Ir para o conteúdo principal

Edição de sexta-feira , 17 de maio de 2019.
https://espacovital.com.br/images/smj.jpg

Quem sabe onde fica o fórum da foto?



Arte de Camila Adamoli sobre foto (reprodução) das redes sociais

Imagem da Matéria

 Reconciliação vacum

De repente, a partir da tarde da quarta-feira de cinzas, a foto invadiu as redes sociais no RS. Esquálidos, um boi preto e uma vaca marrom foram fotografados ao sair de um dos fóruns do Interior do RS. As versões foram muitas, mas a prevalente é a de que, durante o feriadão, o portão de acesso à Casa da Justiça teria ficado aberto – por esquecimento. E que assim os animais aproveitaram para pastar a grama verdinha e pastosa.

Depois, um burocrata teria sido o encarregado – com êxito - de enxotar os bichos, para que saíssem.

Antes, um estagiário foi posto a tentar descobrir quem era o dono dos animais. Fracassou, mas pelo menos conseguiu informar ao diretor do fórum foi que se tratavam de “dois animais mamíferos, da família dos bovídeos, ruminantes, de chifres pares, ocos e pontiagudos”.

Madame Tartaruga, que estava de ressaca carnavalesca na não identificada comarca, correu a seu modo até a repartição forense, a tempo de registrar a foto acima e manifestar seu palpite: os dois haviam se reconciliado e saíam juntos de uma audiência na vara de família que tratava de alimentos recíprocos.

Dos 12 dirigentes de subseções da OAB-RS abordados pelo Espaço Vital, nenhum deles conseguiu afirmar qual exatamente fora o fórum (quase uma cacofonia, opa!) competente da inusitada incursão.

Daí o porquê do chamamento aos leitores. Quem conseguir identificar “QUAL FOI O FÓRUM DA HIPOTÉTICA AUDIÊNCIA BOVINA”, fica solicitado pelo Espaço Vital a esclarecer.

Basta enviar um e-mail para 123@espacovital.com.br – clicando aí ao lado. Os leitores podem optar por terem seus nomes divulgados, ou não.

• Loas às mulheres

Um tim-tim para a advogada Karla Meura, primeira mulher negra a integrar o Conselho Pleno da OAB-RS, que enriquecerá o Espaço Vital, quinzenalmente (terças-feiras alternadas), com apropriados textos para a bandeira que ela levanta.

Em reforço às bem lançadas linhas dela na edição de hoje, a equipe do Salvo Melhor Juízo colabora com um potim. E pergunta: O leitor sabe quando a mulher brasileira estará ganhando igual ao homem no trabalho?

Só em 2050 – ou no 50º ano do terceiro milênio!

Em bem lançadas contas, o pesquisador Marcelo Neri, da FGV Social, aponta textualmente que “embora continuem ganhando 41,6% menos do que os homens, as mulheres tiveram um crescimento de renda 7,2% maior nos últimos quatro anos”. Nesse passo, o equilíbrio virá só daqui a 31 anos.

A conferir!

 Política perpétua (1)

Lembram da loquaz catarinense Vanessa Grazziotin, ex-senadora de esquerda (PCdoB-AM), defenestrada pelas urnas? Pois ela está, desde a semana passada, em outra “vibe”.

Foi contratada como assessora no gabinete da deputada acreana e sua correligionária Perpétua Almeida. Salário de R$ 11,7 mil mensais, fora os presumíveis penduricalhos a que fazem jus os(as) amigos(as) da casa.

 Política perpétua (2)

Vanessa é formada em Farmácia pela Universidade Federal de Manaus. É casada com Eron Bezerra, ex-deputado estadual do Amazonas.

Também não reeleito, o marido de Vanessa, a convite do governador Wilson Miranda Lima (PSC), atualmente é o titular da Secretaria de Estado de Produção Rural do Amazonas.

 O campeão Michel...

Campeão às avessas, claro! Saiu a tabulação completa da pesquisa do Instituto Gallup sobre o índice de aprovação em 2018 dos líderes políticos de 120 países. O pior índice foi de Michel Temer, que ficou só com 7%.

Comparando: o arrogante Donald Trump recebeu 37% de aprovação.

 Mau conceito

Foi realizada na quinta passada uma reunião na Casa Civil do Planalto, em Brasília, para tratar da Copa América que será disputada no Brasil, a partir de 14 de junho.

O presidente Jair Bolsonaro deu uma passadinha no encontro, dele saindo com uma recomendação: “Evitar vincular sua imagem à Conmebol e à CBF, delas mantendo distância, pois ambas não gozam de bom conceito moral”.

Sobre a Conmebol, o Grêmio que o diga. Basta lembrar a semifinal da Libertadores de 2018.

• A folga da tornozeleira

O ex-deputado e delator Pedro Correa (PP-PE), ora em prisão domiciliar em Recife (PE), pediu autorização judicial para submeter-se a uma cirurgia de correção de deformidade na lombar.

Só que... – conforme atestado médico - durante a operação e nas primeiras horas de recuperação hospitalar, a tornozeleira eletrônica teria que ser retirada. A Justiça Federal autorizou.

Médico de formação, mas desde 1978 político - por rendosa opção - ao sair do cárcere para a prisão domiciliar, Pedro Correa disse no ano passado que “no Brasil sempre se fez política com corrupção e compra de votos”.

E mais: ele “só se arrepende do que não fez”.

Desde 2013, Pedro está condenado a 9 anos e 5 meses de prisão e multa de R$ 1,08 milhão no julgamento do mensalão. Cada vez mais há quem diga que o crime (político) compensa. (Ação Penal nº 470).


A PALAVRA DO LEITOR

Se você quiser comentar ou esclarecer alguma notícia, disponha deste espaço.
Sua manifestação será veiculada em nossa próxima edição.

Comentários

Banner publicitário

Mais artigos do autor

Um novo round no enfrentamento entre OAB-RS e o juiz Guilherme da Rocha Zambrano

• Sentença proferida pela juíza federal Paula Beck Bohn condena a Ordem gaúcha a pagar R$ 10 mil ao magistrado.

 Decisão anterior do juiz federal Francisco Donizete Gomes atribuiu segredo de justiça ao feito.

 Editora Abril condenada por veiculação de anúncio sobre “sexo selvagem”.

 Certezas e dúvidas de Dilma Rousseff sobre jogos da Libertadores da América.

 Gata pode ficar em apartamento residencial, se não incomodar os vizinhos do prédio.

As contagens de Sérgio Moro: o tempo até chegar ao STF e a expansão dos seus cabelos brancos

 O ex-juiz federal está a 17 meses e meio de distância temporal da Suprema Corte. Enquanto isso, seus cabelos brancos já estão chegando.

 As quatro justificativas para que a lagosta passe a ser o novo símbolo do STF.

 Michel Temer compara a sua cela paulistana com o cárcere de Lula, em Curitiba.

 O primeiro emprego formal para o jovem brasileiro só chega, em média, aos 28 anos e seis meses de idade.

• Romero Jucá não para: ele se prepara para prestar consultoria à Confederação Nacional de Comércio.

• Ameaças de morte na Faculdade de Direito de Brasília.

 Azul faz nova oferta pela Avianca (que tem R$ 3 bilhões de dívidas).

Os 25 livros lidos por Lula que podem ajudar na progressão da pena

   São: “Grande Sertão: Veredas”, de João Guimarães Rosa; “A Virtude da Raiva”, de Arun Gandhi; “O Alufá Rufino”, de João José Rei.

E mais outros 22.

   Mas a “rádio-corredor” da OAB do Paraná sugere que o ex-presidente seja submetido a uma prova objetiva com 100 perguntas, nos mesmos moldes do Exame de Ordem.

A surpresa no cardápio da gastronomia oficial do STF

As críticas das redes populares sobre as mesas fartas de comes e bebes pretendidas pela presidência do Supremo.

 Decisão judicial apelidada de “moqueca jurídica salgada” suspende a “farra das lagostas”.

• A maldição da camiseta 22 no Grêmio.

 De novo, a American Airlines espezinha clientes brasileiros.

 Nos Correios, um chefe para cada dois servidores.

Sucatas aéreas nos céus brasileiros – como já disse o ex-prefeito José Fortunati

 Antes do voo direto do Rio para os EUA, um ´chá-de-banco´ que durou compulsórias 14 horas. Com um prêmio de consolação: um voucher de 12 dólares para que os passageiros que perderam as conexões pudessem pagar o jantar e o café da manhã...

  A grande empresa estadunidense que tem a maior frota do mundo (1.579 aeronaves), trata passageiros brasileiros como se fossem índios tupiniquins.

  Entrementes, o STF abre a licitação para a farra das lagostas.