquilo que você pode falar em público”.

 São turvas as relações atuais entre a OAB-RS e a OAB nacional.

 Advogados simpáticos ao PT já preparam articulações para tentar ganhar as eleições na Ordem gaúcha em 2020.

 O pito que, em público, João Dória passou num coronel da PM paulista.

Imagem de JetShoots.com – Montagem de Gerson Kauer

   As ações do ex-presidente da OAB Claudio Lamachia contra a Gol e a Tam

 

As ações do ex-presidente da OAB Claudio Lamachia contra a Gol e a Tam

   Os maus serviços, a impontualidade e a falta de assistência praticados pelas empresas aéreas. A (finada) Avianca é a campeã de reclamações.

   O casal de namorados que comprou passagem para ir a Florianópolis de avião, mas teve que se sujeitar a sete horas de viagem de ônibus.

  A ação da atriz Juliana Paes e seus filhos contra a Delta Airlines: dez horas retidos em Atlanta (EUA).

   A (des) ordem nacional da má prestação de serviços: Oi (1º), Vivo (2º), Claro (3º), Sky (4º) e Net (5º).

Arte de Camila Adamoli sobre charge de Junião

   Mudanças no Estatuto da OAB para que advogados sentem no mesmo “plano topográfico do juiz”

 

Mudanças no Estatuto da OAB para que advogados sentem no mesmo “plano topográfico do juiz”

 R$ 5,8 milhões anuais para que os deputados federais viajem à vontade.

 Uma compra de 106 mil pistolas.

 Empresários, tremei! Vem aí uma delação arrasadora.

• Fiança (paga!) de R$ 90 milhões para soltar um preso.

 Uma mulher brasileira comandará, a partir de Cingapura, a operação da Coca-Cola em onze países asiáticos.

VOX MS

   As relações pessoais entre o então juiz, seu assessor e três advogados

 

As relações pessoais entre o então juiz, seu assessor e três advogados

 Um concurso para ingresso na magistratura em que Diego foi aprovado, mas Juliano não teve igual sorte.

 No mesmo dia da posse do juiz, porém, o amigo é designado para assessor. Então, os dois passam a morar juntos.

 O advogado Eugênio Costa e suas influências na comarca. Encontros para jogar vídeo games. E uma ida às compras no free shop do Chuí.

 O oferecimento dos serviços de futura consultoria advocatícia.

 “É nesse círculo de relacionamentos em que relações da vida privada (amizade, camaradagem, afinidades pessoais) se misturam com a vida profissional, que o Dr. Diego Magoga Conde passou a comprometer a sua independência de magistrado” – afirma o desembargador Rogério Gesta Leal.