Ir para o conteúdo principal

Edição de terça-feira ,10 de dezembro de 2019.

O Doutor Rei da Sinuca



Charge de Gerson Kauer

Imagem da Matéria

Em cidade da fronteira gaúcha havia uma “mulher in-te-res-san-tís-sima” – como costumava avaliar a ´rádio-corredor forense´. Solteira, arquiteta, ela namorava um advogado de médio sucesso, divorciado, sem filhos, conhecidíssimo na cidade como o “rei da sinuca”.

O apelido dele tinha a sua razão de ser: acertava todas as bolas nas tacadas sobre a mesa de pano verde e seis caçapas, do principal clube da cidade. Ali o advogado acorria, todos os dias, inclusive sábados e domingos, sempre a partir das cinco e meia da tarde. Às vezes, a namorada ia assistir.

Para o profissional da advocacia, nada era mais importante do que o jogo das oito bolas coloridas: “Meu taco tem eficiente pontaria e o meu percentual de aproveitamento nos encaçapamentos é de 99%” – vangloriava-se.

Um dia, o namoro da arquiteta com o “Rei da Sinuca” virou pó e o rompimento transformou-se em pauta semanal informal na subseção da Ordem local.

Algumas noites depois, encontrando-se com a “in-te-res-san-tís-si-ma” mulher – que embarcava num ônibus para Porto Alegre - um perito-engenheiro regional deu vazão à sua curiosidade:

- Lindalva, por que não deu mais certo o teu tão aplaudido namoro com o colega “rei da sinuca´? – a pergunta era um misto de indiscrição e solidariedade.

A resposta dela foi sem meias palavras:

- Eu me despi oferecida, mas me decepcionei com a resposta que ele me deu. Disse-me que ainda não era o momento´...!

Agora na “rádio-corredor” do foro local só se fala nisso. O doutor Bento, um jubilado advogado da região, resumiu o desfecho: “O namoro do promissor casal virou uma sinuca de bico”.

Ou – como segredou um dos escrivães – “ficou pela bola sete”...


A PALAVRA DO LEITOR

Se você quiser comentar ou esclarecer alguma notícia, disponha deste espaço.
Sua manifestação será veiculada em nossa próxima edição.

Comentários

Banner publicitário

Notícias Relacionadas

Charge de Gerson Kauer

   O juiz, o advogado e o Judiciário perderam!

 

O juiz, o advogado e o Judiciário perderam!

Com um intervalo de 12 anos entre elas, duas ações por dano moral ajuizadas por magistrados contra advogados. A  recente teve uma indenização deferida de R$ 2.500. A mais antiga está desde 2013 aguardando o julgamento do recurso especial no STJ: envolve R$ 1 milhão.

Charge de Gerson Kauer

Generosidade de mãe

 

Generosidade de mãe

O advogado gaúcho jubilado, já setentão, e sua esposa, pouco mais de 60 de idade, viajam ao Rio de Janeiro para visitar o filho (que se prepara a concurso para ingresso no MP), a nora e o neto. E na confusa capital carioca passam três noites no apertado apartamento.

Charge de Gerson Kauer

O amor é cego?

 

O amor é cego?

A primeira audiência você nunca esquece! A surpresa do novel juiz, na tarde inaugural de suas audiências na comarca. Por que, afinal, o homem de 45 de idade, trocou a esposa de 43 por uma idosa muito feia, 17 anos a mais de idade. A escrivã contou o importante detalhe que não estava nos autos.

Charge de Gerson Kauer

O inédito e imparcial sorteio

 

O inédito e imparcial sorteio

Como houve um impasse – aparentemente insolúvel - entre os irmãos Mário e Maria, o juiz decidiu que a solução seria um sorteio. Os interessados concordaram. A escrivã trouxe uma caixa e colocou os papeluchos. Coube ao estagiário, de olhos fechados, meter a mão e... 

Charge de Gerson Kauer

Serviços (in) eficientes de cama

 

Serviços (in) eficientes de cama

Depois do ajuste verbal, a extensão do programa sexual combinado não atende à expectativa do fazendeiro. Ele resolve então sustar o cheque que, antecipadamente, fora entregue à percanta. A questão foi parar no Juizado Especial Cível. Acompanhe a evolução e conheça o desfecho.